Twitter RSS
Close

Internacional 2 x 2 Palmeiras – 12/06/2011

D’Alessandro Internacional protege a bola observado por Cicinho. Marcos Nagelstein/VIPCOMM

Depois de vencer na última rodada e se manter entre os líderes da competição, o Palestra foi ao Beira-Rio para tentar um bom resultado.

Apesar de ter começado a partida mais apelando para o expediente da bola parada, o Palmeiras cresceu e foi protagonista do jogo na casa do Internacional, mas não conseguiu segurar o resutado tomando gol aos 45min do segundo tempo.

Com dois gols contra, um de cada equipe, o placar seria justo, não fosse o bom futebol que o time de Luiz Felipe Scolari apresentou no Beira-Rio.

Jogo válido pela 4ª rodada do Brasileirão 2011.

FICHA TÉCNICA

Local: Beira-Rio, Porto Alegre (RS)
Data: 12/06/2011, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Gutemberg de Paula Fonseca (Fifa-RJ)
Auxiliares: Rodrigo Pereira Joia (Fifa-RJ) e Rodrigo Corrêa (RJ)
Cartões amarelos: Zé Roberto e Gilberto (Inter); Patrik, Marcos Assunção, Luan e Danilo (Palmeiras)
Gols: Inter: Márcio Araújo (contra), aos 6, e Leandro Damião, aos 45 minutos do segundo tempo
Palmeiras: Rodrigo (contra), aos 10, e Luan, aos 21 minutos do segundo tempo

Internacional: Lauro; Nei, Bolívar, Rodrigo e Kleber; Tinga (Fabrício), Guiñazu, Oscar (Gilberto) e D’Alessandro; Zé Roberto e Leandro Damião
Técnico: Paulo Roberto Falcão

Palmeiras: Marcos; Cicinho, Thiago Heleno, Danilo e Gabriel Silva (Chico); Marcos Assunção, Márcio Araújo, Patrik (Lincoln) e Luan; Adriano Michael Jackson (Dinei) e Kleber
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Globo Esporte, Terra Esportes, Folha Online.

Palmeiras sofre empate do Inter aos 45min do segundo tempo

MARIANA MAZIERO
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

O Palmeiras foi protagonista do jogo na casa do Internacional, mas não conseguiu segurar o empate de 2 a 2. O gol de empate saiu aos 45min do segundo tempo.

Com dois gols contra, um de cada equipe, o placar seria justo, não fosse o bom futebol que o time de Luiz Felipe Scolari apresentou no Beira-Rio, em Porto Alegre.

O jogo começou morno, mas depois dos primeiros 15 minutos as chances de gols começaram a esquentar a partida. O Palmeiras teve bastante dificuldade de sair da marcação e apresentava o futebol que o Felipão condena, esperando oportunidade apenas nas bolas paradas.

O quadro mudou com algumas escapadas da marcação e o Palmeiras conseguiu criar boas chances de gol, especialmente com a bola parada de Marcos Assunção, que assustou o goleiro Renan pelo menos três vezes.

Foi então que o Palmeiras passou a ser protagonista do jogo e começou a ter iniciativa. Mas o primeiro tempo acabou sem gols.

No intervalo, o goleiro Marcos falou que iria alertar seus companheiros sobre a velocidade do Inter, que era um ponto forte da equipe de Porto Alegre.

“Está um jogo equilibrado, bom de se jogar pela qualidade das duas equipes. O forte deles é a velocidade e temos de ficar atentos com isso”, falou o goleiro palmeirense.

No retorno do jogo, logo aos 5min do segundo tempo, um erro de Márcio Araújo abriu o placar para o Internacional, que comemorou muito o gol contra.

Sem se abater, o Palmeiras foi para o ataque e, aos 9min, Marcos Assunção cobra falta com a bola venenosa que só ele sabe mandar e colocou dentro da área. Na recepção, Kleber pega meio sem jeito e a bola bate em Rodrigo, do Inter, antes de entrar no gol de Renan. Foi o segundo gol contra da partida e o empate.

O terceiro gol do jogo e segundo do Palmeiras sai com uma bela jogada de Marcos Assunção, que vê Luan bem posicionado e manda uma certeira. Luan aproveita com precisão e manda por baixo do goleiro, sem chance para Renan.

O Inter pressionou muito no finalzinho e foi assim que conseguiu fazer seu segundo gol. O empate veio aos 45min com uma cabeçada de Leandro Damião, que marcou o primeiro gol dele no Campeonato Brasileiro

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.