Twitter RSS
Close

Palmeiras 0 x 0 São Paulo – 20/05/2021

O jogador Victor Luis, da SE Palmeiras, disputa bola com o jogador Igor, do São Paulo FC, durante partida válida pela final, ida, do Campeonato Paulista, Série A1, na arena Allianz Parque. (Foto: Cesar Greco)

Em campo para o primeiro confronto da final do estadual 2021, o Palestra recebeu o rival SP com o que tinha de melhor a disposição, mesmo usando equipes alternativas durante praticamente toda a competição.

Numa partida em que prevaleceram as defesas, ambas as equipes tiveram muitas dificuldades para criar chances claras de gol, protagonizando um clássico truncado e bastante disputado no meio-campo.

O Verdão tentava, e quando conseguia furar o bloqueio defensivo tricolor, parava nas boas defesas do adversário.

Com o 0 a 0 no Allianz Parque, a decisão do título Paulista ficou para a partida de volta, marcada para 16h de domingo (23/5), no Morumbi.

Jogo de ida válido pela final do Paulistão 2021.

FICHA TÉCNICA

Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)
Data: 20/05/2021, quinta-feira
Horário: 22h00 (de Brasília)
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Anderson José de Moraes Coelho
Público: (portões fechados)
Renda: –
Cartões amarelos: Rony, Abel Ferreira (Palmeiras); Miranda (São Paulo)

Palmeiras: Weverton; Luan, Gustavo Gómez e Renan; Mayke, Felipe Melo, Patrick de Paula (Danilo Barbosa), Raphael Veiga (Gustavo Scarpa) e Victor Luis; Rony e Luiz Adriano (Wesley).
Técnico: Abel Ferreira.

São Paulo: Tiago Volpi; Arboleda, Miranda e Léo; Daniel Alves (Igor Vinícius), Luan, Liziero, Gabriel Sara e Reinaldo; Benítez (Igor Gomes) e Pablo.
Técnico: Hernán Crespo

Lance!Globo EsporteTerra Esportes.

Por Eduardo Luiz
20/05/2021, 23h58

As duas equipes tiveram poucas oportunidades de gol no Allianz Parque e ficaram no 0 a 0; decisão ficou para domingo, no Morumbi.

Primeiro tempo

Com força máxima – com exceção de Marcos Rocha, lesionado, o Palmeiras iniciou a partida tomando a iniciativa, embora de maneira tímida. Aos 7 minutos Rony ganhou de Léo Pelé na velocidade e cruzou para Victor Luis, mas Daniel Alves se antecipou ao lateral e mandou para escanteio. Aos 13, após rebote da defesa alviverde em cobrança de falta, Benítez chutou fraco, fácil para Weverton.

Pressionando a saída de bola do São Paulo, o Verdão quase teve sucesso aos 14 minutos: Benítez deu a bola nos pés de Rony, que enfiou para Luiz Adriano chutar forte e parar em boa defesa de Tiago Volpi. Depois dessa jogada, porém, o clássico deu uma esfriada, pois as duas equipes encaixaram a marcação. Diante desse panorama, as chances de gol rarearam.

Aos 25 minutos Reinado passou facilmente por Mayke e cruzou para Pablo desviar de cabeça, para fora. Aos 39, Rony arriscou de fora da área, sem direção. Antes do primeiro tempo terminar ainda deu tempo para mais uma finalização do Palmeiras, desta vez com Patrick de Paula, mas novamente sem qualquer perigo à meta adversária.

Segundo tempo

Na etapa final nada mudou. Palmeiras e São Paulo voltaram se respeitando demais e criando pouco. Aos 6 minutos Gabriel Sara foi lançado em impedimento, o assistente deixou seguir, Gómez cortou e Pablo bateu colocado, nas mãos de Weverton. Aos 13, Miranda saiu jogando errado e deu a bola nos pés de Raphael Veiga, que avançou e soltou a bomba para boa defesa de Tiago Volpi. Rony ficou reclamando o passe.

Aos 15 minutos outra investida do rival, novamente com uma ajudinha da arbitragem: o juiz assinalou falta de ombro com ombro de Raphael Veiga com Lizieiro; Reinaldo cobrou forte e Weverton espalmou. Dez minutos depois Igor Vinícius cruzou na cabeça de Igor Gomes, que livre na área escorou à direita de Weverton.

Depois do susto, o técnico Abel Ferreira resolveu mexer no time. Aos 28 ele trocou Raphael Veiga por Scarpa, e Patrick de Paula por Danilo Barbosa. Com as trocas, o Verdão ficou mais solto. Aos 29 minutos a bola sobrou para Victor Luis e ele chutou para fora, com desvio. Após a cobrança de escanteio, Renan desviou com as costas e a bola tirou tinta da trave direita de Volpi.

Aos 31 minutos Victor Luis tocou para Rony e o camisa 11 finalizou para fora. Aos 37, Mayke ficou com a sobra na entrada da área, fechou o olho e chutou por cima do travessão. Aos 40, o camisa 12 fez a sua, ou seja, cruzou para Rony concluir de cabeça, à esquerda do goleiro. E quando parecia se aproximar do gol, o Palmeiras viu o rival crescer nos últimos 5 minutos.

Aproveitando que o Verdão se lançou ao ataque, o São Paulo conseguiu incomodar a meta de Weverton. Aos 42 minutos, após confusão na área, Felipe Melo travou Pablo na hora da finalização. A jogada prosseguiu e Gabriel Sara arriscou de longe; a bola explodiu na trave. Aos 43 Abel trocou Luiz Adriano por Wesley, mas não deu tempo para a alteração surtir efeito.

Com o 0 a 0 no Allianz Parque, a decisão do título Paulista ficou para a partida de volta, marcada para 16h de domingo (23/5), no Morumbi.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.