Twitter RSS
Close

Palmeiras 2 x 0 Sampaio Corrêa – 30/05/2019

Autor do segundo gol, Zé Rafael comemora com Mayke (Foto: Marcos Ribolli)

Com a vantagem da vitória no jogo de ida, o Palmeiras foi a campo buscando pelo menos um empate para confirmar a classificação às quartas.

O time misto em campo fez um primeiro tempo sem muita inspiração. Aos 38′, com uma boa triangulação entre Lucas Lima, Dudu e Mayke, o placar foi aberto ampliando a vantagem Palestrina.

Logo no começo da segunda etapa o Verdão ampliou o placar e administrou o resultado até o final da partida.

Com a vitória tranquila em casa, diante de 26 mil torcedores, o Palmeiras garantiu vaga nas quartas de final da Copa do Brasil. O adversário será conhecido por sorteio.

Jogo de volta válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil 2019.

FICHA TÉCNICA

Local: Allianz Parque, São Paulo-SP
Data: 30/05/2019, quinta-feira
Horário: 20h00 (de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e André da Silva Bittencourt (RS)
Público: 26.880 pagantes
Renda: RS1.418.218,35
Cartões amarelos: Felipe Melo, Lucas Lima, Dudu e Antônio Carlos (PAL); João Paulo, Esquerdinha, Felipe Dias e Moisés (SAM)
Gols: Mayke, aos 38 minutos do primeiro tempo, e Zé Rafael, aos 3 do segundo

Palmeiras: Weverton; Mayke, Antônio Carlos, Edu Dracena e Victor Luis; Felipe Melo (Thiago Santos), Moisés (Matheus Fernandes) e Lucas Lima (Gustavo Scarpa); Zé Rafael, Dudu e Borja
Técnico: Felipão

Sampaio Corrêa: Andrey; Everton (Diego Rangel), Moisés, Douglas Assis e Felipe Dias; Diones, Dedé e Eloir; Esquerdinha (Cleitinho) e João Paulo (Gustavinho); Salatiel Júnior
Técnico: Julinho Camargo

Gols, Jogo completo, PTD, ESPN, Lancenet!Globo EsporteTerra EsportesEstadao

PALMEIRAS x SAMPAIO CORRÊA: RETROSPECTO GERAL

O retrospecto de confrontos aponta vantagem esmeraldina: foram oito embates (seis vitórias, um empate e uma derrota, com 22 gols marcados e quatro sofridos). O primeiro destes oito encontros foi pelo Brasileirão de 1978, edição da qual o Verdão ficou com o vice-campeonato. Foi uma vitória por 6 a 0 – essa também é a maior goleada da história do confronto com o time maranhense.

PALMEIRAS x SAMPAIO CORRÊA: RETROSPECTO EM JOGOS VÁLIDOS PELA COPA DO BRASIL

Em todas as vezes que Palmeiras e Sampaio Corrêa se enfrentaram por Copas do Brasil, inclusive, o Verdão se classificou, levando a melhor – foi assim em 1992, 2014 e 2015. Por Copas do Brasil são sete duelos travados (cinco triunfos palestrinos, um empate e uma vitória do Tubarão – 16 gols marcados e quatro sofridos).

PALMEIRAS x SAMPAIO CORRÊA: PRIMEIRO ADVERSÁRIO NA COPA DO BRASIL

O reencontro do Verdão com o time maranhense pela Copa do Brasil é sempre especial historicamente, pois este foi o primeiro adversário que o clube alviverde enfrentou nesta competição nacional, em 1992: o jogo foi no dia 14 de julho daquele ano, triunfo por 1 a 0 no Castelão. O tento que selou o triunfo esmeraldino foi marcado pelo zagueiro Tonhão.

Palmeiras vence Sampaio Corrêa de novo, vai às quartas da Copa do

Brasil e já fatura R$ 5,65 milhões

Francisco De Laurentiis

Com muita tranquilidade, o Palmeiras está nas quartas da Copa do Brasil.

Nesta quinta-feira, a equipe de Luiz Felipe Scolari, que já havia vencido o confronto de ida por 1 a 0, voltou a ganhar do Sampaio Corrêa, desta vez por 2 a 0, e se garantiu na próxima fase do mata-mata.

Mayke, aproveitando um lindo passe de calcanhar de Dudu, abriu o placar na primeira etapa.

No segundo tempo, foi a vez do lateral direito dar assistência para Zé Rafael ampliar de cabeça.

Com a classificação, o time paulista já embolsa ao menos R$ 5,65 milhões no torneio mata-mata: R$ 2,5 milhões pela participação nas oitavas de final e mais R$ 3,15 milhões por jogar as quartas.

Agora, o Palmeiras aguarda o sorteio da CBF para saber quem será seu adversário nas quartas de final. BahiaGrêmio e Internacional são as equipes que já estão classificadas.

Pelo Campeoanto Brasileiro, o Verdão joga neste domingo, às 19h (de Brasília), contra a Chapecoense, na Arena Condá.

O JOGO

Jogando em casa, o Palmeiras tratou de tentar mandar na partida desde o início e quase abriu o placar em uma bela jogada aos 11 minutos: Lucas Lima deu de calcanhar para Mayke, que invadiu a área e cruzou rasteiro para Borja. O colombiano chegou caindo no lance e quase conseguiu marcar, mas sua finalização acabou travada.

No lance, porém, Borja acabou puxado pela marcação, e por isso caiu. A jogada passou por revisão no VAR, mas ainda assim a penalidade não foi marcada para o Alviverde.

Zé Rafael era um dos melhores em campo, dando ótimos passes e limpando jogadas com bons dribles e arrancadas.

Em uma delas, aos 22 minutos, ele foi derrubado após dar uma “caneta” em um rival, e teve chance em cobrança de falta. Seu chute colocado saiu bonito, para ótima defesa do goleiro Andrey.

O Sampaio Corrêa tentava travar o jogo com faltas, e o Verdão tinha dificuldades em criar jogadas e chegar à meta adversária. No entanto, por meio de toques rápidos, acabou abrindo o placar aos 39 minutos.

Em uma belíssima jogada pela direita, Lucas Lima lançou Dudu, que deu excelente passe de calcanhar para Mayke chegar batendo de perna esquerda, sem chance de defesa para Andrey.

Um belo gol palestrino, e o primeiro do lateral direito na temporada. Além disso, foi a 10ª assistência de Dudu em 2019.

E foi isso no primeiro tempo.

Na volta do intervalo, o Palmeiras por pouco não ampliou em seu primeiro lance de ataque, quando Moisés cruzou rasteiro e Borja foi travado na hora H pela defesa maranhense.

No entanto, o gol palestrino saiu logo no lance seguinte: Mayke recebeu pela direita em velocidade e cruzou na cabeça de Zé Rafael, que só “cumprimentou” Andrey para deixar os donos da casa ainda mais tranquilos no Allianz Parque.

3º gol para o meio-campista na temporada.

Dominando completamente o jogo, o Verdão teve outra boa chance aos 14, em cobrança de falta frontal. Gustavo Scarpa tentou acertar o cantinho, mas Andrey se posicionou bem e conseguiu defender sem dar rebote.

Daí em diante, Felipão só controlou o jogo e descansou alguns jogadores, como Felipe Melo e Moisés, que foram substituídos por Thiago Santos e Matheus Fernandes.

No último lance de destaque da partida, Diogo Rangel tentou fazer o gol de honra do Sampaio em cobrança de falta. Seu chute até saiu bem colocado, mas Weverton espalmou e manteve o placar inalterado até o apito final.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.