Twitter RSS
Close

Flamengo 2 x 0 Palmeiras – 21/01/2021

O jogador Zé Rafael, da SE Palmeiras, disputa bola com o jogador Diego, do CR Flamengo, durante partida válida pela trigésima primeira rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, no Estádio Mané Garrincha. (Foto: Cesar Greco)

Num confronto direto valendo 6 pontos, já que o adversário estava 1 ponto a frente, o Palestra foi a campo com o propósito de vencer para se manter na briga pelas primeiras posições e, quem sabe, o título.

Com a bola rolando o Verdão não conseguiu repetir a boa atuação do Derby e acabou sendo derrotado. Sem repetir a intensidade do jogo anterior o Palmeiras errou bastante e permitiu que o Flamengo fosse superior.

A derrota praticamente elimina qualquer chance de título no Brasileirão. Foco nas Copas!

Jogo válido pela 31ª rodada do Brasileirão 2020.

FICHA TÉCNICA

Local: Mané Garrincha, Brasília (DF)
Data: 21/01/2021, quinta-feira
Horário: 19h00 (de Brasília)
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Auxiliares: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e José Reinaldo Nascimento Junior (DF)
Público: (portões fechados)
Renda: –
Cartões amarelos: Bruno Henrique e Renê (FLA); Raphael Veiga e Luan (PAL)
Gols: Luan (contra, aos 45 minutos do 1º Tempo), e Pepê, aos 37 do segundo

Flamengo: Hugo Souza; Isla, Willian Arão, Rodrigo Caio (Gustavo Henrique) e Filipe Luis; Gerson (Vitinho), Diego (Pepê), Arrascaeta (João Gomes) e Everton Ribeiro; Bruno Henrique e Gabriel (Pedro)
Técnico: Rogério Ceni

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Benjamin Kuscevic e Matías Viña (Gustavo Scarpa); Danilo (Gabriel Silva), Zé Rafael, Gabriel Menino e Raphael Veiga (Pedro Acácio); Willian (Lucas Lima) e Luiz Adriano (Breno Lopes)
Técnico: Abel Ferreira

Lance!Globo EsporteTerra Esportes.

Por Eduardo Luiz
21/01/2021, 20h58

Derrota por 2 a 0 fora de casa praticamente elimina chance de título; time de Abel Ferreira permanece na quinta colocação com 51 pontos, 8 atrás do líder.

Primeiro tempo

Com praticamente o mesmo time da vitória sobre o Corinthians – a única novidade foi Marcos Rocha no lugar de Mayke, suspenso, o Palmeiras iniciou o jogo dando um susto no Flamengo. Aos 2 minutos Danilo deu belo lançamento para Viña, que cruzou sob medida para Willian, que chutou alto demais, desperdiçando ótima oportunidade.

A resposta do Flamengo não demorou. Aos 5 minutos Isla cruzou, a defesa cortou parcialmente mas a bola sobrou para Arrascaeta, que tentou de bicicleta; por precaução Weverton mandou para escanteio. A chance criada fez a equipe carioca assumir o controle da partida. Aos 11 minutos Gabriel foi lançado em posição legal e daria o gol de presente para Arrascaeta, mas Luan apareceu para salvar.

Aos 13 minutos Felipe Luis cruzou, Diego ajeitou de peito para Gerson, que finalizou e parou em Weverton; no rebote Gabriel mandou para fora. Aos 17 Bruno Henrique arriscou de fora da área, e errou o alvo por muito. Acuado, o Verdão mal atacava, e quando atava concluía mal as jogadas. Aos 29 minutos Viña foi à linha de fundo e cruzou mal.

Mesmo sem a mesma intensidade do começo do jogo, o Flamengo seguia superior. Aos 37, após rebote da defesa, Everton Ribeiro chutou e Marcos Rocha interceptou. Aos 39 minutos enfim o Verdão levou perigo: Danilo soltou a bomba, a bola desviou em William Arão e quase enganou Hugo. Aos 43, em falta próxima à área, Gabriel Menino cobrou direto, para fora.

Quando o Palmeiras parecia ter controlado o adversário, acabou sofrendo o gol. E foi um gol bizarro. Aos 45 minutos Gabriel desarmou Danilo e serviu Everton Ribeiro, o meia arriscou um chute, foi bloqueado e a bola sobrou para Bruno Henrique tocar para Gabriel; o atacante não conseguiu o domínio mas a bola passou por Weverton – Kuscevic tiraria sobre a linha com um bicão, mas Luan se enfiou na frente e acabou fazendo contra: 0 a 1. Não deu tempo para uma reação ainda na etapa inicial.

Segundo tempo

No segundo tempo, sem mudanças, o Palmeiras voltou apostando na mudança de atitude. Aos 8 minutos Viña deu bom passe para Veiga, que tocou para Willian; o atacante chutou em cima da zaga e a bola sobrou para Gabriel Menino, livre na marca do pênalti, chutar para fora. A postura diferente, no entanto durou pouco.

Aos 12 minutos Gabriel foi lançado em posição legal e exigiu de Weverton boa defesa. Aos 20, Bruno Henrique ganhou de Marcos Rocha e cruzou para ninguém. Aos 22 minutos, percebendo que não era noite, Abel Ferreira promoveu 3 alterações: Luiz Adriano, Willian e Viña deram lugar a Breno Lopes, Lucas Lima e Scarpa, respectivamente. Pouco depois, aos 25, foi a vez de Pedro Acácio substituir Raphael Veiga.

Jogando sem interesse, o Palmeiras quase sofreu o segundo gol aos 26 minutos: Felipe Luis cobrou falta, ninguém marcou Gustavo Henrique, que escorou para fora. Aos 35 Scarpa deu bela assistência para… Bruno Henrique; o atacante dominou no peito e chutou colocado buscando o ângulo direito, mas Weverton foi buscar. Após a cobrança de escanteio, nova desatenção da defesa: Gustavo Henrique escorou e Pedro ajeitou para Pepê bater sem chance de defesa para o camisa 21 Palmeirense: 0 a 2.

Com o jogo resolvido, as duas equipes apenas esperaram pelo apito final. A derrota praticamente elimina qualquer chance de título no Brasileirão. Foco nas Copas!

Provavelmente com o time todo reserva, o Palmeiras volta a campo às 16h de domingo (24/1) para enfrentar o Ceará, em Fortaleza.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.