Twitter RSS
Close

Palmeiras 1 x 1 Ferroviária – 07/03/2019

O jogador Lucas Lima, da SE Palmeiras, disputa bola com o jogador Tony, da A Ferroviária E, durante partida válida pela nona rodada, do Campeonato Paulista, Série A1, na arena Allianz Parque. (Foto: Cesar Greco)

Com a chance de assumir a liderança do campeonato após a derrota do Santo André, o Palmeiras acabou desperdiçando a oportunidade ao apenas empatar por 1 a 1 com a Ferroviária no Allianz Parque.

Sem sete titulares, o time fez um jogo razoável e saiu na frente do marcador no segundo tempo.

Durante quase 80 minutos o Palestra foi superior e não foi sequer atacado, mas num lance infeliz acabou tomando o empate já perto do final e não teve tempo para buscar a vitória.

Com o empate o Verdão vai a 18 pontos e desperdiça novamente a chance de assumir a liderança do Grupo B e também a liderança geral do Campeonato Paulista.

Agora o Palmeiras volta a focar a Libertadores, já que na terça-feira (10/3) recebe o Guaraní-PAR pela segunda rodada da fase de grupos.

A partida marcou a estréia do novo uniforme principal Palestrino.

Jogo válido pela 9ª rodada do Paulistão 2020.

FICHA TÉCNICA

Local: Allianz Parque, São Paulo-SP
Data: 07/03/2020, sábado
Horário: 17h00 (de Brasília)
Árbitro: Douglas Marques das Flores
Assistentes: Herman Brumel Vani e Vladimir Nunes da Silva
Público: 27.467 pagantes
Renda: R$ 1.671.277,40
Cartões amarelos: Palmeiras: Rony, Luan e Gustavo Gómez (PAL); Elton (FER)
Gols: Palmeiras: Willian, aos 11 minutos do segundo tempo;
Ferroviária: Tony, aos 32 minutos do segundo tempo

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gomez e Diogo Barbosa; Patrick de Paula (Bruno Henrique), Zé Rafael e Lucas Lima; Gustavo Scarpa (Dudu), Rony e Luan Silva (Willian)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Ferroviária: Saulo; Lucas Mendes, Elton, Max e Bruno Recife (Higor Meritão); Mazinho, Tony, Claudinho (Léo Artur) e Patrick Brey; Henan (Caio Rangel) e Hygor
Técnico: Sérgio Soares

Lancenet!Globo EsporteTerra EsportesEstadao.

Por Eduardo Luiz
07/03/2020, 18h51

Jogando em casa, time de Vanderlei Luxemburgo perde muitos gols e acaba castigado no final. Com 1 ponto a mais, Santo André segue na liderança do Paulista.

Com Scarpa de novidade em relação ao time que havia treinado na sexta-feira (entrou no lugar de Gabriel Veron), o Palmeiras iniciou o jogo muito afoito, confundindo velocidade com pressa. Diante desse panorama, a Ferroviária tentou tirar proveito. Aos 10 minutos Claudinho soltou a bomba da entrada da área e Weverton defendeu.

A resposta do Verdão demorou 7 minutos: aos 14, Rony inverteu para Scarpa ajeitar para Lucas Lima chutar de primeira, de direita, nas mãos de Saulo. A outra chance demorou mais 7 minutos: aos 24 Luan Silva recebeu na entrada da área e trabalhou bem de pivô para outra chegada de Lucas Lima, que desta vez fez o goleiro trabalhar de verdade.

O lance animou o mistão alviverde, que voltou a levar perigo dois minutos mais tarde: aos 26 Scarpa fuzilou a meta de Saulo, que fez grande defesa; no rebote Rony cabeceou e o goleiro fez milagre e ainda contou com a sorte, porque a bola bateu na trave antes de sair em escanteio.

Depois das investidas do Verdão, a Ferroviária respondeu com Claudinho, aos 28 minutos, mas o chute do atacante saiu à esquerda de Weverton. Aos 30 Saulo saiu mal do gol, Luan Silva tentou por baixo, não teve sorte, e na sobra Scarpa tentou por cima, mas colocou muita força na bola.

Nos últimos 15 minutos da etapa inicial o ritmo do jogo caiu e o único momento digno de registro foi a lesão muscular sofrida por Luan Silva, que fazia a estreia oficial após passar 1 ano no DM; o atacante deixou o campo chorando e teve o nome gritado pela torcida. Willian entrou em seu lugar.

No segundo tempo, com Dudu no lugar de Scarpa, o Palmeiras voltou tentando retomar a intensidade. Aos 3 minutos a bola sobrou para Rony após jogada de Willian, mas o camisa 11 isolou. Aos 7 a Ferroviária levou perigo numa bola cruzada para a área; Patrick surgiu nas costas de Marcos Rocha, mas por sorte finalizou mal.

No contra-ataque o Verdão quase abriu o placar: Rony foi lançado, ganhou do seu marcador e tentou o passe para Dudu, que sairia na cara do goleiro, mas Elton cortou e por pouco não fez contra. Aos 11 Dudu enfiou para Lucas Lima, o meia, já dentro da área, tocou para Zé Rafael que deixou para Dudu chutar prensado; a bola sobrou para Willian encher o pé: 1 a 0.

Pouco depois do gol, aos 16 minutos Luxa mexeu pela última vez: Patrick de Paula deu lugar a Bruno Henrique, que entrou mostrando serviço. Logo em sua primeira participação no jogo o camisa 19 roubou a bola no ataque, tocou para Willian que serviu Dudu – o atacante soltou a bomba e errou o alvo.

Aos 25 minutos Lucas Lima fez belo lançamento para Willian, que optou por dar um peixinho ao invés de dominar; a cabeçada saiu torta, para fora. E como quem não faz toma… Aos 32, após vacilo na saída de bola, a Ferroviária armou um rápido contra-ataque com Caio, que passou para Tony chutar rasteiro, cruzado, sem chances de defesa para Weverton: 1 a 1.

O Palmeiras sentiu o empate. Mesmo com mais 15 minutos por jogar, o time do técnico Vanderlei Luxemburgo não conseguia mais envolver o adversário, que por sua vez recuou todo para garantir o pontinho do empate. E assim a partida caminhou até o seu final.

Com o empate o Verdão vai a 18 pontos e desperdiça novamente a chance de assumir a liderança do Grupo B e também a liderança geral do Campeonato Paulista, uma vez que o Santo André perdeu em casa para o Oeste e permaneceu com 19 pontos.

Agora o Palmeiras volta a focar a Libertadores, já que na terça-feira (10/3) recebe o Guaraní-PAR pela segunda rodada da fase de grupos. O jogo será às 21h30, no Allianz Parque.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.