Twitter RSS
Close

Atlético/MG 2 x 0 Palmeiras – 04/09/2014

albertocabisbaixodenisdiasgazeta
Alberto Valetim,Técnico do Palmeiras na partida entre Atlético x Palmeiras, válido pela oitavas de finais da Copa do Brasil no Estádio Independência Belo Horizonte-MG – 04/09/2014 – Foto Denis Dias/Gazeta Press – Denis Dias

Não bastasse a derrota em casa no jogo de ida e a fase tenebrosa onde não ganhamos de ninguém, nosso goleiro falha novamente e com 15 minutos de jogo já estávamos tomando 2.

Alberto Valentim, substituindo Gareca até a chegada de Dorival Júnior, viu o Atlético tirar o pé percebendo que não oferecíamos perigo algum e nos poupou de uma goleada.

Isso não tem mais fim…

Jogo de volta válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil 2014.

Gols, melhores momentos.

FICHA TÉCNICA

Local: Arena Independência, Belo Horizonte (MG)
Data: 04/09/2014, quinta-feira
Horário: 20h (de Brasília)
Árbitro: Paulo Henrique Godoy Bezerra (SC)
Assistentes: Cristhian Passos Sorence (GO) e Bruno Raphael Pires (GO)
Cartões amarelos: Lúcio, Diogo, Henrique (PAL); Luan, Leonardo Silva, Dátolo (ATL)
Cartão vermelho: Tobio (PAL)
Gols: Jemerson, aos 12 e Luan aos 16 minutos do primeiro tempo

Atlético-MG: Victor; Alex Silva, Leonardo Silva, Jemerson e Pedro Botelho (Emerson Conceição); Rafael Carioca, Leandro Donizete; Dátolo (Claudinei), Luan (Dodô) , Carlos e Jô
Técnico: Levir Culpi

Palmeiras: Fábio; Welder, Lúcio (Wellington), Tobio, Juninho; Marcelo Oliveira, Renato, Allione (Mazinho), Bruno César (Cristaldo); Diogo e Henrique
Técnico: Alberto Valentim

Por Eduardo Luiz, da Redação PTD – 04/09/2014 – 21:50h.
Deu o óbvio
Fábio falha de novo, Palmeiras leva 2 a 0 do Atlético-MG e dá adeus à Copa do Brasil.

A ilusão durou 12 minutos. Antes de Fábio entregar, Allione desperdiçou uma boa chance após passe de Diogo. Isso foi aos 3 minutos. Depois só deu Atlético-MG. Aos 12 Dátolo cobrou escanteio, Fábio saiu feito um juvenil do gol e Jemerson apenas escorou: 1 a 0.

A torcida ainda comemorava quando aos 15 minutos Dátolo ajeitou para Carlos finalizar; Fábio deu rebote nos pés de Luan: 2 a 0. Com o time estraçalhado emocionalmente, ficou fácil para os mandantes. Aos 20 Luan tocou para Carlos, o atacante chutou mas dessa vez Fábio não aceitou.

Talvez por pena, o Atlético-MG diminuiu o ritmo e só voltou a incomodar aos 36 minutos; Leandro Donizeti lançou Carlos, que bateu e parou em boa defesa de Fábio. O Palmeiras foi reagir apenas aos 45 minutos, quando Allione foi à linha de fundo pela esquerda e deixou Henrique livre para descontar, mas o atacante fez o mais difícil: perdeu.

No segundo tempo o Palmeiras voltou com Mazinho no lugar de Allione, mas obviamente nada mudou. Para não dizer nada, o time pelo menos não sofreu gol rapidamente e ainda conseguiu criar uma chance para diminuir. Aos 7 minutos Bruno César cruzou na cabeça de Henrique, que escorou para fora.

O Atlético respondeu aos 12 com Carlos, num chute de longe em que Fábio estranhamente defendeu com segurança. Aos 21 Henrique arriscou da entrada da área e parou numa boa defesa de Victor.

No minuto seguinte Valentim, que já havia trocado Bruno César por Cristaldo pouco antes, teve de queimar a última alteração, mas por lesão. Lúcio sentiu e foi substituído por Wellington.

Com a vaga assegurada, os mandantes passaram a catimbar para passar o tempo, e o Palmeiras entrou na deles. Cheio de faltas, o jogo ficou ainda mais feio. Aos 27 minutos cada equipe tentou simular um pênalti, mas o árbitro corretamente não assinalou nenhum.

Nos quinze minutos finais o Atlético resolveu administrar o resultado de maneira limpa, e conseguiu, apesar da expulsão de Tobio no último minuto. Assim o Palmeiras se despediu da Copa do Brasil, dando adeus à última possibilidade de disputar um título no ano do centenário.

Domingo (07/09) o Palmeiras vai até Curitiba para enfrentar o Atlético-PR. O jogo, que marcará a estreia do técnico Dorival Júnior, será às 18h30.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.