Twitter RSS
Close

São Paulo 1 x 1 Palmeiras – 10/08/2021

O jogador Luan, da SE Palmeiras, disputa bola com o jogador Pablo, do São Paulo FC, durante partida válida pelas quartas de final, ida, da Copa Libertadores, no Estádio do Morumbi. (Foto: Cesar Greco)

No quarto Choque-Rei da temporada 2021, o Palestra foi até o Morumbi em busca de um bom resultado para o jogo de volta.

Em uma partida pragmática e sem muitas chances, o empate com gols é um resultado a ser comemorado considerando o gol qualificado.

O Verdão saiu atrás do marcador, mas buscou o empate numa bela cobrança de falta de Patrick de Paula.

No jogo de volta, marcado para 21h30 da próxima terça-feira (17/8), no Allianz Parque, o Palmeiras terá a vantagem do 0 a 0 para avançar à semifinal da Libertadores.

Jogo de ida válido pelas quartas de final da Libertadores 2021.

FICHA TÉCNICA

Local: Estádio do Morumbi, São Paulo (SP)
Data: 10/08/2021, terça-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Nestor Pitana (ARG)
Assistentes: Ezequiel Brailovsky (ARG) e Gabriel Chade (ARG)
Público: (portões fechados)
Renda: –
Cartões amarelos: Daniel Alves (SPA); Renan (PAL)
Gols: São Paulo: Luan, aos 8 minutos do segundo tempo;
Palmeiras: Patryck de Paula, aos 28 do segundo tempo

São Paulo: Tiago Volpi; Arboleda (Welington e depois Reinaldo), Miranda e Léo; Daniel Alves, Luan, Liziero, Rodrigo Nestor (Igor Gomes) e Gabriel Sara; Rigoni e Pablo
Técnico: Hernán Crespo

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gómez e Renan; Danilo, Zé Rafael (Patrick de Paula) e Raphael Veiga (Gabriel Veron); Dudu, Breno Lopes (Wesley) e Rony (Luiz Adriano)
Técnico: Abel Ferreira

Lance!Globo EsporteTerra Esportes.

Por Eduardo Luiz
10/08/2021, 23h33

São Paulo saiu na frente no começo do segundo tempo, mas Patrick de Paula fez o gol do 1 a 1 e que dá ao Verdão a vantagem do 0 a 0 no jogo de volta para se classificar.

Primeiro tempo

Com Renan mantido na lateral-esquerda, sem Scarpa, e com Dudu, Rony e Breno Lopes formando o trio ofensivo, o Palmeiras iniciou o jogo vendo o São Paulo tomar a iniciativa. Aos 2 minutos, após rebote de Weverton em cobrança de escanteio, Luan chutou de primeira, para fora. Aos 13, Daniel Alves lançou Gabriel Sara, que não pegou em cheio na bola, mas o suficiente para exigir boa defesa do goleiro Palmeirense.

Em busca do gol, o time mandante teve outra boa chance aos 15 minutos: Rigoni mandou para a área, Pablo resvalou e Weverton mostrou reflexo para afastar o perigo. O Verdão só foi responder aos 20 minutos, em jogada de bola parada: Dudu cobrou escanteio e Renan foi no terceiro andar para desviar à direita de Tiago Volpi.

A chance criada fez o time do técnico Abel Ferreira ganhar mais confiança. Aos 21 minutos Dudu arrancou do meio-campo e tocou para Breno Lopes, que tinha Rony livre ao seu lado, mas o atacante foi fominha e tentou uma finalização com o pé trocado, mandando muito longe do gol. Depois dessa oportunidade o clássico esfriou, panorama que durou por aproximadamente 15 minutos.

Aos 37, Rodrigo Nestor arriscou da entrada da área, longe do gol. Dois minutos depois novamente Dudu apareceu bem como garçom servindo outra vez Breno Lopes, que mais uma vez preferiu finalizar com o pé trocado ao invés de tentar acionar Rony de canhota. Aos 40, Gabriel Sara soltou a bomba de média distância, para fora.

Antes do primeiro tempo terminar o Palmeiras conseguiu mais duas finalizações, a primeira aos 43 minutos em cobrança de falta mal executada por Raphael Veiga, a segunda um minuto depois, com Gómez, que ganhou de Arbodela pelo alto e escorou por cima do travessão após cobrança de escanteio de Dudu.

Segundo tempo

O Verdão voltou para a etapa final com Wesley no lugar de Breno Lopes. Mas logo na saída de bola o São Paulo criou uma chance: Rodrigo Nestor arrancou sem ser incomodado até entrar na área e chutar de bico, nas mãos de Weverton. A resposta alviverde não demorou. Aos 7 minutos Wesley fez fila na defesa adversária até finalizar com desvio de Wellington que quase encobriu Tiago Volpi. Após a cobrança de escanteio, Danilo ficou com a sobra e chutou rente ao travessão.

O Palmeiras parecia se aproximar do gol, mas quem abriu o placar foi o São Paulo. Aos 8 minutos, depois de levantamento na área, Gómez hesitou em afastar, Renan escorregou e Rodrigo Nestor finalizou duas vezes; Weverton fez duas defesas, mas na terceira, em arremate de Luan, ele não teve o que fazer: 0 a 1.

Pouco depois do gol, Abel resolveu mexer: Rony deu lugar a Luiz Adriano. Aos 14 minutos Wesley recebeu livre, fintou Daniel Alves mas teve o chute travado por Miranda. Aos 16, após saída errada do Palmeiras, Daniel Alves cruzou para Liziero chegar chutando e ver a bola tirar tinta do travessão. Aos 22 minutos Gabriel Sara arriscou de média distância e fez Weverton trabalhar.

Percebendo que o time sentiu, aos 23 Abel Ferreira mudou novamente: Patrick de Paula substituiu Zé Rafael. E seis minutos depois de entrar o camisa 5 empatou o jogo: Dudu sofreu falta e o volante cobrou forte, rasteiro, no canto direito de Tiago Volpi: 1 a 1. Animado com o empate, o Verdão partiu em busca da virada. Aos 30 minutos Luiz Adriano roubou a bola no campo de ataque e tocou para Wesley enfiar para Raphael Veiga, que foi travado pelo goleiro.

Aos 35 minutos Dudu recebeu pelo lado esquerdo do ataque e cruzou para Patrick de Paula chutar de primeira; Luiz Adriano interceptou e tentou finalizar, mas errou o alvo por muito. Aos 41, Abel trocou Raphael Veiga por Gabriel Veron. Quatro minutos mais tarde, após rebote de escanteio, Patrick tentou por cobertura e viu a bola passar perto do gol de Tiago Volpi. E foi só.

No jogo de volta, marcado para 21h30 da próxima terça-feira (17/8), no Allianz Parque, o Palmeiras terá a vantagem do 0 a 0 para avançar à semifinal da Libertadores.

Sábado (14/8) o Verdão visita o Atlético-MG em confronto direto pela liderança do Brasileirão. O jogo está marcado para 19h, no Mineirão.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.