Twitter RSS
Close

Palmeiras 1 x 0 Red Bull Bragantino – 05/11/2020

O jogador Gabriel Veron, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do Red Bull Bragantino, durante partida válida pelas oitavas de final (volta), da Copa do Brasil, na arena Allianz Parque. (Foto: Cesar Greco)

Estreando seu novo treinador, o português Abel Ferreira, o Palmeiras recebeu o RB Bragantino para o jogo de volta das oitavas com uma boa vantagem conquistada no jogo de ida.

Em campo o Palestra jogou pro gasto e administrou o resultado.

Após o gol alviverde, ainda no primeiro tempo, ambos os times reduziram o ritmo para evitar desgastes e a fadiga.

Com a vitória a equipa de Abel Ferreira vai às quartas de final e, em confronto definido por sorteio, enfrentará o Ceará.

Jogo de volta válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil 2020.

FICHA TÉCNICA

Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)
Data: 05/11/2020, quinta-feira
Horário: 19h– (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Anderson José de Moraes Coelho (SP)
Público: (portões fechados)
Renda: –
Cartão amarelo: Luan Cândido (RED)
Cartão vermelho: Luan Cândido (RED)
Gol: Gabriel Veron, aos 29 minutos do primeiro tempo

Palmeiras: Weverton; Gabriel Menino, Luan, Gustavo Gómez e Matías Viña (Gustavo Scarpa); Felipe Melo (Danilo), Zé Rafael e Raphael Veiga (Ramires); Wesley (Gabriel Veron), Rony e Luiz Adriano (Willian).
Técnico: Abel Ferreira

Red Bull Bragantino: Cleiton; Aderlan, Fabrício Bruno, Léo Ortiz e Edimar (Luan Cândido); Ricardo Ryller, Lucas Evangelista e Claudinho; Artur (Thonny Anderson), Hurtado (Ligger) e Morato (Cuello).
Técnico: Maurício Barbieri

Lance!Globo EsporteTerra Esportes.

Por Eduardo Luiz
05/11/2020, 20h50

Gabriel Veron fez o único gol do jogo na estreia do novo técnico; Palmeiras se classifica para as quartas de final com placar agregado de 4 a 1.

Primeiro tempo

Precisando de 2 gols para se classificar, o Red Bull Bragantino iniciou o jogo tomando a iniciativa. Logo no primeiro minuto Claudinho tocou para Lucas Evangelista bater forte e parar em ótima defesa de Weverton. Aos 4, Viña cortou mal um cruzamento e a bola sobrou para Aderlan chutar de primeira, por cima.

A primeira investida do Verdão surgiu aos 7 minutos: Raphael Veiga cobrou falta direto nas mãos de Cleiton. No lance seguinte Gabriel Menino experimentou de canhota e errou o alvo por muito. Aos 15 minutos, numa tentativa de finalização sem ângulo após cruzamento, Wesley prendeu o pé no gramado e torceu o joelho esquerdo. Ele até tentou seguir em campo, mas não conseguiu. Gabriel Veron entrou em seu lugar.

Aos 19 minutos Felipe Melo roubou a bola de Claudinho na entrada da área e emendou um chute cruzado que saiu raspando a trave direita do goleiro. Aos 24 Veron fez lindo lançamento de rosca para Rony, que fintou seu marcador e bateu por cima do travessão. A melhor opção seria devolver para Veron, que infiltrava na área.

Já melhor em campo, o Palmeiras conseguiu abrir o placar aos 29 minutos: após contra-ataque Vinã recebeu de Rony e cruzou com perfeição para Veron, que mostrou frieza para dominar e tocar na saída do goleiro: 1 a 0. O gol, que aumentou a vantagem agregada alviverde para 4 a 1, foi um balde de água fria no Red Bull Bragantino, que só voltaria a finalizar no último minuto do primeiro tempo, com Claudinho, mas sem perigo para Weverton.

Segundo tempo

Com o adversário desanimado e o Verdão tranquilo, a etapa final começou em ritmo de amistoso. As equipes até chegavam ao ataque, mas sem intensidade e capricho. Aos 4 minutos Artur bateu colocado, sem direção. Aos 7 Luiz Adriano ajeitou para Raphael Veiga copiar o adversário na finalização.

Aos 9 minutos Claudinho teve outra chance, em bola parada, mas novamente errou o alvo por muito. Dez minutos mais tarde o lateral Luan Cândido, ex-atleta da base alviverde, parou um contra-ataque de Rony e como já tinha recebido cartão amarelo pouco antes, foi expulso.

Com a vantagem numérica e no placar, o técnico Abel Ferreira resolveu mexer no time. Aos 21 Luiz Adriano e Raphael Veiga deram lugar a Willian e Ramires, respectivamente. Aos 23 minutos Veron rolou para Viña bater cruzado, à direita do goleiro. Aos 25 Lucas Evangelista arriscou de longe e quase acertou o telão do Gol Norte.

Como nada acontecia, aos 37 minutos Abel promoveu mais 2 alterações: Scarpa e Danilo entraram nos lugares de Viña e Felipe Melo. Depois disso foram pouco mais de 10 minutos protocolares, com as duas equipes esperando pelo apito final.

Com o placar agregado de 4 a 1, o Palmeiras garantiu vaga nas quartas de final da Copa do Brasil. O adversário será definido por sorteio, marcado para amanhã, na sede da CBF.

O Verdão volta a campo no domingo (8/11) para enfrentar o Vasco, às 16h, em São Januário.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.