Twitter RSS
Close

Palmeiras 2 x 0 Cruzeiro – 20/10/2012

Motivado pela vitória da última rodada o Verdão recebeu, na cidade de Araraquara, o desinteressado Cruzeiro e deu um passo importante na fuga da degola.

O primeiro tempo foi marcado pelo equilíbrio de duas equipes, que embora estivessem com objetivos totalmente distintos, tiveram posturas parecidas em campo. O Palmeiras começou em cima, mas exagerava nos passes errados.

A alternativa da segunda etapa, principalmente, foi cavar faltas e alçar bolas na área. Aos 21′ da etapa complementar Barcos abriu o placar numa cobrança de falta de Marcos Assunção. 10′ depois o gol da tranquilidade.

Com 32 pontos, o time do Palestra Itália segue no Z-4, em 18º lugar, mas diminuiu para 4 pontos a diferença em relação o Bahia, primeira equipe acima da linha vermelha.

Jogo válido pela 32ª rodada do Brasileirão 2012.

FICHA TÉCNICA

Local: Arena Fonte Luminosa, Araraquara (SP)
Data: 20/10/2012, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moisés (Fifa-RJ) e Wagner de Almeida Santos (RJ)
Assistentes adicionais: Leonardo Garcia Cavaleiro e Rodrigo Carvalhaes de Miranda (ambos do RJ)
Gols: Barcos, aos 21 e aos 31 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Maurício Ramos (Palmeiras); Thiago Carvalho, William Magrão, Everton e Anselmo Ramon (Cruzeiro)

Palmeiras: Bruno; Artur, Mauricio Ramos, Henrique e Leandro; Márcio Araújo, Marcos Assunção e Patrick Vieira; Betinho (Wesley), Barcos (Tiago Real) e Luan (Obina)
Técnico: Gilson Kleina

Cruzeiro: Fábio, Ceará, Mateus, Thiago Carvalho e Everton; Leandro Guerreiro, Marcelo Oliveira, Willian Magrão (Tinga) e Souza (Élber); Martinuccio (Borges) e Anselmo Ramon
Técnico: Celso Roth

PTD, Globo Esporte, Terra EsportesEstadaoFolha Online.

Com 2 de Barcos, Palmeiras bate Cruzeiro e segue vivo

Sob a liderança de Marcos Assunção e o faro de artilheiro do argentino Barcos, o Palmeiras derrotou o Cruzeiro por 2 a 0, neste sábado, na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara (SP), e segue vivo na luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Beneficiado pelo empate do Bahia com o rival Corinthians, o time alviverde está agora quatro pontos (36 a 32) atrás dos baianos, os primeiros fora da zona da degola, após 32 rodadas.

20 de outubro de 2012 | 20h46

O grande destaque da partida foi o atacante Barcos, autor dos dois gols do Palmeiras – ambos no segundo tempo, quando a partida se encaminhava para um empate por 0 a 0. Agora com 25 gols desde que chegou ao clube, o argentino está a apenas dois de atingir a meta estabelecida por ele mesmo para a temporada.

Pelo Brasileirão, o próximo compromisso alviverde será contra o Internacional, em Porto Alegre, no sábado que vem. Antes, na terça, o Palmeiras terá pela frente o Millonarios, em Bogotá, na Colômbia, pela rodada de volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana. Na ida, em São Paulo, vitória palmeirense por 3 a 1. Já o Cruzeiro, totalmente desinteressado, caiu para a nona colocação, com 43 pontos, e agora enfrenta a Ponte Preta, na próxima quinta, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

 

O JOGO – Além da partida em Araraquara, todos os palmeirenses estavam ligados no que acontecia no Pacaembu. Foi difícil para os palmeirenses, mas a verdade é que pelo menos neste sábado não dava para ficar incomodado com o gol do rival, já que o Bahia é um adversário direto na briga contra a degola.

E como se fosse uma fase final de campeonato, o Palmeiras usou a velha tática de enrolar ao máximo para entrar em campo e começar o jogo. Por isso, conseguiu atrasar em cinco minutos o início da partida e teve a oportunidade de saber o placar final do jogo do Bahia antes de acabar sua partida.

Preocupado com possíveis confusões entre palmeirenses que estariam torcendo para o rival e outros que jamais aceitariam tal situação, a diretoria alviverde pediu para que o sistema de som não informasse quando saísse gol no Pacaembu. Nada poderia atrapalhar os jogadores no gramado e valeu até apelar para ajudas religiosas.

Antes do início da partida, um dos assessores de imprensa do Palmeiras, Fábio Finelli, jogou sal grosso nas traves, para “fechar o caminho” e facilitar a vida de Bruno. Se foi isso ou não, impossível saber, mas o fato é que o goleiro palmeirense foi bem quando exigido. Chegou até a fazer uma grande defesa no primeiro tempo, após chute de Anselmo Ramón.

O primeiro tempo foi marcado pelo equilíbrio de duas equipes, que embora estivessem com objetivos totalmente distintos, tiveram posturas parecidas em campo. O Palmeiras começou em cima, mas exagerou nos passes errados. A boa notícia para os torcedores foi o retorno do volante Wesley, que entrou aos 10 minutos do segundo tempo, após seis meses de recuperação de uma cirurgia no joelho.

Como deveria ser feito, o Palmeiras passou o jogo inteiro cavando faltas e aos 21 minutos do segundo tempo veio a recompensa. Marcos Assunção cobrou falta para a área e Barcos desviou de cabeça. Festa em Araraquara.

Dez minutos depois, o fim da agonia. Após Marcos Assunção começar a jogada, o argentino recebeu passe na entrada da área e como artilheiro que é, bateu com categoria por cima de Fábio e marcou seu 11.º gol no Brasileiro, para alegria da torcida.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 2 x 0 CRUZEIRO

PALMEIRAS – Bruno; Artur, Maurício Ramos, Henrique e Leandro; Márcio Araújo, Marcos Assunção e Patrick Vieira; Luan (Obina), Betinho (Wesley) e Barcos (Tiago Real). Técnico: Gilson Kleina.

CRUZEIRO – Fábio; Ceará, Mateus, Thiago Carvalho e Everton; Leandro Guerreiro, William Magrão (Tinga), Marcelo Oliveira e Souza (Borges); Anselmo Ramon e Martinuccio (Elber). Técnico: Celso Roth.

GOLS – Barcos, aos 21 e aos 31 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Maurício Ramos (Palmeiras); Thiago Carvalho, Everton, Anselmo Ramon e William Magrão (Cruzeiro).

ÁRBITRO – Marcelo de Lima Henrique (Fifa/RJ).

RENDA – R$ 277.420,00.

PÚBLICO – 9.873 pagantes.

LOCAL – Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara (SP).

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.