Twitter RSS
Close

Palmeiras 1 x 1 Atlético-GO – 22/02/2021

Partida entre SE Palmeiras e Atlético-GO, válida pela trigésima sétima rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, no Allianz Parque, em São Paulo-SP. (Foto: Fabio Menotti)

Com praticamente todo o time titular em campo o Palestra recebeu o Atlético de Goiás pela penúltima rodada.

A partida foi marcada por muita força, pouca criatividade e dois golaços.

O técnico Abel Ferreira aproveitou a partida para ensaiar um time para a final da Copa do Brasil no próximo domingo.

Com o empate o Palmeiras vai a 58 pontos e cai para a sétima posição.

Jogo válido pela 37ª rodada do Brasileirão 2020.

FICHA TÉCNICA

Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)
Data: 22/02/2021, segunda-feira
Hora: 18h00 (de Brasília)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Jean Marcio dos Santos (RN) e Vinicius Melo de Lima (RN)
Público: (portões fechados)
Renda: –
Cartões amarelos: Luan e Viña (PAL); Matheus Vargas (ATL)
Gols: Palmeiras: Viña, aos 20 minutos do primeiro tempo;
Atlético-GO: Matheus Vargas, aos 42 minutos do primeiro tempo

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Viña; Felipe Melo (Wesley), Patrick de Paula (Lucas Lima), Mayke (Breno Lopes), Raphael Veiga (Gustavo Scarpa) e Rony; Luiz Adriano (Zé Rafael)
Técnico: Abel Ferreira

Atlético-GO: Maurício Kozlinski; Dudu, João Victor, Oliveira e Nicolas; Willian Maranhão, Marlon Freitas e Matheus Vargas (Danilo Gomes); Janderson (Gilvan), Zé Roberto (Roberson) e Wellington Rato (Arnaldo)
Técnico: Marcelo Cabo

Lance!Globo EsporteTerra Esportes.

Por Eduardo Luiz
22/02/2021, 19h52

Com titulares, Verdão não conseguiu traduzir domínio em vitória. Foi o penúltimo jogo antes da primeira final da Copa do Brasil.

Primeiro tempo

Surpreendentemente com força máxima, o Palmeiras iniciou o jogo com mais posse de bola que o Atlético-GO, mas sem conseguir criar chances claras de gol. Aos 5 minutos Raphael Veiga cobrou escanteio, a defesa afastou parcialmente, Rony ficou com a sobra mas carimbou o zagueiro. Aos 20 minutos Viña recebeu lançamento, dominou puxando para dentro e arriscou de direita, marcando um golaço: 1 a 0.

O gol alviverde mudou o ritmo da partida. Aos 23 minutos Nicolas tabelou com Matheus Vargas e chutou forte; Weverton mandou para escanteio, que não resultou em nada. Aos 29 o árbitro inverteu uma falta em Luan perto da área (ainda deu cartão amarelo para o zagueiro) e Nicolas cobrou por cima do travessão.

Mais solto, o Verdão quase chegou ao segundo gol aos 30 minutos: Mayke ajeitou para Felipe Melo soltar a bomba e ver a bola tirar tinta da trave esquerda. Inspirado por Viña, Raphael Veiga também tentou finalizar com o pé ruim aos 37 minutos, mas errou o alvo por muito. No lance seguinte Rony roubou a bola na intermediária, tocou para Luiz Adriano, recebeu de volta e cruzou para Mayke, mas Marlon chegou antes e afastou o perigo.

Aos 40 minutos Viña – o melhor Palmeirense em campo, cruzou forte demais para Rony, que ainda conseguiu escorar, por cima. O jogo estava sob controle, até que aos 42 minutos Marcos Rocha e Felipe Melo vacilaram na marcação de Matheus Vargas, que bateu colocado, no ângulo esquerdo de Weverton: 1 a 1. O empate do Atlético-GO foi o último lance relevante na etapa inicial.

Segundo tempo

Com Breno Lopes no lugar de Mayke, o Palmeiras iniciou o segundo tempo pressionando o Atlético-GO. Aos 2 minutos Marcos Rocha cruzou, Raphael Veiga ameaçou ir na bola e acabou desconcentrando o goleiro, que saiu mal do gol, mas ninguém de verde acompanhou a jogada.

Aos 6 minutos Marcos Rocha fez um desarme na entrada da área e tocou para Patrick de Paula chutar forte, rente ao travessão. Aos 10, Rony experimentou de média distância, nas mãos do goleiro. Como o gol não saiu, aos 13 minutos o técnico Abel Ferreira promoveu mais duas alterações: Raphael Veiga por Lucas Lima, e Patrick de Paula por Scarpa.

Em busca do segundo gol, o Verdão teve mais uma boa chance aos 20 minutos: Luiz Adriano inverteu de papel com Rony e cruzou para o companheiro, mas João Vitor se antecipou e fez o corte. No lance seguinte Luiz Adriano voltou a trabalhar como garçom, desta vez ajeitando para Lucas Lima chutar para fora, à direita do goleiro.

Visivelmente cansado, Luiz Adriano deixou o jogo aos 24 minutos. Zé Rafael entrou em seu lugar. Na mesma janela, Abel também promoveu o retorno de Wesley, que não jogava desde novembro por causa de uma lesão no joelho esquerdo. O atacante substituiu Felipe Melo.

Aos 26 minutos Breno Lopes recebeu de Lucas Lima, pedalou pra cima da marcação, e bateu por cima do travessão. Aos 33, o Atlético-GO teve boa chance para virar em jogada ensaiada de falta: Nicolas rolou para Janderson bater rasteiro e parar em ótima defesa de Weverton.

A resposta do Palmeiras não demorou: aos 36 minutos o time envolveu o adversário com uma bela troca de passes, que terminou com Breno Lopes batendo na trave, com desvio. Após a cobrança de escanteio, Lucas Lima deixou para Marcos Rocha levantar na cabeça de Viña, que não fez o segundo por muito pouco. Inspirado, o uruguaio teve outra oportunidade pouco depois, aos 40, desta vez com a bola no chão e com o pé bom: o goleiro fez bela defesa no chute do Palmeirense.

Nos últimos minutos, contando os 4 de acréscimo, o Verdão finalizou mais duas vezes, uma com Scarpa e outra com Zé Rafael, ambas sem perigo, já o Atlético teve sua chance aos 47 com Gilvan, de cabeça; a bola saiu à esquerda de Weverton. E foi só. Com o empate o Palmeiras vai a 58 pontos e cai para a sétima posição.

Na quinta-feira (25/2) o Verdão encerra a participação no Brasileirão contra o Atlético-MG, em Belo Horizonte. A exemplo de todos jogos da última rodada, a partida será realizada às 21h30.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.