Twitter RSS
Close

Palmeiras 5 x 0 Delfín (EQU) – 02/12/2020

O jogador Patrick de Paula, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do Delfín SC, durante partida válida pelas oitavas de final (volta), da Copa Libertadores, na arena Allianz Parque. (Foto: Cesar Greco)

Com uma boa vantagem no placar em função da vitória no jogo de ida, o Palestra foi a campo para carimbar a classificação às quartas.

Depois de um primeiro tempo mais “calmo”, em que o Verdão saiu vencendo com um golaço de Patrick de Paula, a locomotiva verde voltou para a etapa complementar atropelando.

Mesmo a frente do marcador, os comandados de Abel Ferreira não tiraram o pé e construíram a goleada com boas jogadas e triangulações.

Pensando na maratona que está por vir, com jogos decisivos da Copa do Brasil, da Libertadores e clássicos pelo Brasileirão, o Verdão tirou o pé nos últimos 15 minutos, mesmo assim deu tempo para sair o quinto aos 47: Gabriel Silva deu o gol de presente para Danilo: 5 a 0 e fim de show no Allianz Parque.

O adversário nas quartas de final da competição continental será o Libertad, que eliminou o Jorge Wilstermann. O jogo de ida, no Paraguai, será já na semana que vem.

Jogo de volta válido pelas oitavas de final da LIbertadores 2020.

FICHA TÉCNICA

Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)
Data: 02/12/2020, quarta-feira
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Darío Herrera (ARG)
Assistentes: Juan Belatti (ARG) e Cristian Navarro (ARG)
Público: (portões fechados)
Renda: –
Cartões amarelos: Patrick de Paula (PAL); Rojas, Cangá (DEL)
Gols: Patrick de Paula, aos 28 minutos do primeiro tempo; Gabriel Veron, aos 3 e aos 14, Willian, aos 6, e Danilo, aos 47 minutos do segundo tempo

Palmeiras: Weverton; Gabriel Menino, Luan, Gustavo Gomez e Matias Viña (Mayke); Patrick de Paula (Zé Rafael), Danilo e Lucas Lima (Raphael Veiga); Gabriel Veron, Gustavo Scarpa (Alan Empereur) e Willian (Gabriel Silva)
Técnico: Abel Ferreira

Delfín-EQU: Banguera; Luzárraga, Cangá, Leon e Macias (Rojas); Ortiz, Velez, Janner Corozo (Mera), Jonathan Gonzalez e Benitez; Valencia
Técnico: Miguel Angel Zahzu

Por Eduardo Luiz
02/12/2020, 21h07

Com atuação de gala de Gabriel Veron – autor de 2 gols e 1 assistência, Palmeiras fez 5 a 0 no time equatoriano e agora enfrentará o Libertad nas quartas de final.

Primeiro tempo

Com os retornos de Luan, Gabriel Veron e Willian ao time titular, o Palmeiras iniciou o jogo sufocando o Delfín. Aos 2 minutos Veron foi à linha de fundo e cruzou para a área, mas não havia ninguém de verde lá. Aos 4, outra jogada do camisa 27 pelo lado direito do ataque, desta vez ele cruzou pelo alto e Banguera quase entregou. Na cobrança de escanteio ensaiada entre Lucas Lima e Scarpa, o gol só não saiu porque a bola desviou no meio do caminho e saiu rente à trave.

Precisando de 3 gols, o Delfín não se limitava a defender. Aos 5 minutos, após contra-ataque, Valencia chutou rasteiro e Weverton encaixou. Aos 6 Veron deu bom passe para Lucas Lima bater de direita, por cima do travessão. Aos 7 minutos o camisa 20 enfiou para Scarpa cruzar de primeira para Willian, que não alcançou por pouco.

Dentro do minuto 16 o Verdão finalizou duas vezes, a primeira com Danilo, mas León interceptou, a segunda com Gabriel Menino, que exigiu defesa em dois tempos do goleiro. Aos 21 o time do técnico Abel Ferreira trabalhou bem a bola por dentro; Veron costurou, tabelou com Willian e tocou para Patrick, que foi travado na hora da conclusão.

O gol do Palmeiras enfim amadureceu aos 28 minutos, e foi um golaço. Após jogada iniciada com Weverton, o time chegou rapidamente ao ataque, Lucas Lima cruzou, a bola desviou em Veron e se ofereceu para Patrick de Paula, que ajeitou e chutou no ângulo esquerdo de Banguera: 1 a 0.

Pouco depois de abrir o placar, aos 31, Abel precisou promover a primeira alteração. Scarpa sentiu uma pancada na cabeça sofrida minutos antes, e deu lugar a Alan Empereur. Com a entrada do camisa 6, Viña virou ala. Aos 34 Corozo chutou da entrada da área, fácil para Weverton. Aos 37 minutos, após falta cometida por Patrick de Paula, Congá cobrou com muito perigo, rente ao travessão.

Aos 41 minutos outra baixa no Verdão: ao dar um arranque para receber um passe, Patrick de Paula sentiu a coxa direita e deixou o jogo chorando. Abel Ferreira preparou Zé Rafael para entrar em seu lugar, mas segurou a substituição até o intervalo. Antes do árbitro encerrar a etapa inicial, porém, o Palmeiras chegou mais uma vez: aos 45 minutos Lucas Lima cobrou escanteio e Viña escorou à esquerda do goleiro.

Segundo tempo

No segundo tempo, com Zé no lugar de Patrick, e Raphael Veiga na vaga de Lucas Lima, o Palmeiras manteve a pegada e não demorou para ampliar o placar, mas antes tomou um susto: aos 2 minutos Corozo arrancou e tocou para Valencia bater à esquerda de Weverton. Não deu tempo para os visitantes se animarem. Aos 3 Danilo deu lindo lançamento para Veron encobrir o goleiro e correr para o abraço: 2 a 0.

A torcida virtual ainda comemorava quando saiu o terceiro: aos 6 minutos Raphael Veiga abriu para Veron e o garoto cruzou para Willian desencantar: 3 a 0. Logo depois do gol Abel Ferreira trocou Viña por Mayke. Aos 10 a defesa alviverde vacilou e o Delfín quase aproveitou: Rojas recebeu de Valencia e chutou cruzado; Weverton tirou com os olhos.

Assim como fez das outras vezes, o Palmeiras respondeu ao susto balançando a rede: aos 14 minutos Raphael Veiga cruzou e Veron pegou de primeira para fazer outro golaço na noite: 4 a 0. Depois do gol, mais uma mexida: Willian deu lugar a Gabriel Silva. Na sua primeira participação no jogo, aos 21, o atacante do Sub-20 perdeu ótima chance para fazer o quinto após belo passe de Veron.

Valente, o Delfín quase conseguiu seu golzinho de honra aos 24 minutos: Cangá cobrou falta no pé da trave esquerda de Weverton. Aos 27 mais um ataque envolvente do Verdão que terminou com Raphael Veiga fazendo o corta-luz para Zé Rafael bater e parar na defesa. Aos 30, Danilo chutou colocado, à direita de Banguera.

Pensando na maratona que está por vir, com jogos decisivos da Copa do Brasil, da Libertadores e clássicos pelo Brasileirão, o Verdão tirou o pé nos últimos 15 minutos, mesmo assim deu tempo para sair o quinto aos 47: Gabriel Silva deu o gol de presente para Danilo: 5 a 0 e fim de show no Allianz Parque.

O adversário nas quartas de final da competição continental será o Libertad, que eliminou o Jorge Wilstermann. O jogo de ida, no Paraguai, será já na semana que vem.

O Verdão volta a campo às 17h de sábado (5/12) para enfrentar o Santos, na Vila Belmiro.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.