Twitter RSS
Close

Palmeiras 1 x 2 São Paulo – 17/08/2014

428977-970x600-1
Foto: Adriano Vizoni/Folhapress

Pobre ano do Centenário. Há menos de 10 dias dos 100 anos, outro fiasco.

Além de perder o Choque-Rei, que já é motivo de raiva ao natural, o gol da vitória do rival foi marcado a 2 minutos do fim por Alan Kardec que até poucos dias defendia nossas cores e se mudou para o vizinho por 5 mil reais que nosso presidente não quis ceder.

A bola ainda bateu nas costas de Fábio e entrou. Com o resultado entramos na zona de rebaixamento e estamos firmes e fortes rumo a série B, de novo.

Entendo a estratégia do Presidente em não gastar e tentar segurar as pontas para investir em 2015, mas isso pode nos render um vexame histórico.

Jogo válido pela 15ª rodada do Brasileirão 2014.

Gols, melhores momentos.

FICHA TÉCNICA

Local: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data: 17/08/2014, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols (Fifa-RJ)
Assistentes: Rodrigo Henrique Correa (RJ) e Silbert Faria Sisquim (RJ)
Assistentes adicionais: Luiz Flavio de Oliveira (SP) e Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Público: 20.267 pagantes
Renda: R$ 822.057,50
Cartões amarelos: Lúcio (Palmeiras). Souza, Edson Silva, Rafael Toloi, Álvaro Pereira (São Paulo)
Gols: Palmeiras: Henrique, aos 15 minutos do segundo tempo
São Paulo: Alexandre Pato, aos 7, e Alan Kardec, aos 43 minutos do segundo tempo

Palmeiras: Fábio; Wendel, Lúcio, Tobio e Victor Luis; Renato, Marcelo Oliveira, Allione e Valdivia (Felipe Menezes) (Leandro); Mouche (Cristaldo) e Henrique
Técnico: Ricardo Gareca

São Paulo: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rafael Toloi, Edson Silva e Álvaro Pereira; Souza, Denilson, Ganso (Hudson) e Kaká; Alexandre Pato (Ademilson) e Alan Kardec
Técnico: Muricy Ramalho

Por Eduardo Luiz, da Redação PTD – 17/08/2014 – 17:57h.
Na conta do presidente
Palmeiras volta a jogar mal e é derrotado pelo São Paulo com gol de Alan Kardec a dois minutos do fim: 1 x 2.

O clássico começou movimentado no Pacaembu, com o Palmeiras tomando a iniciativa e tendo Valdivia seu principal jogador. Aos 4 minutos o chileno cruzou para Henrique desviar de primeira, nas mãos de Rogério Ceni. Aos 8 o camisa 10 cobrou falta que ele mesmo sofreu, por cima.

A superioridade do Verdão, porém, durou apenas 15 minutos, o período que Valdivia ficou em campo. Em um lance bobo no meio-campo ele levou a mão à coxa direita e foi substituído por Felipe Menezes. Junto de Valdivia, saiu de campo também o futebol do Palmeiras.

Apático, o São Paulo pouco criava. Aos 25 minutos Rogério Ceni cobrou falta, a bola explodiu na barreira e no rebote Ganso finalizou para fora. Aos 32 Kaká cobrou falta, Fábio saiu mal do gol, a bola sobrou para Ganso, que carimbou a defesa.

No minuto seguinte outra jogada de bola parada, desta vez para o time de Ricardo Gareca; Felipe Menezes cobrou falta mas a bola bateu em Alan Kardec e saiu em escanteio, que não resultou em nada.

Nos quase 13 minutos restantes da etapa inicial as duas equipes continuaram maltratando a bola, e nenhuma jogada de perigo foi criada.

O Palmeiras voltou sem mudanças para o segundo tempo, ou seja, continuou mal. Além de estar em péssima fase, o time ainda ajuda os adversários. Aos 7 minutos Fábio errou um bicão (fundamento básico para um goleiro) e deu a bola nos pés de Ganso, que tocou para Pato escolher o canto: 1 a 0.

O gol deixou o Verdão desesperado. Aos 10 Henrique recebeu na área, fintou um marcador mas demorou para finalizar e foi desarmado. No contra-ataque Kaká surgiu livre na cara de Fábio, que defendeu. Aos 12 foi a vez de Kardec quase marcar; o chute do ex-Palmeirense passou perto da trave esquerda.

Mesmo desarrumado, o Palmeiras buscou uma reação. Aos 14 minutos Allione tocou para Felipe Menezes, que chutou; a bola bateu na mão de Edson Bastos e o juiz assinalou pênalti. Henrique cobrou e empatou: 1 a 1. O gol deu novo ânimo ao time do técnico Ricardo Gareca. Aos 17 Renato bateu de longe, por cima. Três minutos depois o volante arriscou novamente e fez Rogério Ceni trabalhar.

Se os sãopaulinos reclamaram do pênalti, o Palmeiras reclamou com razão de duas jogadas violentas que não resultaram em expulsão, uma de Toloi e outra de Álvaro Pereira. A partir dos 25 minutos, já com Cristaldo no lugar de Mouche, o Verdão diminuiu o ritmo, talvez por cansaço, e encontrou um rival com postura parecida.

Nos cinco minutos finais Gareca resolveu arriscar e trocou Felipe Menezes por Leandro; no primeiro lance do atacante ele surgiu na cara de Rogério, mas perdeu. No rebote ele tocou para Henrique, que de forma patética tropeçou. Ali acabava a chance do time somar três pontos, e como a fase é péssima, ais 43 Álvaro Pereira cruzou e Kardec cabeceou: a bola bateu na trave, nas costas de Fábio e entrou: 2 a 1 e fim de papo no Pacaembu.

Com a derrota o time chega a NOVE rodadas sem vencer, segue com ridículos 14 pontos e finalmente entrou na zona de rebaixamento.

Quarta-feira (20/08) o Palmeiras vai ao Recife para enfrentar o Sport. O jogo está marcado para 19h30, na Arena Pernambuco.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.