Twitter RSS
Close

Palmeiras 3 x 0 ASA – 10/09/2013

alankardec_ae_alexsilva
Alan Kardec abriu o placar para o Palmeiras no primeiro tempo (Foto: Alex Silva / Ag. Estado)

O Verdão conseguiu uma vitória tranquila sobre o ASA, no Pacaembu, e ampliou a vantagem na liderança da Série B. Chegamos aos 48 pontos, abrindo cinco de diferença para a segunda colocada Chapecoense, que perdeu para o Oeste um pouco mais cedo.

Além da vitória que lhe dá tranquilidade na liderança da Série B, o Palmeiras superou um antigo fantasma nesta terça-feira. Foi a primeira vez que enfrentou o ASA em São Paulo desde a traumática eliminação ainda na primeira fase da Copa do Brasil de 2002.

Jogo válido pela 21ª rodada da série B do Brasileirão 2013.

Gols, melhores momentos.

FICHA TÉCNICA

Local: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data: 10/09/2013, terça-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Público: 8.699 pagantes
Renda: R$ 272.895,00
Árbitro: Wagner dos Santos Rosa (RJ)
Assistentes: Carolina Romanholi Melo (CE) e Rafael Trombeta (PR)
Cartões amarelos: Leandro (Palmeiras). Gilson, Tiago Garça, Glaybson, Reinaldo (ASA)
Gols: Alan Kardec, aos 35 minutos do primeiro tempo. Wesley, aos 4 minutos, e Serginho, aos 34 do segundo tempo

Palmeiras: Fernando Prass; Luis Felipe, Vilson, Tiago Alves (André Luiz) e Wendel; Márcio Araújo, Wesley e Felipe Menezes (Valdivia); Vinicius (Serginho), Leandro e Alan Kardec
Técnico: Gilson Kleina

Asa: Gilson; Maicon, Tiago Garça, Fabiano e Chiquinho Baiano; Glaybson (Kleiton Domingues), Milton Júnior (Reinaldo), Djair e Didira (Tallyson); Wanderson e Lúcio Maranhão
Técnico: Leandro Campos

Verdão passa fácil pelo Asa e dispara
Kardec, Wesley e Serginho marcam, Palmeiras faz 3 a 0 e abre folga de 5 pontos na liderança da Série-B.

Com a mesma formação que enfrentou o Atlético-GO, o Palmeiras iniciou o jogo com mais posse de bola que o Asa, mas encontrando dificuldade para passar pela forte marcação exercida pela equipe alagoana. Aos 3 minutos a primeira brecha: Wesley enfiou para Kardec; o atacante bateu cruzado mas Leandro não alcançou; na sobra Vinícius mandou de novo para a pequena área, mas ninguém chegou para conferir.

Aos 7 nova chance, desta vez de bola parada. Felipe Menezes levantou e Kardec desviou para fora. Jogando todo recuado, o Asa esperava um vacilo do Verdão, e ele aconteceu, mas não foi fatal. Aos 10 Vilson furou na frente de Glaybson, que avançou e cruzou para Lúcio Maranhão cabecear com perigo, por cima.

Apagado, Felipe Menezes, único homem de criação, só foi aparecer aos 20 minutos, quando fez boa jogada pela direita e cruzou para Alan Kardec finalizar mal, sem direção. Aos 22 o meia resolveu ele mesmo arriscar de fora da área; a bola resvalou num zagueiro e foi no canto esquerdo do goleiro, que foi buscar. Aos poucos o Verdão ia ficando mais incisivo.

Aos 25 minutos Wesley enfiou para Wendel, o lateral ganhou de seu marcador e de canhota soltou a bomba, por cima. Aos 29 Alan Kardec teve boa chance numa cobrança de falta, mas parou em Gilson. O goleiro adversário voltaria a frustrar o artilheiro Palmeirense quatro minutos depois, e numa cobrança de pênalti sofrido por Márcio Araújo; o volante tabelou com Vinícius e soube cavar a penalidade; Kardec cobrou no canto esquerdo mas Gilson foi buscar.

A penalidade perdida não desanimou o time do técnico Gilson Kleina. Aos 35, apenas dois minutos depois, o gol saiu. Wesley tocou para Kardec, o atacante girou e bateu no mesmo canto esquerdo, e dessa vez Gilson não alcançou: 1 a 0.

Atrás no marcador, o Asa resolveu atacar e levou perigo aos 37 com Vanderson. O atacante recebeu de Gleybson mas foi travado por Tiago Alves na hora da finalização. No lance o defensor se lesionou e acabou sendo substituído por André Luiz. Pouco depois o árbitro encerrou a movimentada etapa inicial no Pacaembu.

O segundo tempo começou com a torcida comemorando. Aos 4 minutos Wendel tabelou com Alan Kardec e rolou para Welsey, livre de marcação, apenas empurrar a bola para o fundo da rede: 2 a 0. O Asa tentou responder prontamente com Glaybson, mas o chute do meia saiu por cima.

Com uma vantagem confortável no placar, o Palmeiras começou a tocar a bola com mais tranquilidade, sem tanta objetividade, mas não deixou de criar chances para aumentar a fatura. Aos 19 minutos Wesley cobrou escanteio na cabeça de André Luiz, mas o goleiro estava atento. Aos 20 Kleina promoveu a entrada de Valdivia, em substituição a Felipe Menezes.

Aos 26 minutos Leandro deu bom passe para Vinícius, mas o atacante finalizou mal, sem direção. Aos 28 Valdivia ajeitou para Luis Felipe soltar a bomba, para fora. Os visitantes só voltaram a criar algo aos 30 com Lucio Maranhão, mas o chute do atacante parou em Prass. No lance seguinte nova investida do Palmeiras; Valdivia arriscou de fora da área, por cima.

Quando o placar parecia definitivo, o Verdão chegou ao terceiro gol. Aos 34 minutos, Serginho, que entrara pouco antes na vaga de Vinícius, tabelou com Alan Kardec e saiu na cara do goleiro; o meia teve calma para deslocar o rival e correu para o abraço: 3 a 0.

Nos minutos finais o time de Kleina diminuiu ainda mais o ritmo, mas mesmo assim deu tempo para Valdivia acertar uma bola na trave e quase marcar um golaço. A goleada, porém, já estava estabelecida. Com a vitória o Palmeiras vai a 48 pontos, abre 5 para o vice-líder e 15 para o quinto colocado.

Sábado (dia 14, às 16h20) o Verdão viaja a Belo Horizonte para enfrentar o América-MG. Henrique, Eguren e Mendieta estarão novamente à disposição.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.