Twitter RSS
Close

Coritiba 6 x 0 Palmeiras – 05/05/2011

Foto: Agência Lance

Após a desclassificação na semifinal do estadual, o Palmeiras foi a campo pela Copa do Brasil e foi goleado e está praticamente eliminado. Somente um milagre pode reverter a situação.

Jogo de ida válido pelas quartas de final da Copa do Brasil 2011.

FICHA TÉCNICA

Local: Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 05/05/2011, quinta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Público: 31.278 espectadores
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden
Auxiliares: Altemir Hausmann e Julio Cesar Rodrigues Santos
Cartões amarelos: Cleiton, Leandro Donizete e Rafinha (Coritiba); Luan e João Vitor (Palmeiras)
Cartões vermelhos: Rivaldo (Palmeiras)
Gols: Emerson, aos 11, Davi, aos 22, Léo Gago, aos 43 minutos do primeiro tempo; Bill, aos 11, Geraldo, aos 45, Anderson Aquino, aos 47 minutos do segundo tempo.

Coritiba: Edson Bastos; Jonas, Pereira (Cleiton), Émerson e Lucas Mendes; Leandro Donizete (Willian), Léo Gago, Davi, Anderson Aquino e Rafinha (Geraldo); Bill.
Técnico: Marcelo Oliveira

Palmeiras: Marcos; João Vitor (Chico), Leandro Amaro, Danilo e Rivaldo; Marcos Assunção, Márcio Araújo, Patrik (Wellington Paulista) e Lincoln (Adriano); Kleber e Luan
Técnico: Luiz Felipe Scolari.

PTD, Globo Esporte, Terra Esportes, Estadao, Folha Online.

PATÉTICO!

O jogo começou dando a impressão que seria equilibrado. Logo no primeiro minuto o Verdão armou um ataque que foi finalizado por Patrik, à direita de Edson Bastos. No meio do caminho, porém, Leandro Donizete acertou um carrinho violento em Kleber, mas o árbitro advertiu o volante apenas com um cartão amarelo.

No lance seguinte, aos 2 minutos, o Coritiba deu a resposta com Emerson, de cabeça, para fora. Era o aperitivo do que estava por vir. Andando em campo, o time de Felipão não conseguia trocar dois passes seguidos, além de marcar muito mal. Aos 11 minutos Rafinha cobrou escanteio e todos Palmeirenses ficaram observando Emerson cabecear: 1 a 0.

O gol desestabilizou ainda mais o Palmeiras. Aos 21 minutos, depois de uma tentativa de finalização de Marcos Assunção, os donos da casa puxaram contra-ataque; Bill cruzou para Davi finalizar sozinho de dentro da área: 2 a 0. Após o segundo gol do Coritiba, Felipão levantou do banco e mandou que seu time administrasse o primeiro tempo. A orientação foi seguida a risca, pois nenhuma oportunidade que levasse perigo a Edson Bastos foi criada.

Para piorar a situação, os paranaensas ainda acharam mais um gol antes do encerramento da etapa inicial. Do meio-campo, Léo Gago dominou, fintou como quis seu marcador e soltou a bomba; a bola desviou em Danilo e encobriu Marcos: 3 a 0. Para sorte dos Palmeirenses, o árbitro deu só um minuto de acréscimo…

O Palmeiras voltou para o segundo tempo com Chico e Wellington Paulista nos lugares de João Vítor e Patrick, respectivamente, mas pouca coisa – ou praticamente nada – mudou. O time seguia apático, errando passes fáceis e cometendo faltas desnecessárias. Diante desse panorama, o quarto gol do Coritiba não demorou a sair. Aos 10 minutos Bill foi derrubado por Leandro Amaro dentro da área; pênalti que o próprio centroavante cobrou: 4 a 0.

Com a goleada estabelecida, os donos da casa passaram a administrar o resultado, enquanto que os Palmeirenses perderam de vez a cabeça. Aos 17 minutos Rivaldo deu uma cotovelada em Bill; o bandeira viu e o delatou ao árbitro, que expulsou o camisa 11.

Com um homem a mais em campo e ganhando com facilidade, os mandantes diminuiram o ritmo, mas não deixaram de criar lances de perigo. Aos 31 minutos Davi ficou cara a cara com Marcos mas isolou. Aos 36 Jonas recebeu lançamento de Léo Gago e chutou cruzado, à direita. No apagar das luzes, aos 46 minutos, Geraldo avançou desde o meio-campo e fuzliou da entrada da área: 5 a 0. No último lance do jogo Anderson Aquino ainda encerrou a humilhação: 6 a 0. E foi “só”!

O jogo de volta, desnecessário, está marcado para 21h50 de quarta-feira que vem, dia 11/05, no Pacaembu.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.