Twitter RSS
Close

Vilhena 0 x 1 Palmeiras – 12/03/2014

leandro_gol

(Foto: http://globoesporte.globo.com)

Mais pela nossa apatia que pelo poderio do adversário não conseguimos evitar o jogo de volta nesse primeiro confronto da Copa do Brasil.

Só conseguimos o gol quase no final do jogo numa das poucas jogadas lúcidas do nosso ataque.

Jogo de ida válido pela primeira fase da Copa do Brasil 2014.

Gol, melhores momentos.

FICHA TÉCNICA

Local: Portal da Amazônia, Vilhena (RO)
Data: 12/03/2014, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Paulo Vollkopf (MS)
Assistentes: Lincoln Taques (MT) e Gislan Antonio da Silva (MT)
Público: 13 mil
Renda: –
Cartões amarelos: Valdivia e Marcelo Oliveira (Palmeiras); Alex Barcellos, Carlinhos, William, Junior, Edilsinho e Marcos Cacaú (Vilhena)
Gol: Leandro, aos 42 minutos do segundo tempo

Vilhena-RO: Dalton, Portela, Junior, Marinho, Thiaguinho, Alex, Willian (Wertinho), Carlinhos, Edilsinho (Rocha), Cucaú e João Leandro (Roalace)
Técnico: Marcos Birigui

Palmeiras: Fernando Prass, Wendel, Lucio, Marcelo Oliveira, Juninho, Eguren (Bruno César), França, Valdivia, Patrick Vieira (Leandro), Vinicius (Mendieta) e Alan Kardec
Técnico: Gilson Kleina

Por Eduardo Luiz, da Redação PTD – 12/03/2014 – 21:21h.
Palmeiras vence mas não evita jogo de volta
Leandro marca no fim, Verdão faz 1 a 0 no Vilhena em Rondônia e decidirá vaga no Pacaembu.
Apesar da formação ofensiva (4-3-3), o Palmeiras iniciou o jogo encontrando dificuldades para articular jogadas, muito em função do estado do gramado, que estava encharcado.

A primeira finalização demorou 13 minutos para acontecer, mas o chute de Alan Kardec saiu fraco. Aos 17 Eguren fez boa jogada pela esquerda e cruzou para ninguém.

Diante da apatia Palmeirense, o Vilhena começou a querer gostar da partida. Aos 22 minutos Edilsinho tentou encobrir Prass, que estava atento. Aos 24 Kardec inverteu de papel com Valdivia e deu belo passe para o meia, que não alcançou.

Aos 27 minutos Juninho cobrou uma falta que iria para fora, mas o goleiro resolveu dar um tapa, mandando para escanteio. Aos 29 outra investida dos mandantes, de novo com Edilsinho, que em impedimento recebeu e finalizou à esquerda de Prass.

As melhores oportunidades da etapa inicial acabaram sendo para o Vilhena. Aos 32 minutos João Leandro escorou levantamento de Edilsinho e fez Prass ir buscar. Logo depois, em cobrança de escanteio, Alex Barcellos também subiu mais alto que toda zaga alviverde e desviou de cabeça, por cima.

No segundo tempo o Verdão voltou um pouco mais disposto. Aos 30 segundos Juninho cruzou para Alan Kardec cabecear fraco, nas mãos do goleiro. O Vilhena respondeu logo depois, numa finalização de Marcelo Cucaú que saiu por cima.

Para não correr riscos, o Palmeiras esboçou uma pressão. Aos 5 minutos Juninho cobrou falta, a bola bateu na trave, nas costas do goleiro e saiu em escanteio. Aos 6 Patrick Vieira levantou na cabeça de Valdivia, que desviou para fora.

Aos 7 minutos Juninho fez boa jogada pela esquerda e tocou para Vinícius, que mesmo livre de marcação finalizou errado, para fora. Aos 9, outra investida do camisa 6; desta vez ele cruzou pelo alto, sob medida para Eguren, que perdeu outra chance clara.

O gol alviverde parecia amadurecer, mas aos poucos o ritmo do time foi caindo e a partida voltou a ficar chata, como foi por todo primeiro tempo. Aos 18 minutos Kleina trocou Patrick Vieira e Vinícius por Leandro e Mendieta, respectivamente, mas pouca coisa mudou.

Satisfeito com o resultado, o Vilhena também pouco criava. Aos 20 minutos João Leandro arriscou da entrada da área e Prass deixou a bola escapar, mas ela saiu em escanteio. Aos 34 Kleina queimou a última alteração, mandando a campo Bruno César no lugar de Eguren.

O camisa 30 demorou oito minutos para conseguir criar algo, mas quando criou, foi fatal. Aos 42 ele ganhou uma dividida e achou Leandro dentro da área; o atacante dominou e fuzliou: 1 a 0. Precisando de mais um gol para eliminar o jogo de volta, o Palmeiras se lançou ao ataque mas não conseguiu criar nenhuma oportunidade real.

A decisão da vaga na próxima da Copa do Brasil fase será em 10 de abril, no Pacaembu.

Sábado (15/03) o Verdão recebe a Ponte Preta no Pacaembu. O jogo, válida pela penúltima rodada da primeira fase do Paulistão, será às 16h.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.