Twitter RSS
Close

Palmeiras 1 x 0 Atlético-PR – 04/06/2011

Foto: ESPN

Em um gelado Canindé, o Palmeiras correu demais – tanto para espantar o frio, quanto para cumprir as determinações de Felipão. Sem um armador de ofício no time – Lincoln ficou no banco -, o técnico pediu movimentação e troca intensa de passes.

E a estratégia deu certo. O Palestra foi melhor, mas passou a encontrar muita dificuldade após a expulsão de Rômulo, já que a equipe paranaense se fechou na defesa. O gol de Chico, aos 30min do segundo tempo, saiu com a melhor arma dos comandados de Felipão: a bola parada de Marcos Assunção.

Com a vitória o Palmeiras vai a 7 pontos e se mantém entre os líderes do Brasileirão.

Jogo válido pela 3ª rodada do Brasileirão 2011.

FICHA TÉCNICA

Local: Canindé, São Paulo (SP)
Data: 04/06/2011, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Renda: R$ 274.532,00
Público: 10.372 pessoas
Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez (RJ)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moises (Fifa-RJ) e Ediney Guerreiro Mascarenhas (RJ)
Cartões amarelos: Kleber e Chico (Palmeiras); Deivid (Atlético-PR)
Cartões vermelhos: Rômulo (Atlético-PR)
Gol: Chico, aos 30 minutos do segundo tempo

Palmeiras: Marcos; Cicinho (Chico), Thiago Heleno, Danilo e Gabriel Silva; Marcos Assunção, Márcio Araújo, Patrik (Lincoln) e Luan; Adriano (Wellington Paulista) e Kleber
Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Atlético-PR: Márcio; Rômulo, Manoel, Rafael Santos e Paulinho; Deivid, Marcelo Oliveira (Robston), Branquinho e Paulo Baier (Kleberson); Nieto e Adaílton (Madson)
Técnico: Adilson Batista.

PTD, Globo Esporte, Terra Esportes, Folha Online, ESPN.

Por Eduardo Luiz, da Redação PTD – 04/06/2011 – 20:39h.
Ex-atleticano dá vitória ao Verdão

Estreando a nova camisa e um novo patrocinador (BMG, nas mangas), o Verdão iniciou o jogo com mais posse de bola que o Atlético, mas com dificuldades para criar jogadas de perigo. Diante desse panorama, que já virou rotina, restava as bolas paradas de Marcos Assunção.

Aos 7 minutos o volante assustou o goleiro depois de uma cobrança de falta; a bola desviou mas Márcio conseguiu espalmar. Depois de um período sem nenhuma emoção, o time de Felipão voltou a levar perigo aos 22 minutos com Cicinho; o lateral recebeu passe de Márcio Araújo e chutou cruzado; Márcio defendeu. Aos 25 um lance polêmico: Gabreil Silva invadiu a área e foi derrubado por Rômulo, mas o árbitrou mandou seguir.

O camisa 6 Palmeirense ainda protagonizaria a principal investida do Verdão na etapa inicial. Aos 31 minutos ele fintou um zagueiro e mesmo cara a cara com o goleiro, isolou. Aos 33 Cicinho cruzou e Kleber desviou de cabeça, por cima. Já o Atlético, muito mal, só assustou Marcos em uma oportunidade, num chute colocado de Adaílton que saiu à esquerda do camisa 12.

No segundo tempo apenas o Atlético voltou com alteração, mas a entrada de Madson pouco modificou a maneira do visitante jogar. Sem mudanças, o Palmeiras voltou encontrando as mesmas dificuldades do primeiro tempo, ou seja, não conseguindo passar pela retranca do rival.

A situação da partida só foi começar a mudar aos 12 minutos, quando Rômulo, que já tinha um cartão amarelo, recebeu o segundo e foi expulso depois de cometer falta em Kleber. Com um homem a mais, Felipão promoveu três alterações: sairam Adriano, Patrik e Cicinho para as entradas de Wellington Paulista, Lincoln e Chico.

As alterações fizeram com que o jogo ficasse mais aberto, mas como Lincoln entrou mal, o Verdão seguiu sem criatividade no meio-campo. Aos 30 minutos, porém, quando a torcida já demonstrava certa impaciência, Marcos Assunção cobrou escanteio e Chico desviou de cabeça: 1 a 0.

A frente no placar, o Verdão ainda desperdiçou ótima chance de definir a vitória aos 32 com Luan, mas o camisa 21 nem passou nem chutou. Para não correr riscos, Scolari tratou de mandar o time segurar o 1 a 0 até o apito final do juiz, e foi o que aconteceu. Com mais uma vitória, o Palmeiras vai a 7 pontos e se mantém entre os líderes do Brasileirão.

Domingo que vem (12/06) o Verdão enfrenta o Internacional, no Beira-Rio. O jogo está marcado para às 16h.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.