Twitter RSS
Close

Palmeiras 1 x 0 Red Bull Bragantino – 27/12/2020

O jogador Luiz Adriano, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do Red Bull Bragantino, durante partida válida pela vigésima sétima rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, na arena Allianz Parque. (Foto: Cesar Greco)

Com o propósito de retomar as vitórias no campeonato nacional, o Palestra recebeu a equipe de Bragança Paulista com um mistão.

A equipe visitante mantinha maior posse de bola mas o misto alviverde se defendia bem. Sofrendo com a falta de entrosamento, o Palmeiras teve uma discreta melhora a partir dos 25 minutos. Aos 27 Gabriel Menino cruzou na cabeça de Luiz Adriano para o gol Palestrino.

Na etapa complementar o Palmeiras se poupou e se defendeu segurando a pressão e o resultado.

Com a suada vitória o Palmeiras chega a 44 pontos e segue vivo na briga por uma vaga no G4 do Brasileirão.

Jogo válido pela 27ª rodada do Brasileirão 2020.

FICHA TÉCNICA

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 27/12/2020, domingo
Horário: 18h15 (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (FIFA-SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)
Público: (portões fechados)
Renda: –
Cartões amarelos: Luiz Adriano, Gabriel Menino e Raphael Veiga (PAL)
Gol: Luiz Adriano, aos 27 minutos do primeiro tempo

Palmeiras: Weverton; Gabriel Menino, Luan, Empereur e Matías Viña; Danilo, Patrick de Paula (Emerson Santos), Lucas Lima (Raphael Veiga); Gabriel Veron (Gustavo Scarpa), Breno Lopes (Marcos Rocha) e Luiz Adriano (Willian).
Técnico: Abel Ferreira

Red Bull Bragantino: Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Fabrício Bruno e Edimar (Weverson); Raul, Ryller (Lucas Evangelista), Thonny Anderson (Claudinho); Artur, Cuello (Leandrinho) e Alejandro (Ytalo).
Técnico: Maurício Barbieri

Lance!Globo EsporteTerra Esportes.

Por Eduardo Luiz
27/12/2020, 20h19

De volta ao time titular, Luiz Adriano fez o único gol do jogo; Verdão levou sufoco do adversário ao longo de todo segundo tempo.

Primeiro tempo

Escalado por Abel Ferreira com um mistão, o Palmeiras iniciou o jogo vendo o Red Bull Bragantino tomar a iniciativa. Com mais posse de bola, porém, a equipe visitante não conseguia criar jogadas de perigo, tanto que a primeira finalização acabou sendo do Verdão: 10 minutos Patrick de Paula – uma das novidades da noite – arriscou um chute de fora da área, à direita do goleiro.

De tanto rondar a área alviverde, o Red Bull Bragantino enfim levou perigo aos 13 minutos: Cuello, que pouco antes tinha tido um choque de cabeça feio com Gabriel Menino, cruzou para Ryller, nas costas de Alan Empereur, mandar para fora. Aos 19 minutos, após bicão da defesa, Luan cabeceou para trás, nos pés de Cuello, que avançou e chutou por cima do travessão.

Sofrendo com a falta de entrosamento, o Palmeiras teve uma discreta melhora a partir dos 25 minutos. Aos 27 Gabriel Menino cruzou na cabeça de Luiz Adriano, que escorou forte e o goleirão aceitou. O assistente assinalou impedimento, que não existiu. Dois minutos depois o VAR validou o gol: 1 a 0.

Depois de abrir o placar o Verdão voltou a ceder campo para o Red Bull Bragantino. Aos 34 minutos Lucas Lima foi desarmado e o time visitante armou um rápido contra-ataque que terminou com Cuello batendo colocado, à esquerda de Weverton.

Nos minutos finais do primeiro tempo a partida ficou equilibrada, com os dois times sem criatividade. Aos 46, após vacilo de Léo Ortiz, Breno Lopes avançou pelo lado direito do ataque e soltou a bomba, que carimbou o travessão.

Segundo tempo

Com duas alterações, o Red Bull Bragantino voltou para o segundo tempo tentando reassumir o controle da partida. Aos 9 minutos Cuello cruzou e Aderlan finalizou de primeira; a bola desviou em Empereur e saiu à direita de Weverton.

Armado para contra-atacar, o Palmeiras perdeu uma das duas peças que tinha para isso aos 14 minutos; Veron voltou a sentir a lesão na coxa direita e precisou ser substituído por Gustavo Scarpa. Junto do camisa 14 também entraram Raphael Veiga e Willian nos lugares de Lucas Lima e Luiz Adriano, respectivamente.

Aos 18 minutos, após confusão dentro da área depois de cobrança de escanteio, a bola bateu no pé da trave direita e em seguida Weverton fez a defesa. Aos 24 outra investida da equipe de Bragança Paulista: Cuello bateu colocado buscando o canto esquerdo de Weverton, que foi buscar.

Voltando a atuar após 1 mês fora, Patrick de Paula deixou o jogo aos 25 minutos. Emerson Santos entrou em seu lugar. Aos 28 Claudinho cruzou na cabeça de Ytalo, que escorou alto e a bola triscou a trave antes de sair. Só dava Red Bull Bragantino. Aos 30 minutos, após bate-rebate na entrada da área, Ytalo chutou no meio do gol, fácil para Weverton.

Um dos titulares poupados, Marcos Rocha entrou no lugar de Breno Lopes aos 31 minutos. Com a mudança, Gabriel Menino virou ponta. As alterações promovidas pelo técnico Abel Ferreira não surtiram efeito, já que o Red Bull Bragantino seguiu melhor.

Aos 34 minutos Lucas Evangelista bateu da entrada da área e Weverton tirou com os olhos. No lance seguinte foi a vez de Artur chutar rente à trave do camisa 21 Palmeirense. Acuado, o Verdão só conseguiu voltar a finalizar aos 37 minutos, mas o chute de Danilo não ofereceu perigo ao goleiro Cleiton.

Num raro contra-ataque, aos 45 minutos, Marcos Rocha ajeitou de calcanhar para Raphael Veiga chutar de primeira, à direita do goleiro. No lance seguinte Willian perdeu a dividida para Fabrício Bruno, que arriscou de longe e viu a bola desviar em Emerson Santos e quase enganar Weverton. Nos últimos 4 minutos de acréscimo o Verdão conseguiu resistir à pressão do adversário.

Com a suada vitória o Palmeiras chega a 44 pontos e segue vivo na briga por uma vaga no G4 do Brasileirão.

Agora é decisão. Quarta-feira (30/12) o Verdão visita o América-MG precisando ganhar para avançar à final da Copa do Brasil. O jogo será às 21h30.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.