Twitter RSS
Close

Fluminense 1 x 0 Palmeiras – 24/07/2011

Foto: ESPN

No retorno do meia Valdivia, que estava fora dos gramados desde o início de maio por lesão, o torcedor alviverde pôde ver em campo juntos os três maiores ídolos do elenco atual – o goleiro Marcos, o atacante Kleber, além do jogador chileno.

Em um jogo com alta temperatura, marcado por muitas faltas, nove cartões amarelos e poucas chances de gol,

a partida esteve longe de primar pela técnica.

Com Kleber e Valdivia em tarde nada inspirada, o Palmeiras tentava marcar na base da correria. A estratégia não deu certo e decretou a derrota alviverde. O time permaneceu com 19 pontos e caiu para quinta colocação da tabela.

Jogo válido pela 11ª rodada do Brasileirão 2011.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 1 X 0 PALMEIRAS

Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Data: 24 de julho de 2011, domingo
Hora: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (PR)
Assistentes: Gilson Bento Coutinho e José Carlos Dias Passos (ambos do PR)
Cartão Amarelo: Márcio Rosário, Deco, Edinho e Fred (Flu); Rivaldo, Thiago Heleno, Cicinho,Márcio Araújo e Maurício Ramos (Pal)
GOL: FLUMINENSE: Marquinho, aos 29 minutos do segundo tempo

FLUMINESE: Diego Cavalieri; Mariano, Gum, Márcio Rosário e Carlinhos; Edinho, Diguinho, Marquinho (Valencia), Souza (Ciro) e Deco (Rafael Sobis); Fred
Técnico: Abel Braga

PALMEIRAS: Marcos; Cicinho, Mauricio Ramos, Thiago Heleno e Rivaldo; Márcio Araújo, Marcos Assunção, Valdivia (Dinei) e Luan; Maikon Leite (Patrick) e Kleber
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Globo Esporte, Terra EsportesEstadaoFolha Online, ESPN.

24 JUL2011
17h57

atualizado às 19h28

Em um jogo com alta temperatura, marcado por muitas faltas, nove cartões amarelos e poucas chances de gol, o Fluminense bateu o Palmeiras por 1 a 0 neste domingo, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, e se recuperou no Campeonato Brasileiro após sofrer duas derrotas seguidas (contra Flamengo e Coritiba).

Com o resultado, a equipe tricolor subiu para a décima colocação do torneio, com 15 pontos. O time alviverde, por outro lado, permaneceu com 19, caiu para o quinto lugar e manteve seu jejum de não conseguir vencer fora de casa até o momento na competição.

No Palmeiras, a novidade foi o retorno do meia Valdivia, que estava fora dos gramados desde o início de maio por lesão. Com isso, pela primeira vez em 322 dias, o torcedor alviverde pôde ver em campo juntos os três maiores ídolos do elenco atual – o goleiro Marcos, o atacante Kleber, além do jogador chileno.

Pelo lado do Fluminense, o técnico Abel Braga preferiu começar com o recém-contratado Rafael Sobis no banco e escalou Deco entre os titulares. Fred, de volta da Seleção Brasileira, foi o único atacante no onze inicial. O meia argentino Martinuccio, pivô da recente “guerra” entre os dois clubes que serviu para apimentar o jogo (ele tinha pré-contato com o Palmeiras, mas acertou com os cariocas), não foi relacionado.

Com tantas atrações, o nome do confronto foi o “coadjuvante” meia Marquinho. O meia, que recentemente renovou seu contrato com o Fluminense, teve um gol mal anulado no segundo tempo antes de marcar de cabeça o tento da vitória dos anfitriões, aos 29min do segundo tempo.

O jogo

Em um gramado em péssimo estado, o primeiro tempo foi truncado, com poucas chances de gol e muitas faltas e erros de passes. O Fluminense até levantou a sua torcida logo aos 2min, quando Deco cruzou na medida para Fred cabecear e parar em boa defesa de Marcos. A partir daí, porém, só chegou com perigo mais duas vezes – Diguinho recebeu de Deco na cara do gol, mas não dominou, e Edinho quase fez de fora da área.

Do outro lado, a equipe paulista esbarrava na marcação e só assustava em lances de bola parada. O panorama foi diferente aos 31min, quando Maikon Leite aproveitou desvio da defesa e tocou por cima de Diego Cavalieri – a bola, caprichosamente, saiu pouco acima do travessão do gol tricolor. Os visitantes seguiram no ataque. Cinco minutos depois, o ex-atacante santista girou para cima de Carlinhos após lançamento de Cicinho e chutou para defesa do goleiro do Fluminense.

A equipe carioca voltou para a etapa final com Ciro no lugar do apagado Souza e pressionando pelo lado esquerdo. Aos 5min, Marquinho cruzou e a bola resvalou na mão de Maurício Ramos – os tricolores pediram pênalti, mas a arbitragem ignorou. Já aos 15min, Marcos Assunção cobrou falta da intermediária e Diego Cavalieri defendeu em dois tempos.

Cinco minutos depois, Abel mexeu novamente no Fluminense e promoveu a estreia de Rafael Sobis, que substituiu Deco. Aos 24min, o lance mais polêmico da partida: Carlinhos cruzou da esquerda e Marquinho, em posição legal, desviou para as redes. A arbitragem, porém, assinalou impedimento. Já aos 29min, não teve jeito: Mariano cruzou da direita e o mesmo Marquinho desviou forte de cabeça para vencer Marcos e, desta vez, correr para o abraço.

Com Dinei na vaga de Valdivia, o Palmeiras tentou pressionar nos minutos finais, mas não conseguiu o empate – aos gritos de “o campeão voltou” da torcida, os tricolores administraram tranquilamente a vantagem. Ainda daria tempo para Fred e Maurício Ramos discutirem de forma áspera e levarem amarelo e encerrarem o duelo quente. Na próxima rodada, o Fluminense visita o Atlético-MG. Já os paulistas jogam fora novamente, contra o Figueirense.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.