Twitter RSS
Close

Palmeiras 2 x 0 Coritiba – 11/05/2011

Marcos comemora gol com Marcos Assunção: faltaram quatro.
Foto: MIGUEL SCHINCARIOL

Com uma missão praticamente impossível de ser cumprida, o Palmeiras entrou em campo para tentar reverter o elástico placar sofrido no jogo de ida.

Felipão começou o jogo um tanto cauteloso, mas o adversário não estava interessado em atacar.

Com um homem a mais na segunda etapa, o Palestra foi pra cima e marcou 2 vezes.

No final do jogo, satisfeita com o empenho demonstrado pelos jogadores em campo, a torcida ainda gritou “olé” e homenageou Marcos e Felipão. O bom humor e o apoio dos Palmeirenses acabou sendo o saldo positivo de mais uma eliminação no primeiro semestre.

Agora o Verdão para por mais de dez dias, pois o próximo compromisso oficial está marcado apenas para 22/05 (um domingo) contra o Botafogo, em jogo válido pela estreia do Brasileirão.

Jogo de volta válido pelas quartas de final da Copa do Brasil 2011.

FICHA TÉCNICA

Local: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data: 11/05/2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Renda: R$ 219.374,00
Público: 6.541 pagantes
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)
Assistentes: Márcia Caetano (RO) e Jossemar Moutinho (PE)
Cartões amarelos: Jonas e Lucas Mendes (Coritiba); Kleber (Palmeiras).
Cartões vermelhos: Bill (Coritiba)
Gols: Emerson (contra), aos 25 segundos do primeiro tempo; Marcos Assunção, aos 20 minutos do segundo tempo

Palmeiras: Marcos; João Vitor (Patrik), Thiago Heleno, Danilo e Gabriel Silva; Chico, Marcos Assunção, Márcio Araújo e Lincoln (Tinga); Kleber e Wellington Paulista (Adriano)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Coritiba: Edson Bastos; Jonas, Demerson, Emerson e Lucas Mendes; Leandro Donizete, William, Davi (Leonardo), Anderson Aquino (Maranhão) e Éverton Ribeiro (Marcos Paulo); Bill.
Técnico: Marcelo Oliveira.

PTD, Globo Esporte, Terra Esportes, Estadao, Folha Online.

Palmeiras vence no Pacaembu, mas Coritiba leva a vaga

O Palmeiras derrotou o Coritiba por 2 a 0, na noite desta quarta-feira, no Pacaembu, mas não foi suficiente. Como tinha vencido o jogo de ida por 6 a 0, na semana passada, o time paranaense conseguiu confirmar a classificação para as semifinais da Copa do Brasil, quando irá enfrentar o Ceará, que eliminou o Flamengo.

12 de maio de 2011 | 00h04

A missão palmeirense era praticamente impossível, mas o time conseguiu se despedir com dignidade da Copa do Brasil. E ainda acabou com a incrível série de 24 vitórias seguidas do Coritiba, que ainda não tinha perdido nesta temporada. Já o time paranaense pôde comemorar a vaga, mantendo o sonho de conquistar o título inédito.

Antes do jogo, um pequeno grupo de torcedores ficou do lado de fora protestando contra o time. Alguns, inclusive, quebraram vidros do ônibus da delegação palmeirense na chegada ao estádio. Mas, dentro do Pacaembu, a torcida do Palmeiras tratou de incentivar os jogadores em campo – o público foi de mais de 6,5 mil pagantes.

O Palmeiras era quem precisava marcar gol, mas foi o Coritiba quem teve a primeira grande chance do jogo. Aos oito minutos, Bill apareceu sozinho na frente de Marcos, mas o goleiro palmeirense fez ótima defesa. Depois disso, o time paranaense pouco criou no ataque, limitando-se a segurar as investidas do ataque adversário.

O Coritiba, porém, foi pouco ameaçado no primeiro tempo. Sem criatividade no ataque, o Palmeiras apostou exclusivamente nas jogadas de bola parada com Marcos Assunção. Assim, foram inúmeros cruzamentos para a área, todos bem anulados pela defesa da equipe paranaense. E não houve sequer uma grande chance de gol palmeirense.

Mas panorama do jogo mudou no segundo tempo. O atacante Adriano, que tinha entrado no lugar do contundido Wellington Paulista durante o intervalo, disputou a bola dentro da área e o zagueiro Emerson acabou marcando gol contra. Assim, o Palmeiras fez 1 a 0 logo aos 25 segundos, animando a sua fanática torcida presente no Pacaembu.

Depois disso, o Palmeiras passou a pressionar. Para ajudar, o atacante Bill foi expulso aos 16 minutos, deixando o Coritiba com um jogador a menos em campo. Aí, o segundo gol palmeirense saiu aos 20, em cobrança de falta de Marcos Assunção. Mas ainda faltavam quatro gols para, pelo menos, levar a decisão da vaga para os pênaltis.

Apesar da vontade palmeirense para buscar uma vitória mais elástica e diminuir o vexame da histórica goleada sofrida na semana passada, o Coritiba conseguiu suportar a pressão. O time paranaense até que levou alguns sustos, mas saiu do Pacaembu com a vaga nas semifinais da Copa do Brasil. Agora, o desafio é contra o Ceará.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.