Twitter RSS
Close

Ceará 2 x 2 Palmeiras – 18/11/2020

O jogador Willian, da SE Palmeiras, disputa bola com o jogador Tiago, do Ceará SC, durante partida válida pelas quartas de final (volta), da Copa do Brasil, na Arena Castelão. (Foto: Cesar Greco)

Novamente com uma quantidade significativa de desfalques, o Palestra foi a campo com o propósito de garantir a classificação para a semifinal da competição.

Apesar das alterações no time, o Verdão começou administrando bem o jogo e, diante da inofensividade do adversário, se soltou e terminou a primeira etapa vencendo por 2 x 0 com direito a gol de letra de Raphael Veiga. Com 5 gols de vantagem (3 do primeiro jogo) o Palmeiras deu uma relaxada e, no segundo tempo, o Ceará empatou a partida.

Com o empate o Palmeiras confirma a classificação para a semifinal da Copa do Brasil e agora enfrentará o América-MG, que eliminou o Internacional nos pênaltis.

Jogo de volta válido pelas quartas de final da Copa do Brasil 2020.

FICHA TÉCNICA

Local: Castelão, Fortaleza (CE)
Data: 18/11/2020, quarta-feira
Horário: 19h00 (de Brasília)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Assistentes: Victor Hugo Imazu dos Santos (PR) e Rafael Trombeta (PR)
Cartões amarelos: Charles, Fernando Sobral, Felipe Baixola, Luiz Otávio, Bruno Pacheco e Alexandre Faganello (CEA); Ramires, Weverton e Patrick de Paula (PAL)
Cartão vermelho: Leandro Carvalho (CEA)
Público: (portões fechados)
Renda: –
Gols: Ceará: Vina, aos 11, e Tiago, aos 16 minutos do segundo tempo;
Palmeiras: Raphael Veiga, aos 27, e aos 49 minutos do primeiro tempo

Cará: Fernando Prass; Samuel Xavier, Tiago, Luiz Otávio (Eduardo Brock) e Bruno Pacheco; Charles (Fabinho), Lima e Vina (Mateus Gonçalves); Leandro Carvalho (Léo Chú), Fernando Sobral (Wescley) e Felipe Vizeu
Técnico: Guto Ferreira

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Emerson Santos, Renan e Mayke; Patrick de Paula, Zé Rafael (Ramires) e Raphael Veiga (Lucas Esteves); Lucas Lima (Gustavo Gomez), Willian (Luiz Adriano) e Anibal (Marcelinho)
Técnico: Abel Ferreira/Vitor Castanheira

Lance!Globo EsporteTerra Esportes.

Por Eduardo Luiz
18/11/2020, 21h03 – Atualizado às 23h43

Meia fez os dois gols do empate em 2 a 2; Palmeiras garantiu a classificação com o placar agregado de 5 a 2 e agora enfrentará o América na próxima fase.

Primeiro tempo

Com Weverton de volta ao gol, Mayke na lateral-esquerda, e Aníbal no comando do ataque, o Palmeiras iniciou o jogo conseguindo administrar a boa vantagem obtida no Allianz Parque (3 a 0). Sem criatividade, o Ceará só se aproximava da meta alviverde através de bolas paradas. Aos 16 minutos Vina cobrou escanteio e Tiago escorou nas mãos de Weverton.

Diante da inofensividade do adversário, aos poucos o Verdão foi se soltando. Aos 20 minutos Raphael Veiga cobrou falta, a bola parou na barreira e no rebote o camisa 23 mandou com perigo, à esquerda de Fernando Prass. Aos 24, após lançamento de Renan e passe de Mayke, Veiga entrou na área e foi derrubado por Charles. Pênalti bem marcado e convertido pelo próprio meia: 1 a 0.

Com os 4 a 0 no agregado, o ímpeto do Ceará diminuiu ainda mais, embora ainda insistisse em esporádicas jogadas de bola parada. Aos 34 minutos Vina cobrou falta e Leandro Carvalho escorou fraco, fácil para Weverton. Aos 36 Ze Rafael pediu substituição após sentir novamente o tornozelo. Ramires entrou em seu lugar.

Aos 40 minutos outra investida dos mandantes em uma cobrança de escanteio; desta vez Charles foi o responsável por concluir de cabeça, mas errou o alvo. Aos 42 Lucas Lima enfiou para Willian, que bateu colocado, nas mãos de Prass. Aos 46, após falha do Ceará na intermediária, Raphael Veiga soltou e bomba e viu Prass defender com os pés.

Quando tudo indicava que a partida iria para o intervalo com o 1 a 0 no placar, o Verdão aproveitou um buraco na defesa do time cearense para fazer o segundo: Ramires iniciou a jogada, a bola sobrou para Lucas Lima, o camisa 20 invadiu a área e tocou para Raphael Veiga fazer de letra. Golaço: 2 a 0 e fim de papo na etapa inicial.

Segundo tempo

O panorama do segundo tempo pouco mudou: o Palmeiras jogava para administrar a vantagem, enquanto que o Ceará, desmotivado, tinha nas bolas paradas sua única arma. Aos 3 minutos Vina cobrou falta, ninguém desviou e Weverton agarrou no susto.

Aos 11 minutos, quando trabalhou a bola pelo chão, o Ceará conseguiu descontar. Vina tabelou com Lima e bateu no canto esquerdo de Weverton: 2 a 1. Depois do gol do adversário, o Palmeiras mexeu duas vezes. Raphael Veiga e Aníbal deram lugar a Esteves e Marcelinho, respectivamente.

Com o gol que marcou, o Ceará se animou. Aos 15 minutos Samuel Xavier chutou rente à trave direita de Weverton, mas ganhou o escanteio no grito. Após a cobrança, saiu o gol de empate: Vina mandou para a área e Tiago escorou forte de cabeça; a bola bateu no travessão e entrou: 2 a 2.

Precisou sofrer o empate para o Palmeiras voltar a atacar. Aos 17 minutos Lucas Lima cruzou, Ramires cabeceou e a bola bateu no zagueiro antes de sair. Aos 21 a bola sobrou para Fernando Sobrar soltar a bomba e parar em boa defesa de Weverton.

Aos 28 minutos mais duas mexidas no Verdão: Willian saiu para a entrada de Luiz Adriano, e Gómez substituiu Lucas Lima. Aos 30 Vina invadiu a área e ao tentar passar entre Marcos Rocha e Emerson Santos, se jogou; o árbitro embarcou na dele e assinalou o pênalti. Após 5 minutos revendo o lance no VAR, ele constatou o óbvio e anulou a marcação.

Depois da tentativa de fraudar a regra, o Ceará só voltou a finalizar aos 41 minutos com Léo Chú, mas Weverton estava atento e fez a defesa. E essa acabou sendo a última grande chance do jogo, apesar dos 8 minutos de acréscimo.

Com o empate o Palmeiras confirma a classificação para a semifinal da Copa do Brasil e agora enfrentará o América-MG, que eliminou o Internacional nos pênaltis.

O Verdão volta a campo às 21h de sábado (21/11) para enfrentar o Goiás, em Goiânia.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.