Twitter RSS
Close

Palmeiras 2 x 1 Avaí – 04/06/2013

69685
Leandro pega de primeira e manda para o fundo da rede para abrir o placar do jogo. Foto: JF Diório

Não foi uma grande atuação, mas voltamos a vencer. Os velhos problemas de marcação do meio-campo e na criação de jogadas permanecem. Mesmo assim, conseguimos acabar com a invencibilidade do adversário, que vinha de duas vitórias e um empate.

A vitória nos mantém provisoriamente na vice-liderança do campeonato.

Jogo válido pela 4ª rodada da série B do Brasileirão 2013.

Gols, melhores momentos.

FICHA TÉCNICA

Local: Novelli Junior, Itu (SP)
Data: 04/06/2013, terça-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes (RJ)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Eduardo de Souza Couto (RJ)
Cartões amarelos: Charles, Ronny e Caio (Palmeiras); Julinho, Cléber Santana e Leandro Silva (Avaí)
Gols: Palmeiras: Leandro, aos três minutos do primeiro tempo; Ronny, aos 29 minutos do segundo tempo
Avaí: Márcio Diogo, aos 20 minutos do primeiro tempo

Palmeiras: Bruno; Ayrton, Henrique, Mauricio Ramos e Juninho; Márcio Araújo, Charles (Ronny) e Tiago Real (Fernandinho); Vinicius (Serginho), Leandro e Caio
Técnico: Gilson Kleina

Avaí: Diego; Vinícius Bovi, Leandro Silva, Alef e Julinho; Alê, Eduardo Costa (Diego Jardel), Cléber Santana, Marquinhos (Tauã) e Márcio Diogo (Reis); Beto
Técnico: Ricardinho

Por Eduardo Luiz, da Redação PTD – 04/06/2013 – 21:20h.
Verdão sofre, mas vence o Avaí por 2 a 1

O jogo começou movimentado em Itu, com as duas equipes buscando o ataque. Logo aos 3 minutos o Palmeiras conseguiu fazer o que não fez em 90 diante do América-MG, no sábado: o gol. Após cobrança de escateio a bola sobrou para Vinícius, que cruzou para Leandro, de primeira e com estilo, fazer 1 a 0.

Ao contrário do esperado, porém, o gol não deu tranquilidade ao time do técnico Gilson Kleina, que seguiu criando algumas oportunidades, mas cedendo outras ao Avaí. Aos 13 minutos Charles tentou cruzar e a bola quase entrou direto. Aos 14 Eduardo Costa arriscou da entrada da área, nas mãos de Bruno.

Aos 20 minutos aconteceu o improvável: Márcio Diogo dominou antes do meio-campo e foi passando como quis por cada Palmeirense que encontrou pelo caminho. De forma inexplicável nenhum deles deu uma ombrada no atacante, que invadiu a área e deslocou Bruno: 1 a 1.

A torcida Palmeirense poderia ter ficado incrédula apenas por 1 minuto, pois na saída de bola Ayrton levantou na cabeça de Caio, que cabeceou no meio do gol, facilitando a defesa de Diego. Aos 33 Ayrton resolveu ele mesmo tentar numa bomba de fora da área que passou perto do travessão.

A última chance da etapa inicial foi do Verdão, aos 34 minutos com Tiago Real; o meia chutou de longe e Diego precisou de dois tempos para segurar a bola.

No segundo tempo, com Fernandinho no lugar de Tiago Real, o Palmeiras voltou mais organizado e menos afobado, com isso as oportunidades foram surgindo naturalmente. Aos 3 minutos Caio escorou de cabeça cobrança de escanteio mas parou em Diego.

O goleiro do Avaí estava inspirado. Aos 4 Fernandinho cobrou falta, Maurício Ramos desviou e exigiu de Diego outra boa defesa. Os visitantes só foram chegar ao ataque aos 12 minutos com Cléber Santana, num chute de primeira que saiu à esquerda de Bruno.

Como o gol não saída, aos poucos o Verdão voltou a apresentar o nervosismo da etapa inicial, prova disso foi a finalização torta de Leandro, aos 14 minutos. O lance bastou para Kleina promover mais uma alteração: Vinícius cedeu sua vaga ao estreante Serginho.

A entrada de mais um meia pouco mudou o panorama da partida. Aos 22 minutos Ayrton cobrou falta de longe e Diego deu rebote, mas Serginho não conseguiu aproveitar. Aos 28 Juninho cruzou para Caio finalizar mais uma para fora.

Desesperado, aos 28 minutos Kleina promoveu a entrada de Ronny no lugar de Charles, escancarando de vez o time. E a mudança deu certo! Segundos após entrar Ronny recebeu de Leandro, invadiu a área e deslocou o goleiro: 2 a 1.

A frente no placar e com uma formação extremamente ofensiva em campo, o Verdão começou a querer administrar o resultado, mas cedeu alguns espaços ao Avaí. Aos 35 minutos Tauã repetiu Márcio Diogo, passou como quis por dois marcadores e da entrada da área soltou a bomba para boa defesa de Bruno.

Três minutos depois Leandro Silva cobrou falta e viu a bola tirar tinta do travessão de Bruno. Nos minutos finais o Palmeiras montou uma boa retranca mais eficiente e conseguiu segurar a vitória, que leva o time de volta ao G4, agora com 9 pontos.

Sábado (08/06)) o Verdão vai a Recife para enfrentar o Sport. O jogo será às 16h20.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.