Twitter RSS
Close

Vasco 0 x 1 Palmeiras – 08/11/2020

O jogador Luiz Adriano, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do CR Vasco da Gama, durante partida válida pela vigésima rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, no estádio São Januário. (Foto: Cesar Greco)

De volta ao Brasileirão o Palestra foi ao RJ enfrentar o Vasco.

A equipe mandante, pressionada pela parte de baixo da tabela, tentou complicaro o jogo para o Alviverde jogando na retranca e deixando a partida truncada.

Sem conseguir explirar a velocidade dos contra-ataques, o Palmeiras tentava se infiltrar na defesa Vascaína. Na base da insistência saiu o pênalti, perdido por Luís Adriano, mas convertido por ele mesmo no rebote, que decretou a vitória.

Com este resultado, o Palmeiras emendou a sexta vitória consecutiva, sendo três delas pelo Brasileirão. O embalado time de Abel Ferreira soma 31 pontos e já enxerga a zona de classificação para a Copa Libertadores, e quem sabe a briga pelo título, como uma realidade palpável.

Jogo válido pela 20ª rodada do Brasileirão 2020.

FICHA TÉCNICA

Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 08/11/2020, domingo
Hora: 16h00 (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS-Fifa)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS-Fifa) e Michael Stanislau (RS)
Público: (portões fechados)
Renda: –
Cartões amarelos: Léo Matos (VAS); Gustavo Gomez, Matias Viña, Lucas Lima (PAL)
Gol: Luiz Adriano, aos 27 minutos do segundo tempo

Vasco: Fernando Miguel; Miranda, Leandro Castan e Ricardo (Vinícius); Léo Mattos, Léo Gil (Marcos Júnior), Andrey (Ribamar), Benitez (Carlinhos) e Neto Borges; Talles Magno e Cano (Gustavo Torres)
Técnico: Ricardo Sá Pinto

Palmeiras: Weverton; Gabriel Menino (Marcos Rocha), Luan, Gustavo Gomez e Matias Viña; Felipe Melo, Zé Rafael e Raphael Veiga (Lucas Lima); Gabriel Veron (Gustavo Scarpa), Rony (Willian) e Luiz Adriano (Danilo)
Técnico: Abel Ferreira

Lance!Globo EsporteTerra Esportes.

Por Eduardo Luiz
08/11/2020, 17h54

Gol da vitória saiu em rebote de pênalti cobrado por Luiz Adriano que ele mesmo aproveitou; camisa 10 e Felipe Melo deixaram a partida lesionados.

Primeiro tempo

Com Gabriel Veron no lugar de Wesley, fora de combate até o final da temporada em função de uma lesão no joelho esquerdo, o Palmeiras iniciou o jogo com mais posse de bola, mas encontrando muita dificuldade para furar a retranca imposta pelo Vasco. A equipe carioca, por sua vez, tinha nos contra-ataques a única jogada. Aos 7 minutos Benítez cruzou para Cano, que se antecipou a Luan e cabeceou à direita de Weverton.

A resposta do Verdão veio aos 13 minutos: Gabriel Menino cruzou para Veron, que chegou atrasado na disputa com o goleiro. Aos 25 Viña fez boa jogada individual e cruzou para Rony, que furou. O jogo era morno. Aos 35 Benítez arriscou de longe, nas mãos de Weverton.

Antes do primeiro tempo terminar o Palmeiras teve uma sequência de bolas paradas para mandar na área adversária, mas só uma levou relativo perigo: aos 42 Raphael Veiga cobrou falta e Neto chegou antes de Gómez, mandando para escanteio, que não resultou em nada.

Segundo tempo

Sem alterações, o Verdão voltou para a etapa final apostando na mudança de atitude. Aos 2 minutos Veron deu ótimo passe para Rony, que se viu cara a carra com o goleiro e finalizou mal, com o pé errado. Aos 5 Gómez cruzou fechado demais mas Gabriel Menino conseguiu aproveitar, finalizando em cima de Fernando Miguel.

A partida era um pouco melhor. Aos 10 minutos Cano fintou Viña e só não fez o gol porque Weverton fechou bem o ângulo para fazer a defesa. Aos 14 o técnico Abel Ferreira promoveu as primeiras alterações: Gabriel Menino e Gabriel Veron deram lugar a Marcos Rocha e Scarpa, respectivamente.

Aos 16 minutos outra chegada do Vasco: Andrei pegou rebote da defesa e chutou com perigo à esquerda de Weverton. Aos 23 mais mexidas no Verdão: Lucas Lima entrou no lugar de Raphael Veiga, e Willian na vaga de Rony. Aos 25 minutos, Logo na primeira participação dos dois, saiu um pênalti para o Palmeiras: Willian brigou pela bola na área e ela sobrou para Lucas Lima ser derrubado por Neto. Luiz Adriano cobrou no mesmo canto de sempre, Fernando Miguel defendeu, mas deu rebote nos pés do camisa 10: 1 a 0.

Pouco depois de fazer o gol que abriu o placar, aos 32 minutos, Luiz Adriano sentiu una lesão muscular e foi substituído por Danilo. Aos 35 uma lance de azar: após sofrer falta, um jogador do Vasco caiu em cima do tornozelo esquerdo de Felipe Melo, que não conseguiu seguir em campo. Como Abel já tinha feito 5 alterações, o Verdão ficou com 1 jogador a menos.

Diante da inferioridade numérica e atrás no marcador, o Vasco assumiu o controle da partida, mas sem conseguir levar perigo. Aos 42 Marcos Júnior cruzou e viu a bola cruzar toda área alviverde. Aos 45, após levantamento na área, Gustavo chutou em cima de Weverton.

Nos exagerados 7 minutos de acréscimo, o panorama da partida seguiu o mesmo: o Vasco tentando se aproximar da área, e o Palmeiras se segurando como dava. Assim foi até o apito final. A terceira vitória seguida no Brasileirão leva a equipe a 31 pontos, diminuindo a distância para o pelotão de frente.

Agora o Verdão volta o foco novamente para a Copa do Brasil porque na quarta-feira (11/11) no estranho horário das 16h30 recebe Ceará pelo jogo de ida das quartas de final. Convocados, Weverton, Gabriel Menino, Viña e Gómez, além de Wesley e Felipe Melo, lesionado, serão desfalques. Luiz Adriano é dúvida.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.