Twitter RSS
Close

Coritiba 1 x 1 Palmeiras – 19/07/2012

Coritiba e Palmeiras continuam mal das pernas no Brasileirão (Foto: Daniel Castellano / Ag. Estado)

Oito dias após conquistar o Bi da Copa do Brasil voltamos a enfrentar o adversário da decisão no gramado do título.

A missão era vencer para fugir da zona da degola, no entanto, um jogo bem sem graça, daqueles que não ficarão marcados por muito tempo.

Saímos na frente do marcador mas o mistão em campo não resistiu e cedeu o empate.

O ponto conquistado ajuda muito pouco na luta para fugir das últimas posições. É necessário reagir rápido.

Jogo válido pela 10ª rodada do Brasileirão 2012.

FICHA TÉCNICA

Local: Couto Pereira, Curitiba (PR)
Data: 19/07/2012, quinta-feira
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro
Assistentes: Thiago Gomes Brigido e Celso Luiz da Silva
Cartões amarelos: Lucas Mendes, Éverton Ribeiro e Lincoln (Coritiba); Wellington, Juninho e Mazinho (Palmeiras)
Cartão vermelho: Pereira (Coritiba)
Gols: Coritiba: Anderson Aquino, aos 22 minutos do segundo tempo
Palmeiras: Patrik, aos 5 minutos do primeiro tempo

Coritiba: Vanderlei; Ayrton, Pereira, Emerson e Lucas Mendes (Lincoln); Willian (Anderson Aquino), Junior Urso, Everton Ribeiro e Rafinha; Robinho e Everton Costa (Thiago Primão)
Técnico: Marcelo Oliveira

Palmeiras: Bruno; Artur, Leandro Amaro, Wellington e Juninho; Márcio Araújo, Fernandinho, Patrik e Daniel Carvalho (Felipe); Mazinho (João Denoni) e Betinho (Obina)
Técnico: Felipão

Por Eduardo Luiz, da Redação PTD – 19/07/2012 – 23:06h.
Mistão do Verdão volta de Curitiba com 1 ponto

No palco do título da Copa do Brasil, o Verdão foi quem começou dando as cartas. Marcando no campo de ataque e tocando bem a bola, o time que foi comando por Murtosa não demorou a abrir o placar. Aos 5 minutos Mazinho achou Betinho dentro da área e o camisa 33 apenas ajeitou para Patrik finalizar de primeira: 1 a 0.

Após sofrer o gol, o Coritiba se lançou ao ataque. Aos 12 minutos Rafinha levaria perigo se seu chute não fosse interceptado por Artur. Num contra-ataque, aos 18, o Palmeiras quase ampliou. Artur passou por 3 marcadores e rolou para Patrik, mas Lucas estava atento e cortou. No minuto seguinte Mazinho foi até a linha de fundo e cruzou para Fernandinho finalizar e exigir de Vanderlei uma boa defesa.

O Palmeiras fez um bom jogo até os 26 minutos, quando Patrik fintou um zagueiro e chutou por cima. Após o lance, porém, o time recuou demais e cometeu muitas faltas, dando ao Coritiba o que ele mais queria: jogada de bola parada. Em pelo menos 3 oportunidades os mandantes levaram perigo, a primeira aos 30 com Ayrton, a segunda aos 40, com Emerson e a última aos 42 com Everton Costa; em todas Bruno fez a defesa e assegurou a vitória parcial no primeiro tempo.

Na etapa final o panorama da partida pouco mudou, a diferença foi que o Palmeiras parou de dar tantas faltas bobas para o rival ao redor da área. Sem conseguir chegar com sua principal arma, o Coritiba tinha de entrar na defesa trocando passes, mas o sistema defensivo alviverde estava bem postado.

Aos 20 minutos, porém, o Verdão cometeu falta perto da área e Ayrton cobrou direto; Bruno estava adiantado e viu a bola explodir no travessão. No rebote, após muita confusão, Betinho conseguiu aliviar o perigo. Aos 22 os mandantes foram ajudados pela arbitragem e chegaram ao empate. A irregularidade foi no lance anterior, quando Lincoln simulou pateticamente uma penalidade. A arbitragem deveria paralisar o jogo e amarelar o meia, mas inexplicavelmente não fez isso. A jogada prosseguiu e Aquino completou de cabeça cruzamento da esquerda: 1 a 1.

O gol inflamou o Coritiba, que partiu em busca da virada. Aos 37 minutos Anderson Aquinho recebeu ótima assistência de Rafinha e saiu na cara de Bruno, que fez milagre. Aos 45 Lincoln teve sua chance, mas finalizou fraco, nas mãos do camisa 1 Palmeirense. Ainda deu tempo para Pereira ser expulso após cometer falta dura em Obina, que reestreou, mas mal pegou na bola.

Com o resultado o Palmeiras vai a 7 pontos e perde a chance de sair nesta rodada da incômoda zona de rebaixamento.

Domingo, dia 22, o Verdão recebe o Náutico na Arena Barueri (às 16h). João Vítor, Henrique, Valdivia e Maikon Leite estarão novamente à disposição de Felipão, que também estará de volta após cumprir suspensão. Já o volante Marcos Assunção segue como dúvida.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.