Twitter RSS
Close

Palmeiras 1 x 1 Bahia – 03/08/2014

425172-970x600-1
Foto: Ernesto Rodrigues/Folhapress

Pressionado por 3 derrotas seguidas e 7 jogos sem vencer conquistamos apenas 1 mísero ponto contra a fraca equipe do Bahia em casa. O empate nos deixa na boca da zona da degola (3 pontos a frente do 17º).

A expectativa hoje não era ganhar jogando bem (isso é possível?). Esperávamos uma partida horrenda mas 3 pontos. No entanto, só teve a partida horrenda e 1 ponto. A esperança é que esse ponto faça a diferença no final do campeonato!

Jogo válido pela 13ª rodada do Brasileirão 2014.

Gols, melhores mometos.

FICHA TÉCNICA

Local: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data: 03/08/2014, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ)
Assistentes: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Gilberto Stina Pereira (RJ)
Assistentes adicionais: Grazianni Maciel Rocha (RJ) e Wagner dos Santos Rosa (RJ)
Público: 15.206 pagantes
Renda: R$ 632.037,50
Cartões amarelos: Wendel, Lúcio e Leandro (Palmeiras). Titi, Kieza e Rhayner (Bahia)
Gols: Palmeiras: Henrique, aos 15 minutos do segundo tempo
Bahia: Kieza, aos 17 minutos do segundo tempo

Palmeiras: Fábio; Wendel (Welder), Marcelo Oliveira, Lúcio e Victor Luis; Josimar e Wesley; Mouche (Mendieta), Felipe Menezes (Patrick Vieira) e Leandro; Henrique
Técnico: Ricardo Gareca

Bahia: Marcelo Lomba; Roniery, Demerson, Titi e Pará; Fahel (Feijão), Rafael Miranda e Uelliton; Marcos Aurélio (Henrique), Rhayner e Kieza (Emanuel Biancucchi)
Técnico: Charles Fabian

Por Eduardo Luiz, da Redação PTD – 03/08/2014 – 17:57h.
Palmeiras só empata com o Bahia no Pacaembu
Time volta a jogar mal, sai na frente mas toma o gol de empate dois minutos depois: 1 a 1. Situação na tabela segue preocupante.
Com três atacantes, o Verdão iniciou o jogo tomando dois sustos. Aos 4 minutos Lúcio perdeu a bola para Kieza, mas Marcelo Oliveira, que atuou no lugar de Tobio, consertou o erro do companheiro. Aos 5 a defesa voltou a vacilar, mas Kieza furou já dentro da área.

A primeira investida do Palmeiras foi apenas aos 12 minutos, e de falta. Wesley levantou na área e Marcelo Oliveira resvalou de cabeça, para fora. Já com mais posse de bola, o time do técnico Ricardo Gareca sofria para criar jogadas ofensivas, pois Felipe Menezes estava muito marcado, e quando conseguia aparecer, não era muito produtivo.

Aos 24 minutos, num raro momento de lucidez de Menezes, ele lançou Wesley, que puxou para dentro e finalizou, exigindo boa defesa de Marcelo Lomba. Aos 26 Victor Luis surgiu bem pela esquerda e cruzou para Henrique, mas Lomba se antecipou e ficou com a bola.

O Bahia só voltou a incomodar a meta de Fábio aos 32 minutos num chute de longe de Rafael Miranda, mas o goleiro Palmeirense estava atento. Aos 33 Marcelo Oliveira vacilou e perdeu a bola para Marcos Aurélio, mas Lucio retribuiu o favor do do começo do jogo afastou o perigo.

Nos minutos finais da etapa inicial o Verdão esboçou uma pressão, mas não foi efetivo e ainda se descuidou no sistema defensivo, quase sofrendo um gol aos 44 minutos; Marcos Aurélio deixou Kieza cara a cara com Fábio, que salvou, para alívio dos pouco mais de 15 mil torcedores presentes ao Pacaembu.

No segundo tempo o Palmeiras voltou com Welder no lugar de Wendel, e o lateral entrou participando bem do jogo. Aos 20 segundos Lúcio vacilou na marcação de Kieza mas Welder fez bem a cobertura. Aos 2, o lateral fez bela jogada individual e tocou para Leandro, que fintou seu marcador e canhota chutou por cima.

Aos 8 minutos Josimar virou meia e lançou Henrique, que de primeira soltou a bomba, rente ao travessão. Aos 12 o volante arriscou ele mesmo da entrada da área, nas mãos de Lomba. No minuto seguinte o Bahia perdeu gol feito. Marcelo Oliveira perdeu para Kieza, que tocou para Marcos Aurélio escolher o canto, mas o meia errou o alvo.

O susto acordou o Verdão. Aos 15 minutos Victor Luis acertou ótimo cruzamento na cabeça de Henrique: 1 a 0. A torcida Palmeirense ainda comemorava quando aos 17 minutos Pará cruzou e Kieza, livre, só desviou para o fundo da meta de Fábio: 1 a 1.

Com o empate, o Palmeiras voltou a apresentar os defeitos de outras rodadas: precipitação e nervosismo. Percebendo isso, Gareca trocou Mouche por Mendieta e Felipe Menezes por Patrick Vieira, mas pouca coisa mudou. O time seguiu tendo os cruzamentos de Victor Luis como principal arma. Aos 36 minutos o lateral levantou na cabeça de Leandro, que escorou rente ao travessão.

Com o fim do jogo se aproximando, o time se precipitou ainda mais e passou a tentar chutes de qualquer lugar. Isso aconteceu duas vezes com Wesley e uma com Lúcio; obviamente sem resultado algum.

Nos minutos finais, empurrado pela torcida, o Palmeiras ainda tentou trabalhar a bola, mas o que de melhor conseguiu foi um chute cruzado de Patrick Vieira, aos 43. E foi só. Com o empate o time volta a pontuar, mas chega a 7 rodadas sem vencer e segue perto da zona de rebaixamento (agora com 14 pontos).

Quarta-feira (06/08) o Verdão recebe o Avaí para confirmar a vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. Como venceu por 2 a 0 na ida, pode até perder por um gol de diferença. O jogo será às 19h30, no Pacaembu.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.