Twitter RSS
Close

América-MG 0 x 2 Palmeiras – 30/12/2020

O jogador Luiz Adriano, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do América FC, durante partida válida pelas semi finais (volta), da Copa do Brasil, na arena Independência. (Foto: Cesar Greco)

Depois do empate em casa no jogo de ida, o Palestra entrou em campo com a árdua missão de vencer para se classificar sem ter que enfrentar os temidos pênaltis.

Depois de um primeiro tempo bastante cauteloso e de uma pressão do adversário no início do segundo tempo, o Verdão reagiu, foi preciso nos ataques e construiu a vitória com todo o merecimento.

O adversário na final será o Grêmio, que segurou o empate contra o SPFC e mais uma vez nos enfrentará num mata-mata – pela primeira vez numa final, curiosamente. Os jogos acontecerão no início de fevereiro.

Jogo de volta válido pela semifinal da Copa do Brasil 2020.

FICHA TÉCNICA

Local: Arena Independência, Belo Horizonte (MG)
Data: 30/12/2020, quarta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO-Fifa)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO-Fifa) e Bruno Raphael Pires (GO-Fifa)
Público: (portões fechados)
Renda: –
Cartões amarelos: Daniel Borges (AMG); Gustavo Gomez e Lucas Lima (PAL)
Gols: Luiz Adriano, aos 23, e Rony, aos 39 minutos do segundo tempo

América-MG: Matheus Cavichioli; Daniel Borges (Marcelo Toscano), Messias, Anderson e Sávio; Flávio (Zé Ricardo), Juninho, Alê (Calyson) e Geovane (Felipe Augusto); Ademir e Rodolfo (Vitão)
Técnico: Lisca

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gomez e Matias Viña; Danilo, Gabriel Menino (Patrick de Paula) e Raphael Veiga (Lucas Lima); Rony, Willian (Gustavo Scarpa) e Luiz Adriano (Mayke)
Técnico: Abel Ferreira

Lance!Globo EsporteTerra Esportes.

Por Eduardo Luiz
30/12/2020, 23h36

Time de Abel Ferreira acordou no segundo tempo e fez os gols da vitória por 2 a 0 com Luiz Adriano e Rony. Decisão acontecerá apenas em fevereiro.

Primeiro tempo

Com Marcos Rocha na lateral, Gabriel Menino no meio-campo e Willian formando o trio de ataque com Rony e Luiz Adriano, o Palmeiras iniciou o jogo tentando tomar a iniciativa. Aos 6 minutos, após rebote em cobrança de escanteio, Viña soltou a bomba de fora da área e errou o alvo. Apesar da primeira finalização ter surgido relativamente rápido, logo o Verdão foi perdendo rendimento.

Repetindo a tática adotada no Allianz Parque, o América-MG se limitava a esperar um erro alviverde para tentar dar o bote. Diante desse panorama, a partida ficou horrível, com raríssimas chances de gol. Aos 11 minutos Ademir não cruzou para ninguém. Aos 18 Gómez deu uma pixotada no meio-campo, Geovani ficou com a bola, avançou e chutou para fora.

Se com a bola nos pés nada acontecia, aos 29 minutos o Palmeiras tentou com a mão: Marcos Rocha cobrou lateral, o goleiro se atrapalhou com o zagueiro e deixou a bola escapar, mas Gómez não aproveitou. Aos 45, no único ataque que os Palmeirenses conseguiram trocar 3 passes certos, Willian finalizou fraco, nas mãos de Matheus. Aos 48 o time da casa devolveu na mesma moeda, ou seja, sem perigo em finalização de Sávio.

Segundo tempo

Na etapa final apenas um time mexeu. O América. E melhorou. Aos 5 minutos Sávio cobrou fechado demais uma falta, nas mãos de Weverton. Aos 10 Felipe chutou forte de média distância, mas o camisa 21 Palmeirense estava atento. Aos 11 Ademir arriscou um chute colocado da entrada da área, à direita de Weverton.

Aos 12 minutos, após jogada bem trabalhada pelo lado esquerdo do ataque, Juninho recebeu livre dentro da área mas por sorte finalizou muito mal, sem direção. Precisou quase tomar um gol para o técnico Abel Ferreira mexer. Aos 15 minutos ele trocou Raphael Veiga por Lucas Lima, Gabriel Menino por Patrick de Paula, e Willian por Scarpa.

Depois das alterações o Verdão melhorou e finalizou pela primeira vez aos 18 minutos: Rony recebeu em profundidade e chutou para fora. Aos 23, após tabela entre Marcos Rocha e Lucas Lima, a bola sobrou para Scarpa bater de primeira, para fora. Ainda dentro do minuto 23 outra boa jogada do Palmeiras: Rony tocou para Luiz Adriano e se posicionou para receber, mas o camisa 10 percebeu o goleiro saindo do gol e deu um toque entre as pernas de Messias, no cantinho. Golaço: 1 a 0.

Atrás no placar, o América-MG promoveu novas mexidas para tentar buscar o gol que levaria a decisão para os pênaltis, e diante dessa postura do adversário o Palmeiras optou por diminuir o ritmo. Aos 32 minutos Luiz Adriano sentiu a coxa esquerda e sem atacantes no banco, Abel mandou Mayke pro jogo.

Aos 39 minutos, após falta sofrida por Rony perto da área, Lucas Lima cobrou na cabeça de Mayke, que exigiu ótima defesa de Matheus; no rebote Rony estava esperto e apenas conferiu também de cabeça: 2 a 0. O segundo gol alviverde definiu a classificação. Os últimos 10 minutos, contando os 6 de acréscimo, foram protocolares.

O Palmeiras enfrentará o Grêmio na final da Copa do Brasil; a equipe gaúcha eliminou o São Paulo. Os jogos acontecerão apenas em 3 e 10 de fevereiro. No dia 14/1 a CBF fará sorteio para definir a ordem dos mandos.

O Verdão segue em ritmo de decisão. Na terça-feira (5/01), às 21h30, a equipe visita o River Plate pelo jogo de ida da semifinal da Libertadores.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.