Twitter RSS
Close

Palmeiras 1 x 0 Avaí – 06/08/2014

16palmeirasfestagolrmatsukawaterra
Foto: Ricardo Matsukawa/Terra

Sem muita pressão, já que conseguimos um bom resultado no jogo de ida, jogamos um futebolzinho feijão com arroz e passamos para a fase de oitavas de final da Copa do Brasil.

Sinceramente agora é largar de mão essa copa e focar em se salvar no Brasileirão. Final de semana tem outra pedreira pela frente, Atlético/MG em Minas.

Jogo de volta válido pela 3ª fase da Copa do Brasil 2014.

Gol, melhores momentos.

FICHA TÉCNICA

Local: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data: 06/08/2014, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Paulo Schleich Vollkopf (MS)
Assistentes:   Marcio Eustaquio Santiago (Fifa-MG) e Eduardo Goncalves da Cruz (MS)
Público: 6.576 pagantes
Renda: R$ 268.995,00
Cartões Amarelos: Leandro (Palmeiras) e Pablo (Avaí)
Gol: Mouche, aos 29 minutos do segundo tempo

Palmeiras: Fábio; Wendel, Lúcio, Tobio e Victor Luis; Renato, Wesley (Marcelo Oliveira), Allione e Felipe Menezes; Leandro (Mouche) e Henrique (Bruno César)
Técnico: Ricardo Gareca

Avaí: Vagner; Bocão, Antônio Carlos, Pablo e Marrone; Julio Cesar, Eduardo Neto, Cleber Santana (Diego Jardel) e Marquinhos (Diego Viana); Wilker (Willen) e Héber
Técnico: Geninho

Por Eduardo Luiz, da Redação PTD – 06/08/2014 – 21:22h.
Com gol de Mouche, Palmeiras vence e garante vaga
Atacante marca, Verdão faz 1 a 0 no Avaí e avança às oitavas de final da Copa do Brasil.
Precisando de três gols para ficar com a vaga, o Avaí começou o jogo dando um susto no Palmeiras. Aos 5 minutos Eber ganhou uma dividida com Victor Luis no meio-campo e arrancou até a entrada da área, quando finalizou com perigo, por cima.

O lance não abalou o Verdão, que aos poucos passou a ditar o ritmo da partida. Aos 10 minutos Allione fez bela jogada individual, fintou um zagueiro e bateu colocado, para fora. Aos 19 Wesley enfiou para Leandro, mas o goleiro Wagner chegou antes.

A melhor oportunidade, porém, viria aos 29. Wendel acertou cruzamento sob medida para Leandro, que mesmo livre de marcação isolou. Dez minutos mais tarde Wesley e Wendel fizeram uma boa tabela; o lateral invadiu a área e cruzou para Allione, mas Antonio Carlos interceptou.

Mesmo sem fazer um grande primeiro tempo, o time do técnico Ricardo Gareca tinha em Allione sua principal arma ofensiva. O argentino, em pelo menos três oportunidades, sofreu faltas claras perto da área, mas de forma inexplicável o árbitro Paulo Schleich Vollkopf nada assinalou, irritando os pouco mais de 6 mil Palmeirenses presentes ao Pacaembu.

Na etapa final o Verdão voltou sem alterações, mas um pouco melhor, pois conseguiu neutralizar as investidas do Avaí. Aos 5 minutos Allione girou pra cima de Marrone e bateu por cima. Aos 7 Henrique deixou Leandro cara a cara com Wagner, que evitou o gol. Aos 9 Leandro tocou para Felipe Menezes, o meia girou e perdeu o domínio da bola.

Só dava Palmeiras. Aos 11 minutos Wesley arriscou por cima. No minuto seguinte Felipe Menezes fez grande jogada individual, a bola sobrou para Henrique bater colocado, rente à trave direita do goleiro. A bola insistia em não entrar. Aos 19 Victor Luis cruzou na cabeça de Henrique, que escorou por cima.

Aos 21 minutos Gareca trocou Leandro por Mouche, e o argentino precisou de apenas 2 minutos para mostrar serviço. Aos 23 ele soltou a bomba de fora da área, Wagner espalmou na cabeça de Felipe Menezes, que escorou fraco, facilitando nova defesa do goleiro.

Diante de um rival fraco, o Palmeiras seguiu pressionando, mas esbarrando na falta de qualidade técnica para aproveitar as oportunidades criadas. Aos 27 Wesley bateu rasteiro, para fora. O gol parecia que não sairia, mas aos 29, após cobrança de lateral, a bola sobrou para Mouche, na entrada da área, bater de primeira: 1 a 0.

A frente no placar, o Verdão conseguiu tocar a bola com mais tranquilidade e criou algumas chances para aumentar a vantagem. Aos 32 minutos Mouche e Felipe Menezes inverteram os papéis; o atacante serviu o meia, que entrou na área batendo, mas Wagner fez boa defesa com o ombro. Aos 33 Bruno César, que entrara pouco antes no lugar de Henrique, cobrou escanteio e Marcelo Oliveira fez o goleiro trabalhar novamente.

Nos minutos finais o Palmeiras diminuiu o ritmo e trocou passes até o apito final do juiz, que no segundo tempo não comprometeu. A vitória garantiu vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. O adversário será definido via sorteio.

Domingo (10/08) o Verdão vai até Belo Horizonte para enfrentar o Atlético-MG. O jogo, válido pela rodada 14 do Brasileirão, será às 18h30.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.