Twitter RSS
Close

Avaí 2 x 4 Palmeiras – 17/09/2013

valdiviacomemorandofernandoalvesal

Uma partida eletrizante na Ressacada marcou a vitória do Verdão por 4 x 2.

Estivemos atrás do marcador por 2 vezes, mas conseguimos reagir e saírmos vencedores. O jogo foi bastante nervoso, principalmente pela arbitragem confusa que não assinalou 2 pênaltis a nosso favor.

Seguimos na liderança isolada e a 15 pontos do 5º colocado.

Jogo válido pela 23ª rodada da série B do Brasileirão 2013.

Gols, melhores momentos.

FICHA TÉCNICA

Local: Ressacada, Florianópolis (SC)
Data: 17/09/2013, terça-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (PR)
Assistentes: Diego Grubba Schitkovski (PR) e Edina Alves Batista (PR)
Cartões amarelos: Anderson Uchôa, Eduardo Costa, Héracles e Marquinhos (AvaÍ); Wendel, Valdivia, Mendieta e Henrique (Palmeiras)
Gols: Avaí: Márcio Diogo, aos 14 minutos do primeiro tempo; Luciano, aos 21 minutos do segundo tempo
Palmeiras: Valdivia, aos 37 minutos do primeiro tempo; Mendieta, aos 24, Vinicius, aos 36, e Eguren, aos 43 minutos do segundo tempo

Avaí: Diego; Ricardinho, Alex Lima, Bruno Maia e Héracles; Anderson Uchôa (Diego Jardel), Eduardo Costa, Cléber Santana e Marquinhos; Márcio Diogo (Luciano) e Beto (Tauã)
Técnico: Hemerson Maria

Palmeiras: Fernando Prass; Wendel, Vilson, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Wesley, Mendieta (Charles) e Valdivia (Eguren); Vinicius e Leandro (Ananias)
Técnico: Gilson Kleina

Verdão supera erros do juiz e vence o Avaí
Com dois pênaltis ignorados, Palmeiras fica atrás por duas vezes mas reage e vence por 4 a 2.

O jogo começou movimentado na Ressacada, com Palmeiras e Avaí buscando o gol. Aos 3 minutos Marquinhos cobrou falta, a bola desviou e fez Fernando Prass trabalhar. A resposta do Verdão veio aos 7, com Valdivia; o meia recebeu de Leandro, girou e chutou, mas errou o alvo.

Aos 12 minutos Leandro resolveu experimentar ele mesmo, mas a finalização saiu fraca, nas mãos de Diego. Aos 14 o gol saiu, mas foi para o Avaí. Beto e Vilson dividiram, a bola sobrou para Márcio Diogo invadir a área e escolher o canto: 1 a 0.

A frente no placar, os mandantes passaram a usar do mesmo expediente do América-MG para segurar o Palmeiras: a pancadaria. A tática deu certo, pois o time de Kleina perdeu a cabeça e o péssimo árbitro Felipe Gomes da Silva começou a distribuir cartões amarelos.

Mesmo nervoso, o Verdão seguiu criando algumas chances. Aos 21 Vinícius arriscou da entrada da área, Diego rebateu mas ninguém de branco chegou para conferir. Aos 26 Mendieta tentou um chute, interceptado por Valdivia no meio do caminho; o meia faria o gol se a assistente não assinalasse um impedimento inexistente.

Aos 28 minutos outra boa oportunidade para o empate: Mendieta cobrou falta mas Vilson chegou pouco atrasado. Aos 32 mais um erro da arbitragem; Leandro sofreu pênalti de Alex Lima, ignorado pelo homem do apito. Contra tudo e contra todos, o Palmeiras não desistiu. Aos 37 minutos finalmente a bola entrou. Juninho cruzou e Valdivia escorou no canto direito do goleiro, que ficou apenas torcendo contra, em vão: 1 a 1.

O empate animou o Verdão. Aos 39 a virada não saiu por pouco. Leandro tabelou com Mendieta e chutou para boa defesa de Diego; no rebote Wesley finalizou com desvio, por cima. Nos minutos finais do primeiro tempo o Avaí conseguiu segurar o ímpeto Palmeirense.

Na etapa final o Palmeiras voltou aparentemente mais organizado, não dando tantos espaços ao Avaí e criando boas chances para virar. A primeira logo no primeiro minuto. Wendel cruzou na cabeça de Mendieta, que mesmo livre de marcação conseguiu escorar por cima. Aos 9 o paraguaio teve a chance de se redimir, mas finalizou mal após receber passe de Valdivia.

Os primeiros quinze minutos foram todos do Verdão. Aos 14 Wesley cobrou escanteio, Vinícius resvalou no primeiro pau mas ninguém acompanhou. Dois minutos depois Leandro foi bloquear uma saída de bola e acabou se lesionando, dando lugar a Ananias.

O Avaí só foi chegar ao ataque aos 16 minutos, quando Cléber Santana tocou para Luciano finalizar nas mãos de Prass. Aos 18 Uchôa arriscou da entrada da área, mas o goleiro Palmeirense estava atento. A resposta do Verdão veio no contra-ataque finalizado por Juninho; o goleiro precisou de dois tempos para segurar a bola.

A essa altura o jogo já era equilibrado novamente, pois a aparente melhor organização do sistema defensivo do Palmeiras ficou na aparência mesmo. Aos 21 minutos Luciano girou pra cima de Vilson, avançou, invadiu a área e bateu na saída de Prass: 2 a 1. A torcida local ainda comemorava quando aos 24 o Verdão empatou: Mendieta roubou a bola no meio-campo e tocou para Valdivia; o chileno devolveu no pé do paraguaio, que soltou a bomba, rasteiro: 2 a 2.

Para reforçar a marcação, aos 27 Kleina resolveu tirar o autor do gol e mandou Charles a campo. Aos 32 o volante acompanhou um contra-ataque puxado por Valdivia e arriscou de canhota, por cima. Ananias entrava na área livre pela direita.

Melhor em campo novamente, o Verdão intensificou as investidas em busca da virada. Aos 33 Ananias cruzou para Valdivia desviar de cabeça, para fora. Aos 35 a arbitragem, que estava sumida na etapa final, voltou a aparecer ao ignorar outro pênalti a favor do Palmeiras, desta vez em cima de Juninho.

A exemplo do primeiro tempo, o time de Kleina não se abateu com o “erro” e foi em busca do gol, que saiu aos 36 minutos com Vinícius. E foi um golaço. O atacante arrancou do meio-campo, se livrou de um marcador e chutou forte, no ângulo direito de Diego, que ainda tocou na bola, mas não o suficiente para evitar a virada: 3 a 2.

Finalmente a frente no placar, o Palmeiras tratou de diminuir o ritmo para segurar os três pontos. O Avaí ainda teve uma chance para empatar, aos 39 com Marquinhos, numa cobrança de falta, mas quem balançou as redes foi o Verdão, aos 43. Wesley cobrou falta na trave e a bola se ofereceu para Eguren – que entrada pouco antes na vaga de Valdivia, empurrá-la para o fundo do gol e correr para o abraço: 4 a 2. Pouco depois o juiz encerrou o eletrizante jogo na Ressacada.

Com a vitória, a décima sexta na Série-B, o Palmeiras vai a 52 pontos, segue na liderança isolada e mantém a diferença de 15 pontos para o quinto colocado.

O próximo jogo do Verdão está marcado para 16h20 de sábado, dia 21, contra o Sport, no Pacaembu. Mendieta, suspenso, será o desfalque.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.