Twitter RSS
Close

Palmeiras 0 x 2 Botafogo – 28/05/2014

renatocercadobotafoguensesgetty
PRESIDENTE PRUDENTE, BRAZIL – MAY 28: Renato #23 of Palmeiras in action during the match between Palmeiras and Botafogo for the Brazilian Series A 2014 at Paulo Constantino Stadium on May 28, 2014 in Presidente Prudente, Brazil. (Photo by Alexandre Schneider/Getty Images)

Contra o fraco time do Botafogo (e habitante da zona do rebaixamento, igual a Chapecoense) esperávamos uma vitória para reagir depois da derrota da rodada passada. Detalhe: o Botafogo não vencia há 3 jogos. A Chapecoense ainda não tinha ganhado.

No entanto, fomos superados e amargamos a 4 derrota em 8 jogos. Isso preocupa.

Jogo válido pela 8ª rodada do Brasileirão 2014.

Gols, melhores momentos.

FICHA TÉCNICA

Local: Prudentão, Presidente Prudente (SP)
Data: 28/5/2014, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC/FIFA)
Assistentes: Fabio Pereira (TO/FIFA) e Helton Nunes (SC)
Público: 5.661
Renda: R$ 173.770,00
Cartões amarelos: Bolatti e Emerson (Botafogo), Wesley (Palmeiras)
Cartão vermelho: Wesley (Palmeiras)
Gols: Bolatti, aos 15 e Zeballos, aos 48 minutos do segundo tempo

Palmeiras: Fábio; Wendel (Rodolfo), Lúcio, Marcelo Oliveira e William Matheus; Renato, Wesley, Marquinhos Gabriel (Chico) e Felipe Menezes (Bernardo); Diogo e Henrique
Técnico: Alberto Valentim (interino)

Botafogo: Renan, Lucas, Bolívar, André Bahia, Junior Cesar; Airton, Edilson e Bolatti (Rodrigo Souto); Zeballos, Wallyson (Jorge Wagner) e Emerson
Técnico: Vagner Mancini

Por Eduardo Luiz, da Redação PTD – 28/05/2014 – 21:25h.
VERGONHA EM PRUDENTE!
Palmeiras perde inúmeras chances de gol e acaba derrotado para o fraco time do Botafogo: 2 a 0.
O Verdão começou o jogo mostrando muita disposição, nem parecia que o time vinha de uma maratona de viagens. A primeira chance surgiu logo aos 3 minutos com Diogo, num chute rasteiro e cruzado que tirou tinta da trave direita do goleiro.

Aos 12 Wendel cruzou sob medida para Marquinhos Gabriel, que perdeu ótima oportunidade ao não conseguir cabecear. Aos 20 minutos Wesley levantou na área e Diogo resvalou, para fora. Só dava Palmeiras. Aos 21 Wesley descolou bom lançamento para Marquinhos Gabriel, que tentou tirar do goleiro com um leve toque, mas errou  o alvo.

A partir dos 30 minutos, porém, o Verdão diminuiu o ritmo, e como consequência o Botafogo ganhou alguns espaços para atacar. Aos 30 Emerson cruzou para Wallyson, que não alcançou. Aos 35 minutos o ex-corintiano recebeu em posição legal e balançou as redes, mas a jogada já estava parada.

Talvez para compensar, logo em seguida o árbitro resolveu não assinalar dois pênaltis a favor do Palmeiras, o primeiro numa bola na mão de André Bahia. O segundo de Junior César em Diogo; o botafoguense agarrou o Palmeirense dentro da área.

Na reta final da etapa inicial o Verdão voltou a recarregar as energias e criou mais duas boas chances, ambas no minuto 41, e as duas com Wesley. Na primeira o goleiro Renan evitou o gol após uma bomba do volante; na segunda a bola, que tinha direção, explodiu em Henrique.

No segundo tempo o Palmeiras tentou manter o embalo do final do primeiro, mas o bom futebol não durou muito. Aos 50 segundos Wesley bateu cruzado, para fora. Aos 2 Felipe Menezes arriscou de longe, fraco, nas mãos do goleiro.

O gol alviverde parecia questão de tempo, até que aos 15 minutos o Botafogo teve um escanteio, Wendel rebateu mal, Wesley não disputou e Bolatti bateu no canto de Fábio: 1 a 0. Atrás no marcador, o time se entregou de vez.

Para piorar a situação, aos 25 minutos Wesley cometeu falta dura em Emerson e como já tinha um cartão amarelo, foi merecidamente expulso. Com um homem a menos em campo, o time apenas torturou a torcida no restante da etapa complementar.

Sem empenho, morto fisicamente, desarrumado e mal orientado por Alberto Valentim, que inexplicavelmente só mexeu no time aos 30, aos 40 e aos 45 minutos, o Palmeiras ainda sofreu o segundo gol do fraco time do Botafogo, aos 48, com Zeballos.

Assim foi a quarta derrota Palmeirense no Brasileirão, a segunda seguida para equipes da zona de rebaixamento. O time permanece com 12 pontos e despenca na tabela.

No último jogo antes da parada da Copa, marcado para 16h de domingo (01/06), o Palmeiras enfrentará o Grêmio, no estádio do Juventude.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.