Twitter RSS
Close

Palmeiras 2 x 1 Athletico – 28/08/2021

O jogador Luan, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do C Athletico Paranaense, durante partida válida pela décima oitava rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, na arena Allianz Parque. (Foto: Cesar Greco)

Após uma série de resultados ruins, o Palestra recebeu em casa a equipe atleticana com o propósito de vencer para manter-se na briga pelas primeiras colocações da tabela.

Dominando a partida, o Verdão conseguiu se impor e sair de campo com os 3 pontos mesmo após tomar o empate na metade do segundo tempo.

Com o resultado positivo em casa o Palmeiras encerra um jejum de 4 rodadas sem vitória no Brasileirão, vai a 35 pontos e mantém a vice-liderança.

Jogo válido pela 18ª rodada do Brasileirão 2021.

FICHA TÉCNICA

Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)
Data: 28/08/2021, sábado
Horário: 21h00 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Jose Eduardo Calza (RS)
Público: (portões fechados)
Renda: –
Cartões amarelos: Zé Rafael, Deyverson e Felipe Melo (PAL)
Gols: Palmeiras: Luan, aos 21 minutos do primeiro tempo, e Rony, aos 25 do segundo;
Athletico-PR: Bissoli, aos 20 minutos do segundo tempo

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gómez e Piquerez; Danilo, Zé Rafael (Patrick de Paula), Raphael Veiga (Rony) e Dudu (Felipe Melo); Gabriel Veron (Breno Lopes) e Willian (Deyverson)
Técnico: Abel Ferreira

Athletico: Santos; Marcinho, Pedro Henrique, Zé Ivaldo e Abner; Richard, Christian (Carlos Eduardo) e Léo Cittadini; Terans, Jader (Pedro Rocha) e Bissoli
Técnico: António Oliveira

Lance!Globo EsporteTerra Esportes.

Por Eduardo Luiz
28/08/2021, 22h54

Luan e Rony fizeram os gols do Palmeiras, que encerrou jejum de 4 rodadas sem vitória no nacional; time vai a 35 pontos e mantém a vice-liderança.

Primeiro tempo

Com três novidades no time titular – Piquerez, Veron e Willian, o Palmeiras iniciou o jogo encontrando dificuldades para criar jogadas de perigo. O Athletico-PR, por sua vez, achava alguns espaços para finalizar; foram 3 chutes em menos de 10 minutos, todos nas mãos de Weverton. A primeira conclusão do Verdão foi aos 13 minutos: Danilo cruzou e Dudu escorou de cabeça, para fora.

Aos 17 minutos enfim uma jogada bem trabalhada: Dudu tocou para Raphael Veiga limpar seu marcador e bater colocado, exigindo boa defesa de Santos. Após a cobrança de escanteio, Piquerez brigou pela bola e deixou para Dudu, que isolou. Aos 20, novamente Dudu surgiu como garçom, outra vez servindo Veiga, que de direita bateu sem direção.

Já melhor em campo, o Palmeiras abriu o placar aos 21 minutos: Raphael Veiga cobrou escanteio e Luan subiu mais que os defensores adversários para fazer 1 a 0. A frente no placar, o time de Abel Ferreira partiu em busca do segundo gol. Aos 23 minutos Zé Rafael chutou da entrada da área, a bola desviou no meio do caminho e quase enganou o goleiro. Aos 25, após jogada ensaiada em cobrança de falta, Willian chutou por cima do travessão.

O Athletico-PR só voltou a finalizar aos 29 minutos, mas o chute de Richard não levou perigo à meta de Weverton. Aos 31, Dudu cobrou escanteio, Zé Rafael fez a casquinha e Danilo dividiu com o zagueiro, que fez contra. O árbitro, porém, inventou uma falta do volante e nem foi consultar o VAR. Aos 38 minutos Dudu puxou contra-ataque e deu o gol de presente para Willian, mas o camisa 29 desperdiçou. Três minutos depois Raphael Veiga soltou a bomba e viu a bola passar perto da trave.

Antes do primeiro tempo terminar cada time chegou mais uma vez. Aos 42 minutos Danilo bateu colocado, para fora. Aos 43, o Athletico chegou ao empate com Bissoli, mas o gol foi corretamente anulado porque Terans dominou a bola com a mão no início da jogada.

Segundo tempo

Sem mudanças, o Verdão voltou para a etapa final procurando o ataque. Aos 6 minutos Raphael Veiga cobrou falta de longe, por cima. Aos 8, o camisa 23 recebeu sem ângulo e chutou forte; Santos mandou para escanteio. O Athletico chegou pela primeira vez apenas aos 16 minutos, mas o chute de Bissoli não levou perigo.

Aos 17 minutos o técnico Abel Ferreira promoveu alteração tripla: saíram Veron, Willian e Raphael Veiga para as entradas de Breno Lopes, Deyverson e Rony, respectivamente. Em tese, o Palmeiras ficaria mais ofensivo, mas 3 minutos depois das trocas a equipe visitante chegou ao empate: Zé Rafael abandonou a marcação e Bissoli recebeu livre na entrada da área para soltar a bomba, sem chance de defesa para Weverton: 1 a 1.

Por sorte, não deu muito tempo para o Verdão sentir o gol. Aos 25 minutos Breno Lopes fez boa jogada individual pelo lado direito do ataque e cruzou para Deyverson, que foi rápido para tocar para Rony dominar e chutar cruzado, por baixo, para vencer Santos: 2 a 1. Novamente a frente no placar, o Palmeiras mudou de postura e recuou.

Para segurar o resultado, aos 40 minutos Abel fez mais duas mexidas: Zé Rafael deu lugar a Patrick de Paula, e Felipe Melo substituiu Dudu. Dois minutos depois de entrar, Felipe Melo fez ótimo lançamento para Deyverson, que em posição legal não conseguiu passar pelo goleiro. Nos últimos minutos, contando os 4 de acréscimo, o Verdão conseguiu manter o Athletico distante da sua meta e garantiu a vitória.

Com o resultado positivo em casa o Palmeiras encerra um jejum de 4 rodadas sem vitória no Brasileirão, vai a 35 pontos e mantém a vice-liderança.

Agora o Verdão entra em “férias”, já que o próximo jogo acontecerá apenas em 15 dias; será contra o Flamengo, em 12/9, às 16h, no Allianz Parque.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.