Twitter RSS
Close

Sampaio Corrêa 2 x 1 Palmeiras – 07/05/2014

14127792
Foto: Honório Moreira/Vipcomm

E a zica (ou incompetência?) continua.

Jogando um futebol horrendo fomos surpreendidos pelo Sampaio Corrêa e tomamos uma virada na casa do adversário.

A derrota aumenta ainda mais a pressão por melhores resultados e uma recuperação no Brasileirão.

Jogo de ida válido pela segunda fase da Copa do Brasil 2014.

Gols, melhores momentos.

FICHA TÉCNICA

Local: Castelão, São Luís (MA)
Data: 07/05/2014, quarta-feira
Horário: 22h (de Brasília)
Árbitro: Pathrice Wallace maia (RJ)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Luiz Regazone (RJ)
Público: –
Renda: –
Cartões Amarelos: Jonas, Willian Correia e Edgar (SAM); Wendel e Juninho (PAL)
Gols: Sampaio Corrêa: Edimar, aos 36 e Edgar, aos 38 minutos do segundo tempo
Palmeiras: Henrique, aos 21 minutos do segundo tempo (Pal)

Sampaio Corrêa: Rodrigo Ramos; Paulo Ricardo, Edimar, Jadson e Wilian Simões; Jonas, Uillian Correia, Arlindo Maracanã e Valber (Anderson Pimenta); Waldir (Edgar) e Willian Paulista
Técnico: Flávio Araújo

Palmeiras: Fábio; Wendel (Serginho), Lúcio, Marcelo Oliveira e Juninho; Renato, Josimar (Diogo), Wesley e Mendieta; Leandro e Henrique (Mazinho)
Técnico: Gilson Kleina

Por Eduardo Luiz, da Redação PTD – 07/05/2014 – 23:51h.
Muito mal, Palmeiras perde outra e crise aumenta
De virada, time de Gilson Kleina perde por 2 a 1 para o Sampaio Corrêa e não evita jogo de volta.

Com Fábio e Renato de titulares, o Verdão iniciou o jogo com 3 volantes e encontrando muita dificuldade para criar jogadas ofensivas, melhor para o Sampaio Corrêa, que de certa forma manteve o controle da partida.

A primeira finalização alviverde surgiu apenas aos 18 minutos com Wesley, mas o chute do volante quase saiu do estádio. Aos 20 enfim uma jogada trabalhada. Leandro tocou para Wendel, que invadiu a área e de de bico, de canhota, mandou perto da treave esquerda do goleiro.

A resposta dos mandantes não demorou. Aos 22 minutos Wiliam Simões arriscou de longe, por cima. Após 19 minutos de marasmo, o Palmeiras voltou a finalizar aos 41, novamente com Wesley, mas outra vez o chute do camisa 11 saiu descalibrado.

A melhor oportunidade do péssimo primeiro tempo só aconteceu aos 45 minutos, quando Wesley cavou falta na entrada da área que ele mesmo cobrou, exigindo de Rodrigo Ramos uma bela defesa.

Na etapa final o técnico Gilson Kleina resolveu deixar um dos três volantes no vestiário, trocando Josimar por Diogo, e o time melhorou um pouco. Logo no primeiro minuto Henrique cruzou e Diogo se atirou na bola, dividindo com o goleiro, que levou a melhor. O problema, porém, foi que o Sampaio Corrêa também melhorou, e numa intensidade maior.

Aos 2 minutos William Correia arriscou de longe, à esquerda de Fábio. Aos 4 foi a vez de Valber finalizar forte, para fora. Aos 8 Arlindo Maracanã cobrou falta e parou numa ótima defesa de Fábio. A sequência animou os mandantes na mesma proporção que desanimou o Verdão.

Melhor em campo, o Sampaio Corrêa seguiu criando as principais oportunidades. Aos 16 minutos William Paulista girou pra cima de Marcelo Oliveira e soltou a bomba, mas Fábio estava atento. Aos 19 Pimentinha fez o que quis pra cima da defesa alviverde e bateu colocado, por cima.

O gol, que parecia questão de tempo, saiu, mas para o Palmeiras. Aos 20 minutos, após levantamento de Wesley, Mendieta dominou bonito no peito e ajeitou para Henrique surgir livre na cara do goleiro: 1 a 0. Parecia que o Verdão enfim se encontraria, mas ficou na impressão…

Mesmo atrás no placar, a equipe maranhense não desanimou. Aos 24 minutos Edgar recebeu lançamento, tentou passar por Fábio mas o goleiro levou a melhor, na sequência o próprio Edgar tentou finalizar mas Lúcio o bloqueou. Aos 28 Arlindo Maracanã bateu com perigo, por cima.

De tanto insistir, o Sampaio Corrêa merecidamente chegou ao empate aos 36 minutos; Arlindo Maracanã levantou sob medida para Edimar, livre, escorar sem chance de defesa para Fábio: 1 a 1. Para delírio da torcida local, que encheu o estádio Castelão, dois minutos depois saiu o gol da virada. Pimentinha enfiou para Edgar invadir a área sem ser incomodado e escolher o canto: 2 a 1.

Com o placar a seu favor e diante de um adversário entregue, os mandantes apenas adminstraram o resultado, que força o segundo jogo, marcado para quarta-feira da semana que vem, no Pacaembu.

Sábado (10/05) o Palmeiras recebe o Goiás, pela quarta rodada do Brasileirão. O jogo será às 18h30, no Pacaembu.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.