Twitter RSS
Close

Atlético/PR 1 x 1 Palmeiras – 07/09/2014

clebersonhenriqueatleticoprxpalmeirasheulerandreygetty
Foto: Heuler Andrey/Getty Images

Há luz no fim do túnel.

Na estréia de Dorival Júnior como técnico jogamos rasoavelmente bem e conseguimos um ponto precioso fora de casa.

Com o empate nos garantimos fora do Z4 por mais uma rodada e no fechamento do 1º turno. Os deuses do futebol não querem nos ver novamente na série B.

Jogo válido pela 19ª rodada do Brasileirão 2014.

Gols e melhores momentos.

FICHA TÉCNICA

Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR)
Data: 07/09/2014, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Jose Javel Silveira (RS)
Assistentes adicionais: Fabricio Neves Correa e Luis Teixeira Rocha (RS)
Cartões amarelos: Cleberson, Weverton (RS) e Dellatorre (Atlético-PR)
Cartão vermelho: Josimar (Palmeiras)
Gols: Atlético-PR: Dellatorre, aos 29 minutos do primeiro tempo
Palmeiras: Henrique, aos 7 minutos do segundo tempo

Atlético-PR: Weverton; Mário Sérgio, Cleberson, Dráusio (William Rocha) e Natanael; Deivid, João Paulo (Paulinho Dias), Nathan (Bady) e Marcos Guilherme; Marcelo e Cléo Dellatorre
Técnico:Claudinei Oliveira

Palmeiras: Fábio; Weldinho (Josimar), Wellington (Victorino), Tobio e Juninho; Renato, Marcelo Oliveira e Juninho; Leandro (Eguren), Diogo e Henrique
Técnico: Dorival Júnior

Por Eduardo Luiz, da Redação PTD – 07/09/2014 – 20:30h.
Verdão joga bem e traz um ponto de Curitiba
Time mostra outra postura na estreia de Dorival Júnior e empata com o Atlético-PR em 1 a 1 com um homem a menos. Arbitragem ainda prejudicou.

Jogando no 4-2-3-1 na estreia de Dorival Júnior, o Palmeiras iniciou bem o jogo, criando logo de cara duas boas oportunidades. A primeira aos 2 minutos com Leandro, num chute de canhota que Weverton defendeu. Aos 7 Leandro cobrou escanteio na cabeça de Marcelo Oliveira, que desviou e viu o goleiro evitar o gol.

Pouco antes disso, aos 4 minutos, o Verdão já havia promovido uma alteração; Wellington sentiu uma lesão e foi substituído por Victorino. Aos 17 mais uma investida alviverde: Welder cruzou para Henrique, que desequilibrado escorou para fora. Aos 20 minutos, num rápido contra-ataque, Henrique serviu Juninho, que soltou a bomba para outra defesa de Weverton.

O Atlético-PR só foi criar algo aos 26 minutos, depois de um bicão que sobrou para Marcelo fuzilar de canhota, para fora. Logo na sequência o Palmeiras perdeu ótima oportunidade, também depois de um bicão; Henrique ajeitou, o zagueiro do Atlético ajudou e Leandro saiu na cara do goleiro, mas acertou a trave.

Como a fase do time não ajuda, pouco depois, aos 29, o Atlético abriu o placar. Marcos Guilherme pegou sobra dentro da área, bateu cruzado mas Fábio defendeu; na continuação do lance, após cruzamento, Dellatorre falhou na primeira finalização mas na segunda, de calcanhar, não desperdiçou: 1 a 0.

Diferentemente de outras oportunidades, desta vez o Verdão não entrou em pânico após sofrer o gol e ainda criou duas boas chances para empatar. Aos 33 minutos Henrique recebeu pela esquerda e soltou o pé, mas o goleiro defendeu. Aos 38, após falta cobrada por Leandro, Tobio escorou de cabeça, para fora.

No segundo tempo Dorival trocou Welder por Josimar, deslocando Leandro para o lado direito, e o time seguiu bem. Aos 5 minutos Diogo pedalou pra cima de Marcelo, que cometeu o pênalti. Henrique cobrou e decretou o empate: 1 a 1.

Aos 18 minutos um lance polêmico: Josimar disputou a bola com Natanael mas levantou demais o pé. Após consultar o assistente e sofrer pressão da torcida, o árbitro optou por expulsá-lo. Com um homem a menos o Verdão recuou um pouco, mas não deixou de levar perigo nos contra-ataques.

Aos 25 minutos Renato tentou de longe, mas errou por muito. Aos 27 Marcelo Oliveira fez grande jogada individual e foi derrubado na área, mas dessa vez o juiz ignorou a penalidade. Aos 28 minutos Diogo arrancou e tocou para Leandro bater e parar numa boa defesa de Weverton.

Apenas aos 30 minutos Dorival resolveu segurar um pouco o time, trocando Leandro por Eguren. A alteração naturalmente chamou o Atlético para o campo de ataque, e a equipe paranaense levou perigo em algumas oportunidades. Aos 37, após confusão na área, Cleberson isolou. Três minutos depois, em lance parecido, foi a vez de Marcos Guilherme finalizar sem direção.

Acuado, o Palmeiras ainda tentou surpreender o Atlético aos 41 num cruzamento de Juninho que Henrique buscou o contrapé do goleiro, mas não obteve sucesso.  Aos 42 Bady arriscou da intermediária nas mãos de Fábio.

Mesmo com quatro minutos de acréscimo diante de um rival todo atrás, os mandantes não conseguiram criar mais nenhuma chance real para vencer, para alívio do Palmeiras, que somou um importante ponto na luta contra o rebaixamento (agora soma 18 e segue fora do Z4).

Quarta-feira (10/09) o Verdão recebe o Criciúma, às 19h30, no Pacaembu.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.