Twitter RSS
Close

Grêmio 0 x 1 Palmeiras – 28/02/2021

O jogador Gustavo Gómez, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do Grêmio FBPA, durante partida válida pela final, ida, da Copa do Brasil, na Arena do Grêmio. (Foto: Cesar Greco)

Em campo para mais uma decisão, o Verdão foi até Porto Alegre para o jogo de ida da finalíssima da Copa do Brasil.

A partida começou bastante pegada e truncada, principalmente com a equipe gaúcha matando muitas jogadas com faltas. Aos poucos algumas chances foram aparecendo e o Palestra abriu o marcador aos 31′ com Gustavo Gomes. O jogo decorreu equilibrado no restante da etapa inicial.

Na volta para a etapa complementar Luan acabou expulso de forma amadora. Com um a menos Abel Ferreira fechou o time e os gremistas passaram a dominar a partida e pressionar na busca do empate.

Muito consistente o Alviverde segurou o resultado e largou em vantagem na decisão podendo empatar no jogo de volta para levantar o título.

Jogo de ida válido pela final da Copa do Brasil 2020.

FICHA TÉCNICA

Local: Arena Grêmio, Porto Alegre (RS)
Data: 28/02/2021, domingo
Horário: 21h00 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ-Fifa) e Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA-Fifa)
Público: (portões fechados)
Renda: –
Cartões amarelos: Diogo Barbosa, Kannemann e Vanderson (GRE); Zé Rafael, Willian (PAL)
Cartão vermelho: Luan (PAL)
Gol: Gustavo Gomez, aos 31 minutos do primeiro tempo

Grêmio: Paulo Victor; Victor Ferraz (Churin), Paulo Miranda (Vanderson), Kannemann e Diogo Barbosa; Maicon (Ferreira), Matheus Henrique e Jean Pyerre (Isaque); Pepê, Alisson (Thaciano) e Diego Souza
Técnico: Renato Gaúcho

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gomez e Matías Viña; Felipe Melo, Zé Rafael (Danilo) e Raphael Veiga (Gabriel Menino); Rony (Mayke), Wesley (Alan Empereur) e Luiz Adriano (Gabriel Veron)
Técnico: Abel Ferreira

Lance!Globo EsporteTerra Esportes.

Por Eduardo Luiz
28/02/2021, 23h09

Zagueiro foi expulso no começo do segundo tempo, quando o Palmeiras já vencia o Grêmio por 1 a 0, gol de Gómez, placar que o time conseguiu segurar em Porto Alegre.

Primeiro tempo

O jogo começou pegado em Porto Alegre, com o Grêmio abusando das faltas e contando com a complacência do árbitro. Logo no primeiro minuto Viña foi atropelado na entrada da área e o juiz mandou seguir alegando vantagem, que não existiu. Pouco depois foi a vez de Luiz Adriano sofrer falta a um passo da risca, e novamente o homem do apito se fez de cego.

Aos poucos os ânimos foram se acalmando e os times passaram a jogar bola. Aos 12 minutos Diego Souza ajeitou para Jean Pyerre chutar sem perigo para Weverton. Aos 21, foi a vez de Maicon experimentar de média distância; a bola saiu em escanteio. Após a cobrança, Paulo Miranda subiu mais que a defesa alviverde e escorou por cima do travessão.

O Verdão só foi ameaçar a meta de Paulo Victor aos 25 minutos numa cobrança de falta de Rony que o goleiro fez a defesa. O lance animou o time do técnico Abel Ferreira. Aos 31 Raphael Veiga cobrou escanteio e Gustavo Gómez surgiu sem marcação entre os zagueiros para fuzilar de cabeça; Paulo Victor ainda espalmou, mas não evitou o gol: 1 a 0.

Atrás no placar, o Grêmio assumiu o controle da partida, que até então era equilibrada. Aos 33 minutos Alisson chutou de canhota, à direita de Weverton. Sete minutos mais tarde outra chance para o atacante, e desta vez ele levou perigo; a bola saiu rente ao travessão.

No último lance do primeiro tempo o gol quase saiu, mas para o Palmeiras: Raphael Veiga descolou ótimo passe para Luiz Adriano, que dominou tirando da marcação de Paulo Miranda, mas o camisa 10 concluiu muito mal, por cima.

Segundo tempo

Na etapa final, sem mudanças, o Palmeiras voltou controlando o Grêmio e sendo mais perigoso. Aos 3 minutos Rony roubou a bola no campo de ataque, se empolgou, e chutou por cima. Aos 10, Raphael Veiga fez linda jogada individual dentro da área e deu outro gol de presente, desta vez para Rony, que repetiu Luiz Adriano e perdeu.

A partida esta sob controle até que aos 18 minutos Luan tentou estragar tudo ao dar uma cotovelada na cara de Diego Souza na linha de fundo, em jogada morta. Com toda razão ele foi expulso. Para rearrumar o sistema defensivo, pouco depois Abel trocou Wesley por Alan Empereur e também aproveitou para trocar Raphael Veiga por Gabriel Menino.

Mesmo com as mexidas, o Grêmio assumiu por completo o controle da partida e encurralou o Palmeiras. Aos 25 minutos Matheus Henrique arriscou de fora da área, por cima. Logo depois mais uma mexida no Verdão: Luiz Adriano deu lugar a Gabriel Veron. A intenção do treinador português era aproveitar algum contra-ataque, mas o garoto entrou completamente desligado no jogo.

Aos 28 minutos o Grêmio cobrou rapidamente uma falta, Ferreira recebeu de Maicon e chutou para boa defesa de Weverton. Aos 30, Diego Souza ajeitou para Alisson chutar em cima de Marcos Rocha. Para tentar dar novo gás ao time, Abel promoveu as últimas alterações a que tinha direito aos 31: Mayke substitui Rony, e Danilo entrou na vaga de Zé Rafael.

Diante do ferrolho imposto pelo Verdão, o Grêmio passou a ter nas bolas alçadas na área sua única jogada. Aos 40, após cruzamento, a bola ficou viva na área até Thaciano chutar em cima de Felipe Melo, que fechou bem o ângulo. Aos 44 Ferreira tentou de média distância e mandou direto nas mãos de Weverton.

Nos 7 minutos de acréscimo o Palmeiras conseguiu neutralizar os cruzamentos e segurou o 1 a 0 até o apito final. No próximo domingo (07/3), às 18h, o time joga por um empate no Allianz Parque para conquistar a Copa do Brasil pela quarta vez na história.

Quarta-feira (03/3), com um time reserva, o Verdão estreia no Paulista contra o Corinthians. O jogo será às 19h15, em Itaquera.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.