Twitter RSS
Close

Vasco 3 x 1 Palmeiras – 12/09/2012

Barcos tenta dominar a bola, marcado de perto por Douglas (Foto: Marcelo Theobald / O Globo)

Precisando desesperadamente de uma vitória para começar a reação para sair da zona da degola, o Palmeiras foi ao RJ enfrentar a também pressionada equipe Vascaína. Os cruzmaltinos se saíram melhores.

O Verdão até saiu na frente, mas não soube aproveitar a vantagem e segurar o adversário para que a pressão natural de sua torcida surtisse efeito.

Ainda no primeiro tempo o jogo foi empatado. Na volta para a segunda etapa o Vasco virou logo aos 6′ e desmontou qualquer estratégia Verde.

A nova derrota – décima quarta em 24 rodadas, faz o time cair para a vice-lanterna e ver os times fora do Z4 a 8 pontos de distância.

Jogo válido pela 24ª rodada do Brasileirão 2012.

FICHA TÉCNICA

Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 12/09/2012, quarta-feira
Horário: 22h. (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Rafael da Silva Alves (RS)
Assistentes adicionais: Devarly Lira do Rosario e Felipe Duarte Varejão (ambos do ES)
Cartões amarelos: Jonclei, Alecsandro, Nilton e Felipe (Vasco); Henrique e Wellington (Palmeiras)
Gols: Vasco: Tenorio, aos 29 minutos do primeiro tempo; Nilton, aos cinco, e Juninho Pernambucano, aos 26 minutos do segundo tempo
Palmeiras: Luan, aos 23 minutos do primeiro tempo

Vasco: Fernando Prass; Max (Luan), Dedé, Douglas e William Matheus; Nilton, Wendel, Juninho Pernambucano e Jhon Cley (Felipe); Tenorio e Alecsandro (Éder Luis)
Técnico: Gaúcho

Palmeiras: Bruno; Artur, Maurício Ramos, Wellington e Juninho; Henrique, Correa, Tiago Real (Vinícius) e Valdivia; Luan (Betinho) e Barcos (Obina)
Técnico: Felipão

PTD, Globo Esporte, Terra EsportesEstadaoFolha Online.

Por Eduardo Luiz, da Redação PTD – 12/09/2012 – 23:55h.
Segundona, lá vamos nós!

No jogo dos pressionados, o Vasco iniciou melhor. Logo aos 3 minutos Tenório bateu cruzado e Wellington quase fez contra. No lance seguinte Jonclei arriscou de fora da área, por cima.

O Palmeiras só foi responder aos 11 minutos com Tiago Real, mas a finalização do camisa 23 saiu sem perigo. Aos 14 Valdivia experimentou de longe, a bola desviou em Dedé e saiu em escanteio. Após equilibrar a partida, o Verdão não demorou para chegar ao gol. Aos 23 minutos Tiago Real cruzou, Wellington exigiu de Fernando Prass uma ótima defesa mas no rebote Luan conferiu: 1 a 0. 

Atrás no marcador, o Vasco passou a ser vaiado pela sua torcida, mas o Palmeiras não soube tirar proveito e logo foi castigado. Aos 29 minutos Wendel levantou na área, Alecsandro escorou e Tenório concluiu: 1 a 1. A zaga alviverde foi mera espectadora do lance. 

Ciente que o empate era ruim, o time de Felipão voltou a atacar. Aos 31 minutos Tiago Real cobrou escanteio, Luan desviou e Prass salvou com o pé. Aos 34 Valdivia soltou a bomba de fora da área, a bola desviou em Dedé mas o goleiro conseguiu evitar o gol. O Vasco respondeu rapidamente. No contra-ataque Tenório escorou por cima do travessão um cruzamento da esquerda. 

O último lance de perigo da etapa inicial aconteceu aos 44, e foi para o Palmeiras. Barcos passou por seu marcador, invadiu a área mas nem cruzou nem chutou e viu a bola sair pela linha de fundo. 

Na etapa final o Palmeiras voltou mais ligado, e criou logo de cara duas boas chances para fazer o gol, a primeira aos 50 segundos num chute rasteiro de Tiago Real e a segunda num chute de Luan que Fernando Prass fez milagre.

Tudo caminhava bem até que aos 6 minutos Real cometeu falta estúpida perto da área; Juninho cobrou, novamente a zaga apenas olhou, Bruno foi de forma bisonha na bola e Nilton desviou: 2 a 1. 

O gol desmoronou o time de Felipão, sorte do Vasco, que passou a tocar a bola com enorme tranquilidade. A facilidade era tamanha que aos 26 minutos Tenório colocou o veterano Juninho para correr, e ele não teve dificuldades para deslocar o fraco Bruno: 3 a 1. 

Morto, o Palmeiras apenas esperou o apito final do juiz. A nova derrota – décima quarta em 24 rodadas, faz o time cair para a vice-lanterna e ver os times fora do Z4 a 8 pontos de distância. Segundona, lá vamos nós! 

Domingo (16/09) o Palmeiras recebe o Corinthians no Pacaembu. O clássico será às 16h. Coitada da torcida…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.