Twitter RSS
Close

Palmeiras 1 x 1 São Paulo – 15/07/2012

37931
Valdivia cai na área e o árbitro marca pênalti a favor do Palmeiras. O meia chileno não pega bem na bola durante a cobrança e o goleiro Denis defende, impedindo o empate. Foto: Ernesto Rodrigues/AE

Ainda festejando o título da Copa do Brasil a ressaca não teve espaço e fomos a campo para começar a reação no campeonato nacional logo num Choque-Rei.

Fizemos uma boa partida e até vencido. Jogamos todo o segundo tempo com 10, já que Henrique foi expulso e Valdívia ainda perdeu um pênalti.

O empate nos deixa com seis pontos e ainda na zona de rebaixamento, mas a boa atuação nos dá esperança de reação.

Jogo válido pela 9ª rodada do Brasileirão 2012.

FICHA TÉCNICA

Local: Arena Barueri, Barueri (SP)
Data: 15/07/2012 (domingo)
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez (Fifa-RJ)
Assistentes: Rodrigo Pereira Joia (Fifa-RJ) e Dibert Pedrosa Moisés(Fifa-RJ)
Assistentes adicionais: Wagner Reway (MT) e Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Cartões amarelos: Henrique, Maikon Leite, Cicinho, João Vitor (Palmeiras); Rafael Toloi, Denilson, Osvaldo (São Paulo)
Cartão vermelho: Henrique (Palmeiras)
Público: 8.374 pagantes
Renda: R$ 301.620,00
Gols: Palmeiras: Mazinho, aos 36 minutos do segundo tempo
São Paulo: Luis Fabiano, aos 12 minutos do primeiro tempo

Palmeiras: Bruno, Artur, Maurício Ramos (Maikon Leite), Leandro Amaro e Juninho; Henrique, Márcio Araújo, João Vitor e Valdivia; Mazinho (Fernandinho) e Betinho (Cicinho)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

São Paulo: Denis; Douglas (Willian José), Rafael Toloi, Rhodolfo e Cortez; Denilson (Maicon), Casemiro (Rodrigo Caio), Cícero e Jadson; Osvaldo e Luis Fabiano
Técnico: Ney Franco

Verdão merecia os três pontos

Mesmo cheio de desfalques e ainda comemorando o título da Copa do Brasil, o Palmeiras inciou o clássico melhor que o São Paulo, mas a primeira investida ao ataque surgiu apenas aos 9 minutos, quando Valdivia invadiu a área pela direita e cruzou muito fechado, nas mãos de Dênis.

A equipe do estreante Ney Franco pouco produzia até que aos 12 minutos Valdivia cometeu falta desnecessária na intermediária. Jádson cobrou e ninguém acompanhou Luis Fabiano, que abriu o placar com extrema facilidade: 1 a 0. Perdendo o jogo de forma injusta, o Verdão partiu em busca do empate. 

Aos 18 minutos Henrique experimentou de longe, para fora. Aos 24 Douglas recuou errado, Betinho recebeu e soltou a bomba para boa defesa de Dênis. Na cobrança de escanteio o goleiro sãopaulino voltou a trabalhar após cabeçada de Leandro Amaro. No minuto seguinte João Vítor tentou colocado, à esquerda. 

Após a pressão, o Palmeiras caiu um pouco de rendimento, mas em nenhum momento viu o rival levar perigo. Nos minutos finais da etapa inicial a equipe de Felipão voltou a tentar o empate em duas finalizações de Mazinho, mas não conseguiu. 

Já sem Maurício Ramos, lesionado, e com Maikon Leite em campo, o Verdão voltou para o segundo tempo no mesmo ritmo do primeiro, ou seja, superior ao São Paulo. Quis o destino, porém, que tudo desse certo para o rival. Aos 7 minutos Henrique cometeu falta dura em Osvaldo e como já tinha amarelo, foi expulso. 

Mesmo com um homem a menos, o Palmeiras seguia melhor. Aos 11 minutos Valdivia fez fila, entrou na área e foi derrubado por Rafael Tolói, pênalti bem assinalado pelo árbitro mas desperdiçado pelo Mago, que praticamente recuou para Dênis. 

A penalidade perdida seria a senha para o São Paulo se impor, mas isso não aconteceu. O campeão da Copa do Brasil mostrou uma garra fora do comum e seguiu dando as cartas. Aos 21 minutos Mazinho cruzou para Maikon Leite finalizar para fora. O adversário só foi incomodar aos 23, num chute sem direção de Cícero. 

Em busca do em empate, o Verdão voltou a levar perigo aos 35 com Valdivia, mas o chute do camisa 10 saiu por cima do travessão de Dênis. No minuto seguinte, porém, os quase 10 mil Palmeirenses presentes à gelada Arena Barueri enfim puderam comemorar. Maikon Leite cobrou escanteio, Mazinho finalizou, Dênis fez grande defesa mas no rebote Leandro Amaro ajeitou para Mazinho concluir de cabeça: 1 a 1. 

Nos minutos finais o São Paulo se abriu todo em busca de vitória mas o que de melhor conseguiu foi uma cabeçada torta de Rodrigo Caio, enquanto que o Palmeiras desperdiçou a chance de sair com uma vitória histórica em dois bons contra-ataques perdidos por Maikon Leite. Assim foi o clássico em Barueri.

Com o resultado o time de Felipão vai a 6 pontos, permanece na zona de rebaixamento, mas dá mostras que a má colocação é passageira. 

Quinta-feira, dia 19, o Verdão reencontra o Coritiba na casa do adversário. O jogo será às 21h. A lista de desfalques é gigante: Luan, Thiago Heleno, Román, Maurício Ramos e Barcos estão lesionados. João Vítor, Henrique e Maikon Leite suspensos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.