Twitter RSS
Close

Internacional 2 x 0 Palmeiras – 19/12/2020

O jogador Matías Viña, da SE Palmeiras, disputa bola com o jogador Heitor, do SC Internacional, durante partida válida pela vigésima sexta rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, na arena Beira Rio. (Foto: Cesar Greco)

Voltando o foco ao Brasileirão, após classificar-se para as semifinais da Libertadores, o Palestra foi a Porto Alegre visitar o Internacional.

Na que pode ser considerada pior atuação da equipe sob o comando de Abel Ferreira, o Verdão tomou um gol logo no início do jogo e não consegui penetrar na retranca colorada.

A estratégia dos mandantes de jogar fechado e explorar o contra-ataque deu certo e a equipe gaúcha ampliou na etapa complementar.

Com a derrota, o time de Abel Ferreira permanece com 41 pontos, perde duas posições (por enquanto) e praticamente se despede da chance de título no Brasileirão, já que o líder tem 12 pontos a mais.

Jogo válido pela 26ª rodada do Brasileirão 2020.

FICHA TÉCNICA

Local: Estádio Beira-Rio, Porto Alegre (RS)
Data: 19/12/2020, sábado
Horário: 21h00 (de Brasília)
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Daniel Andrade (DF) e José Reinaldo Júnior (DF)
Público: (portões fechados)
Renda: –
Cartões amarelos: Caio, Thiago Galhardo e Rodrigo Moledo (INT); Gabriel Menino, Willian e Abel Ferreira (PAL)
Gols: Edenilson, aos 10 minutos do primeiro tempo, e Yuri Alberto, aos 37 do segundo

Internacional: Marcelo Lomba; Heitor, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado (Lucas Ribeiro), Edenilson, Praxedes (Yuri Alberto), Patrick (D’Alessandro) e Caio (Marcos Guilherme); Thiago Galhardo (Rodrigo Lindoso)
Técnico: Abel Braga

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha (Mayke), Luan, Gustavo Gomez e Matias Viña (Gabriel Veron); Danilo (Zé Rafael), Gabriel Menino e Raphael Veiga (Breno Lopes); Lucas Lima (Gabriel Silva), Gustavo Scarpa e Willian
Técnico: Abel Ferreira

Lance!Globo EsporteTerra Esportes.

Por Eduardo Luiz
19/12/2020, 22h24

Time de Abel Ferreira fez um péssimo primeiro tempo e depois tentou reagir no segundo, mas era tarde. Verdão perde posições e vê líder disparar.

Primeiro tempo

Com Lucas Lima de novidade no time titular (no lugar de Rony, que nem viajou), o Palmeiras iniciou o jogo marcando o Internacional no campo de ataque, mas sem conseguir dar o bote para roubar a bola. Esse foi o panorama do jogo até os 10 minutos, quando a equipe da casa atacou pela primeira vez, conquistando um escanteio que resultou no gol. Marcos Rocha quis dar um chapéu dentro da área e foi desarmado – ele se recuperou e mandou para a linha de fundo; após a cobrança, Rodrigo Dourado escorou no primeiro pau, Weverton fez grande defesa mas a bola sobrou para Edenílson fazer 1 a 0.

O Verdão tentou respondeu imediatamente, mas o chute de Scarpa da entrada da área não levou perigo para Marcelo Lomba. Aos 16, Patrick passou por Marcos Rocha e levantou na cabeça de Caio, mas Weverton estava atento e fez a defesa tranquila. Aos 23 minutos Heitor cruzou, Marcos Rocha perdeu pelo alto para Thiago Galhardo, que escorou nas mãos do camisa 21 Palmeirense.

Lento, errando passes fáceis, e também sendo penalizado pelo árbitro, que marcava falta em qualquer esbarrão em jogadores do Internacional, o Palmeiras não produziu mais nada na etapa inicial. O time gaúcho, por sua vez, satisfeito com o gol que achou, também nada fez para merecer sorte melhor antes do intervalo.

Segundo tempo

Com Breno Lopes no lugar de Raphael Veiga, o Verdão voltou para a etapa final um pouco melhor. Aos 30 segundos Gabriel Menino chutou rasteiro, Victor Cuesta cortou e quase fez contra. Aos 12 minutos Viña soltou a bomba de fora da área, por cima do travessão.

Como o gol de empate não saiu rapidamente, aos 13 o técnico Abel Ferreira promoveu mais três alterações: Mayke, Zé Rafael e Gabriel Veron entraram nos lugares de Marcos Rocha, Danilo e Viña, respectivamente. Com as mudanças, Scarpa virou lateral-esquerdo.

Depois das mexidas no Palmeiras, quem quase marcou foi o Internacional. Aos 16 minutos, após uma pequena pressão, Edenílson cruzou para Thiago Galhardo dividir com Luan pelo alto e ganhar escanteio, que não resultou em nada. O Verdão respondeu aos 21: Breno Lopes enfiou para Mayke, o lateral cruzou por baixo e novamente Victor Cuesta quase fez contra; desta vez a bola bateu no travessão.

Aos 23 minutos, em cobrança de falta ensaiada, Gabriel Menino chutou à direita de Marcelo Lomba. Aos 26 Scarpa arriscou da entrada da área e o goleiro fez a defesa. No lance seguinte Veron ajeitou para Zé Rafael soltar a bomba, para fora.

Em busca do empate, o Verdão teve outra boa chance aos 30 minutos: após cruzamento de Scarpa, Veron errou, a defesa afastou mal e Lucas Lima bateu de primeira, por cima do travessão. Foi o último lance do camisa 20 no jogo, que na sequência deu lugar a Gabriel Silva.

Esperando por uma chance para matar o jogo, o Internacional a recebeu aos 37 minutos. Após escanteio mal cobrado pelo Palmeiras, o time da casa puxou contra-ataque fatal: Edenílson colocou Yuri Alberto para correr nas costas de Luan; o atacante ganhou com facilidade e tocou com categoria na saída de Weverton: 2 a 0.

Mesmo com o jogo perdido, o Palmeiras ainda tentou marcar o gol de honra: aos 41 minutos Gabriel Menino chutou forte, rente à trave direita de Marcelo Lomba. Os minutos finais foram protocolares.

Com a derrota, o time de Abel Ferreira permanece com 41 pontos, perde duas posições (por enquanto) e praticamente se despede da chance de título no Brasileirão, já que o líder tem 12 pontos a mais.

Agora o Verdão muda o foco para a Copa do Brasil. Na quarta-feira (23/12) o América-MG vai ao Allianz Parque para disputar o primeiro jogo da semifinal. A partida será às 21h30.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.