Twitter RSS
Close

Figueirense 0 x 1 Palmeiras – 27/07/2011

Foto: IG

Após ser parado pela trave duas vezes, o time de Luiz Felipe Scolari conseguiu um triunfo suado por 1 a 0 graças a um gol do zagueiro Maurício Ramos no final da partida com o Figueirense.

Após Maurício Ramos e Maikon Leite terem acertado a trave ao longo da partida, o gol que definiu o resultado positivo para o Palmeiras foi assegurado a sete minutos do final: após falha do goleiro Wilson em cobrança de falta de Marcos Assunção, Maurício Ramos marcou de peito aos 38min do segundo tempo.

O resultado fez com que o Palmeiras conquistasse seu primeiro triunfo em seis jogos fora de casa. Com 22 pontos, o Palestra retoma a quarta posição pelo menos até esta quinta, quando o Vasco enfrenta o Bahia.

Jogo válido pela 12ª rodada do Brasileirão 2011.

FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE 0 X 1 PALMEIRAS

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 27 de julho de 2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Alicio Pena Júnior (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Fabrício Vilarinho da Silva (GO)
Cartões amarelos: Ygor (Figueirense). Thiago Heleno, Gerley, Marcos Assunção, Márcio Araújo, Kleber (Palmeiras)
GOL: PALMEIRAS: Maurício Ramos, aos 38 minutos do segundo tempo

FIGUEIRENSE: Wilson; Pablo (Coutinho), João Paulo, Edson Silva e Juninho; Ygor, Túlio, Maicon (Rhayner) e Fernandes; Heber (Elias) e Aloísio
Técnico: Jorginho

PALMEIRAS: Deola; Cicinho, Maurício Ramos, Thiago Heleno e Gerley; Márcio Araújo, Marcos Assunção e Valdivia (João Vitor); Maikon Leite (Chico), Kleber e Wellington Paulista (Luan)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Globo Esporte, Terra EsportesEstadaoFolha Online.

27 JUL2011
23h43
atualizado em 28/7/2011 às 00h49

O Palmeiras conseguiu sua primeira vitória como visitante no Campeonato Brasileiro, após 12 rodadas. Após ser parado pela trave duas vezes no Estádio Orlando Scarpelli, o time de Luiz Felipe Scolari conseguiu um triunfo suado por 1 a 0 graças a um gol do zagueiro Maurício Ramos no final da partida com o Figueirense, estendendo o péssimo momento da equipe catarinense na competição nacional.

Após Maurício Ramos e Maikon Leite terem acertado a trave ao longo da partida, o gol que definiu o resultado positivo para o Palmeiras foi assegurado a sete minutos do final: após falha do goleiro Wilson em cobrança de falta de Marcos Assunção, Maurício Ramos marcou de peito aos 38min do segundo tempo.

O resultado fez com que o Palmeiras conquistasse seu primeiro triunfo em seis jogos fora de casa – até então, a equipe paulista havia obtido três empates e perdido duas vezes. Além de voltar a vencer após dois jogos, a equipe de Felipão chegou aos 22 pontos ganhos e recuperou, temporariamente, o quarto posto da tabela. O Vasco, com 20, caiu para quinto, mas nesta quinta enfrenta o Bahia em São Januário, no encerramento da rodada.

 

Por outro lado, o Figueirense, que fez um surpreendente bom início de campeonato, amargou seu quinto jogo sem vitória e perdeu a invencibilidade dentro de casa. Sem triunfar desde que bateu o Santos por 2 a 1 no final de junho, a equipe dirigida pelo ex-lateral Jorginho alcançou um mês de jejum e seguiu com 16 pontos – além de ter perdido a invencibilidade caseira de seis partidas.

Sem Márcio Araújo e nem Kleber, suspensos após acumularem o terceiro cartão amarelo, o Palmeiras volta a campo na rodada noturna de sábado, às 21h, quando duela com o Atlético-MG no Canindé. Já o Figueirense vai ao Estádio de Pituaçu enfrentar o Bahia, às 18h30 de domingo.

O jogo
Felipão promoveu duas mudanças significativas para o duelo com o Figueirense nesta quarta-feira: sacou Luan e apostou em Wellington Paulista, que esteve apagado ao lado de Kleber e Maikon Leite no ataque. Além disso, ele promoveu a entrada do recém contratado Gerley, substituindo o improvisado Rivaldo na lateral esquerda.

As alterações não significaram uma mudança significativa na apresentação alviverde, apesar de o gol ter ficado muito próximo em três ocasiões. Primeiro, com 1min, Kleber fez boa jogada individual e bateu na saída de Wilson e errou por pouco.

Mais tarde, aos 23min, Marcos Assunção cobrou falta na área e o zagueiro Maurício Ramos cabeceou na trave. Kleber pegou o rebote e mandou para as redes, mas o árbitro Alício Pena Júnior invalidou a jogada alegando impedimento – apesar de as câmeras de televisão mostrarem que, na hora em que o camisa 15 palmeirense escorou a bola, o atacante estava em posição legal.

A trave voltou a parar o Palmeiras no segundo tempo, quando Maikon Leite recebeu na área aos 9min e chutou cruzado, mas a bola resvalou no poste e saiu pela linha de fundo. Enquanto isso, o Figueirense, que chegou a criar bastantes jogadas ofensivas no Orlando Scarpelli, exigiu pouco de Deola, substituto do poupado Marcos e foi punido aos 38min do segundo tempo.

Em uma jogada clássica palmeirense, Marcos Assunção cobrou falta na área, Wilson interveio mal na jogada e espalmou no peito de Maurício Ramos. A bola cruzou a linha e decretou a primeira vitória do time – apesar de o time da casa ter ido com tudo à frente nos minutos decisivos em busca da igualdade.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.