Twitter RSS
Close

Palmeiras 1 x 1 Grêmio – 15/01/2021

O jogador Raphael Veiga, da SE Palmeiras, disputa bola com o jogador Matheus Henrique, do Grêmio FBPA, durante partida válida pela vigésima nona rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, na arena Allianz Parque. (Foto: Cesar Greco)

Depois de garantir vaga na final da Libertadores, o Palestra voltou as atenções ao Brasileirão com o propósito de manter-se no pelotão da frente.

Com muita intensidade e disposição os comandados de Abel Ferreira dominaram o tricolor durante o primeiro tempo. Além do gol, foram 3 bolas na trave e muitas defesas do goleiro gremista.

No retorno para a segunda etapa os visitantes voltaram mais ligados. Mesmo assim o Palmeiras teve algumas chances de ampliar o marcador. Por castigo veio o empate no final do jogo.

Com o empate, o Verdão vai a 48 pontos, permanece na sexta colocação e desperdiça ótima chance para encostar de vez nos líderes do Brasileirão.

Jogo válido pela 30ª rodada do Brasileirão 2020.

FICHA TÉCNICA

Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)
Data: 15/01/2021, sexta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)
Assistentes: Michael Correia (RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)
Público: (portões fechados)
Renda: –
Cartões amarelo: Breno Lopes, Marcos Rocha (PAL); Kannemann (GRE)
Gols: Palmeiras: Raphael Veiga, aos 32 minutos do primeiro tempo;
Grêmio: Diego Souza, aos 42 minutos do segundo tempo

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Alan Empereur (Benjamin Kuscevic) e Matías Viña; Emerson Santos, Zé Rafael e Raphael Veiga (Lucas Lima); Rony (Luiz Adriano), Breno Lopes e Willian (Gustavo Scarpa)
Técnico: Abel Ferreira

Grêmio: Vanderlei; Victor Ferraz, Rodrigues, Kannemann e Diogo Barbosa; Matheus Henrique (Maicon), Thaciano (Pinares), Alisson (Luiz Fernando), Jean Pyerre e Pepê; Diego Souza
Técnico: Renato Gaúcho

Por Eduardo Luiz
15/01/2021, 23h22

Mesmo com mistão, Verdão foi melhor que a equipe gaúcha, mas desperdiçou um caminhão de gols. Empate em 1 a 1 complica ambição de encostar nos líderes do Brasileirão.

Primeiro tempo

Com seis jogadores que foram titulares contra o River Plate, o Palmeiras iniciou o jogo mostrando que seguirá levando o Brasileirão a sério. Logo aos 40 segundos Breno Lopes interceptou um passe na intermediária já acionando Rony, que devolveu para o companheiro; o camisa 39 avançou e quando estava em boa condição, finalizou fraco, fácil para Vanderlei. Aos 11 minutos Rony deu bom passe para Marcos Rocha, que cruzou rasteiro buscando Breno Lopes, mas o goleiro se antecipou e fez a defesa.

Só dava Verdão. Aos 13 minutos Emerson Santos, que atuou de volante, chutou de fora da área, Rony interceptou e tentou ele mandar para o gol, mas colocou pouca força na bola. Aos 16 Rony recebeu lançamento de Marcos Rocha, dominou no peito e bateu forte, mas Vanderlei estava atento. Aos 22 minutos, após bela troca de passes, Breno Lopes deu o gol de presente para Rony, que quis mandar no ângulo e acertou a trave.

O gol do Palmeiras estava amadurecendo. Aos 23 Willian bateu colocado buscando o ângulo esquerdo do goleiro e acertou a mesma trave de Rony. A primeira finalização do Grêmio surgiu apenas aos 27 minutos, mas o chute de Pepê não levou perigo à meta de Weverton. Ligado, o Verdão desperdiçou outra boa chance aos 28 minutos: Jean Pierre errou passe, Raphael Veiga agradeceu e soltou a bomba, rente à trave direita de Vanderlei.

Muito melhor em campo, o Palmeiras amassava a equipe gaúcha. Aos 29 minutos Willian deu bom passe para Raphael Veiga, o camisa 23 fez o corta luz e Breno Lopes foi o terceiro a acertar a mesma trave. E como não era pelada, três traves não virou pênalti.

O Verdão não desanimou. Aos 32 minutos o gol enfim saiu. Willian brigou pela bola na linha de fundo, ganhou de Rodrigues e tocou para Viña; o lateral ajeitou para Rony, que furou, mas a bola sobrou para Raphael Veiga chutar e ainda ver Vanderlei amortecer antes de cruzar a linha. Que gol chorado! 1 a 0.

A frente no placar, o Palmeiras manteve o ritmo. Aos 35 minutos Rony tocou de letra para Raphael Veiga chutar forte e parar em Vanderlei. Nocauteado, o Grêmio enfim fez Weverton trabalhar aos 37 minutos: Alisson chutou rasteiro e o goleiro mandou para escanteio, que não resultou em nada. Foi a última finalização da etapa inicial.

Segundo tempo

No segundo tempo o Grêmio voltou marcando um pouco melhor o Verdão e mostrando mais disposição ofensiva. Aos 5 minutos Pepê arriscou da entrada da área e Weverton espalmou. Mesmo com outra postura, a equipe gaúcha não conseguia transformar a posse de bola em boas oportunidades.

Aos 19 minutos o Palmeiras resolveu acordar: Viña cruzou forte demais, Rony evitou a saída já cruzando para Willian, que pegou de primeira e exigiu linda defesa de Vanderlei. Seria um golaço. No lance seguinte Zé Rafael serviu Willian e ele tentou outro chute de primeira, mas novamente parou em boa defesa do goleiro adversário. Após cobrança de escanteio, o Verdão trabalhou bem a bola até Raphael Veiga ajeitar para Viña chutar por cima do travessão.

Para não deixar o ritmo cair, aos 22 minutos o técnico Abel Ferreira promoveu duas alterações: Alan Empereur e Rony deram lugar a Kuscevic e Luiz Adriano, respectivamente. Aos 29 Zé Rafael roubou a bola na entrada da área e bateu com perigo, rente ao travessão. Aos 32 minutos um susto: Jean Pierre cobrou falta, Kuscevic, que estava na barreira, desviou de cabeça e Weverton viu a bola tirar tinta da sua trave esquerda.

Aos 34 minutos mais duas mexidas no Palmeiras: Lucas Lima substituiu Raphael Veiga, e Scarpa entrou na vaga de Willian. Aos 37 minutos Pinares arriscou de média distância, a bola desviou em Kuscevic e saiu em escanteio. O próprio argentino cobrou na cabeça de Diego Souza, que escorou fraco, fácil para Weverton.

Depois de uma dividida com Kannemann, aos 40 minutos, Marcos Rocha deixou o jogo. Mayke entrou em seu lugar. Aos 41 Diego Souza surgiu livre na cara de Weverton, que fez milagre. Aos 42 o Verdão não teve a mesma sorte: Luis Fernando tabelou com Maicon e cruzou; a bola desviou em Viña e se ofereceu para Diego Souza concluir de cabeça: 1 a 1.

Se o empate já era injusto, aos 47 minutos o Palmeiras quase ficou sem ponto nenhum: Lucas Lima cometeu falta na meia lua, Diego Souza cobrou muito bem mas Weverton fez milagre. Repetindo o filme do primeiro turno, o Verdão deixou a vitória escapar no fim.

Com o empate, o time de Abel Ferreira vai a 48 pontos, permanece na sexta colocação e desperdiça ótima chance para encostar de vez nos líderes do Brasileirão.

Novamente em casa, o Verdão volta a campo às 19h de segunda-feira (18/1) para enfrentar o Corinthians em clássico atrasado da 28ª rodada.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.