Twitter RSS
Close

Palmeiras (1999) 5 x 3 Amigos do Alex – 28/03/2015

Alex e Paulo Nunes festejam gol do Palmeiras 99 na rena (Foto: Marcos Bezerra/Futura Press/Agência Estado)

Com grandes ídolos do Verdão em campo, Palmeiras de 99 vence Amigos do Alex

Departamento de Comunicação

Em dia de festa no Allianz Parque, o time do Palmeiras de 99 se reuniu para homenagear Alex na sua despedida com a camisa do Verdão. Em uma partida cheia de ídolos e craques, o alviverde venceu o time dos Amigos do Alex, que jogou de azul, pelo placar de 5 a 3, com dois gols do dono da festa, Alex, e um de Evair, Edmundo e Ademir da Guia. Histórico!

Em clima de festa, os dois times começaram no ataque, com belos lances para animar a torcida. A cada bom lance dos ídolos de 99, os torcedores comemoravam como se tivessem voltado 16 anos no tempo. Além do homenageado da noite, o jogador  mais festejado foi o goleiro Marcos, que só ficou 30 minutos em campo – foi substítuido por Velloso -, mas foi ovacionado toda vez que tocou na bola.

Roque Junior ganhava os aplausos da torcida a cada bola afastada. Edmundo, ainda no banco, também foi aplaudido quando apareceu no telão. Mas os lances mais bonitos pelo lado verde ficaram por conta de Paulo Nunes e, é  claro, Alex. Foi dos pés do camisa 10 que saiu a primeira chance do Palmeiras: com um passe milimétrico, ele achou Paulo Nunes dentro da área. O atacante bateu, quase caindo, e a bola ficou nas mãos do goleiro turco Rüstü.

No entanto, quem marcou primeiro foi o time de azul. O turco Tuncay fez dois gols para os visitantes, obrigando o Verdão a correr atrás do placar. E foi o homenageado quem comandou a reação: primeiro, para delírio da torcida, Alex deu uma caneta em Fabiano na entrada da área e sofreu falta, que ele mesmo cobrou, muito próximo ao travessão.

Depois com dois golaços, dignos de craque! No primeiro, ele recebeu na direita e bateu colocado, no ângulo, sem chances de defesa para o goleiro do time dos amigos. No segundo, Fabio Costa bobeou e o dono da festa não perdou, driblou Gilberto Silva e empurrou para o fundo do gol.

Antes do intervalo os Amigos do Alex ainda marcaram mais um, de pênalti, com o colombiano Aristizábal.

No intervalo, mais festa. O jornalista Mauro Beting entrevistou os dois maiores ídolos da história do Verdão, o Divino Ademir da Guia e São Marcos, que esbanjaram simpatia e bom humor, fazendo a alegria da torcida. Marcão, tomando um cafezinho, até brincou com a pergunta de Mauro, sobre a média de gols levados pelo arqueiro nos jogos comemorativos no Allianz Parque. O ídolo respondeu que, agora que está aposentado, acabou a pressão, “quem tem que se preocupar com isso é o Fernando Prass, eu estou de boa”.

Para o segundo tempo, o time de 99 voltou com Agnaldo, Edmundo e Evair. Com o dono da festa, Alex, o animal Edmundo e o matador Evair, o Verdão dominou o segundo tempo e foi em busca do empate. O ídolo Evair marcou, a torcida chegou a comemorar, mas, infelizmente, o bandeirinha marcou impedimento.

Mesmo assim, o matador deixou o seu logo em seguida. Euller deu um presente para Evair dentro da área, que marcou, empatou a partida e saiu para comemorar com a torcida na arquibancada do Allianz Parque, em um dos melhores momentos da noite.

Para completar a reação e virar para o Palmeiras, Edmundo recebeu de Evair e deixou o dele. A torcida fez a festa e comemorou com o icônico “Au, au, au, Edmundo é animal”. 4 a 3 para o Verdão!

Aos 28 minutos, a festa ficou completa: o Ademir da Guia entrou em campo, no lugar de Pedrinho. O Divino, assim como Alex, vestia a camisa 10, como não podia deixar de ser, deixando o Palestra com dois 10 em campo. Apesar da idade, o ídolo mostrou que ainda tem habilidade e foi ovacionado pela torcida.

E para terminar, um momento histórico: Evair foi derrubado dentro da área, o juíz marcou pênalti e Edmundo entregou a bola nas mãos de Ademir da Guia. O Divino bateu e marcou o quinto do Verdão, fechando a noite com chave de ouro.

Clique aqui e confira a galeria de fotos do jogo comemorativo entre o Palmeiras de 1999 e Amigos do Alex.

JOGO DE DESPEDIDA DE ALEX
FICHA TÉCNICA
Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)
Data: 28/03/2015, sábado
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Sálvio Spínola
Público: 12.623 pagantes
Renda: R$ 660.697,50
Gols: Alex (2), Evair, Edmundo e Ademir da Guia (Palmeiras 1999); Tuncay (2) e Aristzabal (Amigos do Alex)
Amigos de Alex: Rustu (Fábio Costa) (Fernando); Maurinho, Gilberto Silva, Mozart (Marco Aurélio) e Sorin (Athirson); Paulo Miranda (Leonardo), Fabiano, Denilson (Tcheco) e Aristzabal (Marcelo Ramos); Amoroso e Tuncay (Djalminha)
Técnico: ZicoPalmeiras 1999: Marcos (Veloso) (Sérgio); Nenem, Roque Júnior (Agnaldo), Júnior Baiano (Cléber) e Júnior (Tiago Silva); Galeano, Pedrinho (Ademir da Guia), Zinho (Evair) e Alex; Paulo Nunes (Euller) e Oséas (Edmundo)
Técnico: Felipão

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.