Twitter RSS
Close

Palmeiras 2 x 2 Botafogo – 04/11/2012

Ricardo Nogueira – 4.nov.2012/Folhapress

Desesperado por pontos para escapar do rebaixamento o Verdão conseguiu, aos 45 da etapa final, o gol que evitou uma nova derrota.

Por 2 vezes atrás do placar o ponto conquistado até ajuda, mas muito pouco dada a situação complicada que o time se encontra na tabela.

Com o empate o Verdão vai a 33 pontos na 18ª posição, mas agora a sete pontos de escapar do Z-4 (o Bahia está com 40). Situação delicadíssima.

Jogo válido pela 34ª rodada do Brasileirão 2012.

FICHA TÉCNICA

Local: Arena Fonte Luminosa, Araraquara (SP)
Data: 04/11/2012, domingo
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Elmo Resende Cunha (GO)
Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Kléber Lúcio Gil (SC)
Assistentes adicionais: Adriano Milczvski e Leandro Junior Hermes (ambos do PR)
Público: 13.228 pessoas
Renda: R$ 247.705,00
Gols: Palmeiras: Barcos, aos 28 minutos do primeiro tempo e aos 45 minutos do segundo tempo
Botafogo: Lodeiro, aos 20 minutos do primeiro tempo e Elkeson, aos 18 minutos do segundo tempo
Cartões Amarelos: Andrezinho e Gabriel (Botafogo)

Palmeiras: Bruno; Artur (Maikon Leite), Mauricio Ramos, Henrique e Juninho; João Denoni (Correa), Marcos Assunção, Wesley e Patrick Vieira; Luan (Obina) e Barcos
Técnico: Gilson Kleina

Botafogo: Jéfferson, Lucas (Jadson), Antônio Carlos, Dória e Márcio Azevedo; Gabriel, Renato, Fellype Gabriel (Elkeson), Andrezinho e Lodeiro (Brinner); Bruno Mendes
Técnico: Oswaldo de Oliveira

PTD, Globo EsporteTerra Esportes, Estadao, Folha Online.

Faltou sorte. Sobrou incompetência

O jogo começou em ritmo lento em Araraquara, com Palmeiras e Botafogo se respeitando demais, embora ambas equipes tivessem a necessidade de buscar a vitória.

A primeira investida ao ataque surgiu apenas aos 10 minutos, e foi para o Botafogo. Lodeiro experimentou de longe e Bruno mandou para escanteio. Aos 16 o Palmeiras respondeu com Patrick Vieira, que recebeu ótimo passe de Luan e mesmo cara a cara com Jéfferson chutou para fora.

O time do técnico Gilson Kleina tentava demonstrar tranquilidade, trocando muitos passes, até que aos 20 minutos Maurício Ramos errou feio e armou um contra-ataque para os visitantes. Lodeiro recebeu de Andrezinho e soltou a bomba, na trave; no rebote a bola voltou caprichosamente na sua cabeça: 1 a 0.

Atrás no placar, o Verdão tentou não se desesperar e teve a sorte de não demorar para chegar ao empate. Aos 28 minutos Marcos Assunção cobrou escanteio, Patrick Vieira desviou e Barcos conferiu: 1 a 1.

O gol fez a torcida presente à Arena Fonte Luminosa empurrar o time. Aos 31 minutos Assunção cobrou falta, direto para fora. Aos 41 Luan tentou de cabeça e viu a bola passar perto do travessão. Pouco depois o árbitro encerrou a etapa inicial.

No segundo tempo o Botafogo criou logo de cara uma boa oportunidade para retomar a vantagem no marcador, mas Bruno evitou o gol de Lodeiro após falhar ao não sair na bola.

Como o seu time não reagia, Kleina trocou Artur por Maikon Leite, deslocando Wesley para a lateral. Foi a senha para o Palmeiras melhorar. Aos 12 minutos o camisa 87 cruzou sob-medida para Luan perder gol feito. Aos 14 Denoni encontrou Luan livre na área, mas novamente o atacante errou a finalização.

Melhor em campo, o Verdão desperdiçou outra ótima chance aos 16 minutos, dessa vez com Maikon Leite, que invadiu a área e chutou, mas a bola desviou e saiu. O gol parecia questão de tempo, até que aos 18 minutos enfim saiu, mas foi para o Botafogo. Maurício Ramos tentou cavar uma falta na zaga, o árbitro não embarcou na dele e Lodeiro ficou com a bola; o gringo cruzou na cabeça de Elkeson, que fez 2 a 1.

Se o empate já era trágico, a derrota então… O técnico Gilson Kleina trocou Luan por Obina. Aos 21 minutos Maikon Leite carimbou a trave direita de Jefferson. Aps 25 o camisa 7 fez outra boa jogada e finalizou, mas o goleiro salvou; no rebote Patrick Vieira não aproveitou.

Desesperado, o Palmeiras se lançou de vez ao ataque. Aos 28 minutos Obina cabeceou fraco. Aos 30 Barcos fintou seu marcador e soltou a bomba de canhota, mas Márcio Azevedo salvou sobre a linha.

Mesmo após a sequência inacreditável de chances perdidas, o time seguiu tentando, embora sem o mesmo gás. Aos 36 minutos Marcos Assunção cobrou falta, nas mãos de Jefferson. Aos 43 Patrick desviou cruzamento vindo da esquerda, para fora.

Aos 45 minutos, quando a torcida já não acreditava mais, Barcos recebeu dentro da área, dominou no peito e soltou a bomba de canhota: 2 a 2. Golaço. Pena que era tarde demais para buscar a virada.

Com o empate, o Verdão vai a 33 pontos e segue em situação delicadíssima no Brasileirão.

Domingo que vem, dia 11, o Palmeiras recebe o Fluminense. O jogo será em Presidente Prudente, às 17h.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.