Twitter RSS
Close

São Caetano 0 x 2 Palmeiras – 27/01/2018

O jogador Luan, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do AD São Caetano, durante partida valida pela terceira rodada, do Campeonato Paulista, Série A1, no Estádio Anacleto Campanella. Crédito: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Em ritmo de treino o Palmeiras venceu fácil o São Caetano fora de casa e ampliou a marca de jogos invictos para 12.

Mais uma vez o jogo se caracterizou por um início forte do Verdão, que chegou ao gol antes dos 15 minutos pela terceira vez na temporada. Em seguida o time diminuiu intensidade e administrou a partida até o fim. Ainda deu para ampliar no segundo tempo.

Com a vitória, o Palmeiras vai a 7 pontos e segue na liderança isolada do Grupo B do estadual. Quarta-feira (30/01), às 21h, o Verdão faz outro jogo como visitante, desta vez contra o Oeste, em Barueri.

Jogo válido pela 3ª rodada do Paulistão 2019.

FICHA TÉCNICA

LOCAL: Anacleto Campanella, São Caetano do Sul (SP)
DATA-HORA: 27/01/2018 – 19h
ÁRBITRO: Vinicius Gonçalves Dias Araujo
ASSISTENTES: Daniel Luis Marques e Bruno Salgado Rizo
PÚBLICO/RENDA: 7.584 pagantes/R$ 340.250,00
CARTÕES AMARELOS: Bruno Mezenga e Marquinhos (SCA), Luan, Moisés e Mayke (PAL)
CARTÕES VERMELHOS: 
GOLS: Borja, aos 13’/1ºT (0-1) e Luan, aos 17’/2ºT (0-2)

SÃO CAETANO: Jacsson; Alex Reinaldo, Joécio, Max e Marquinhos (Bruno Mezenga, no intervalo); Pablo, Vinicius Kiss e Cristian (Ferreira, aos 29’/2ºT); Diego Rosa, Capa e Rafael Marques (Minho, aos 18’/2ºT). TÉCNICO: Pintado.

PALMEIRAS: Jailson; Mayke, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Moisés (Bruno Henrique, aos 16’/2ºT) e Lucas Lima; Carlos Eduardo (Felipe Pires, aos 26’/2ºT), Dudu (Gustavo Scarpa, aos 30’/2ºT) e Borja. TÉCNICO: Luiz Felipe Scolari.

Gols, Verdazzo, PTD, jogo completo, ESPN, UOLLancenet!Globo EsporteEstadao.

Retrospecto contra São Caetano

Palmeiras e São Caetano se enfrentaram em 30 oportunidades ao longo da história. A vantagem no retrospecto do confronto pertence ao Alviverde, que venceu 14 vezes, contra nove triunfos do adversário – outros sete jogos terminaram empatados (o Verdão balançou as redes 48 vezes e foi vazado em 36 ocasiões).

A maior goleada do confronto entre as equipes pertence ao Verdão: vitórias por 4 a 0 em 1991 – amistoso – e em 2006 – Campeonato Paulista. No primeiro triunfo, os tentos esmeraldinos foram anotados por Andrei, Edu Marangon, César e Márcio; já na goleada mais recente, os gols foram de Enílton (duas vezes), Marcinho e Paulo Baier.

O Maior Campeão do Brasil atuou por 30 vezes na cidade de São Caetano do Sul. No local, são 14 vitórias, nove empates e sete reveses, além de 56 gols marcados contra 32 sofridos. Na cidade, aliás, o Alviverde não é derrotado desde 2006. Desde então, foram cinco jogos disputados (entre 2007 e 2013), com três triunfos e duas igualdades – todos os embates foram diante do São Caetano, adversário da vez.

Verdão bate São Caetano e iguala marca de 12 jogos invictos atingida em 2013

Bruno Alexandre Elias
Departamento de Comunicação

A vitória por 2 a 0 sobre o São Caetano na noite deste domingo (27), no Estádio Anacleto Campanella – gols de Borja e Luan –, rendeu ao time de Luiz Felipe Scolari uma marca invicta que não era alcançada desde 2013, quando o time ficou por 12 jogos sem perder. No retrospecto atual, são sete vitórias e cinco empates, sendo que o Alviverde foi batido pela última vez em 24/10/2018, contra o Boca Juniors-ARG, pela Libertadores.

As partidas que constituem essa sequência sem reveses do time palmeirense são as seguintes: Flamengo (1 a 1), Boca Juniors-ARG (2 a 2), Santos (3 a 2), Atlético-MG (1 a 1), Fluminense (3 a 0), Paraná Clube (1 a 1), América-MG (4 a 0), Vasco da Gama (1 a 0), Vitória-BA (3 a 2), Red Bull Brasil (1 a 1), Botafogo-SP (1 a 0) e São Caetano (2 a 0).

Já a série imposta em 2013 foi registada entre 11/06 e 21/08 daquele ano, quando a equipe venceu 11 jogos e empatou apenas um, à época, sob o comando do técnico Gilson Kleina. Os duelos que compõem aquela série invicta foram diante do América-RN (2 a 0), Oeste (4 a 0), ABC-RN (4 a 1), Figueirense-SC (3 a 2), Guaratinguetá (1 a 1), Icasa-CE (4 a 0), Bragantino (2 a 1), São Caetano (2 a 1), Paraná Clube (2 a 1), Joinville-SC (1 a 0), Paysandu-PA (4 a 0) e Atlético-PR (1 a 0).

Individualmente, alguns jogadores se destacaram no duelo frente o São Caetano. É o caso de Borja, que reencontrou o caminho das redes. O colombiano marcou o primeiro gol do clube na temporada de 2019, empate por 1 a 1 contra o Red Bull Brasil. Além disso, Borja balançou as redes 20 vezes no ano passado, sendo o goleador máximo do time na temporada, conquistando – inclusive – o posto de goleador máximo em duas diferentes competições: o Paulista (sete gols) e a Conmebol Libertadores (9 gols). Nos jogos-treino disputados no início deste ano, o atacante marcou o tento da vitória por 1 a 0 sobre o Comercial-SP, no dia 12 de janeiro.

Diogo Barbosa também não fica para trás. Poupado da partida contra o Botafogo-SP, o lateral-esquerdo completou sua 40ª partida com a camisa do Palmeiras em grande estilo: concedeu assistência para o gol do zagueiro Luan (segundo da partida) – tento que selou de vez o triunfo palestrino. Em 2018, após superar uma entorse no tornozelo esquerdo, sofrida ainda na pré-temporada, o jogador atuou 38 vezes. Neste ano, Diogo participou do empate em 1 a 1 contra o Red Bull, fora de casa, na estreia do Campeonato Paulista, e, agora, desta vitória ante o Azulão.

A noite também foi especial para Jailson, que voltou a atuar pelo time – desde o início do ano, Felipão vem fazendo um rodízio com os goleiros alviverdes. Weverton e Fernando Prass já haviam atuado na temporada. O camisa 42 palmeirense havia jogado pelo time pela última vez em 23/09/2018, vitória por 1 a 0 sobre o Sport-PE em plena Ilha do Retiro. No Verdão desde 2014, o arqueiro esmeraldino atuou pelo clube, ao todo, em 72 duelos (46V, 19E e 7D), além de ter se sagrado campeão da Copa do Brasil de 2015 e dos Brasileirões de 2016 e de 2018.

O Palmeiras volta a campo na próxima quarta-feira (30), na Arena Barueri, onde vai encarar o mandante Oeste. O duelo será válido pela quarta rodada do Campeonato Paulista. Depois disso, na quinta rodada, o Verdão recebe o Corinthians no Allianz Parque para a disputa de mais um derby, no dia 02/02 (sábado), às 17h.

Palmeiras: Jailson; Mayke, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Moisés (Bruno Henrique, aos 16’/2ºT) e Lucas Lima; Carlos Eduardo (Felipe Pires, aos 26’/2ºT), Dudu (Gustavo Scarpa, aos 30’/2ºT) e Borja. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Gols: Borja, aos 13’/1ºT (0-1) e Luan, aos 17’/2ºT (0-2)

Cartões amarelos: Luan, Moisés e Mayke

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.