Twitter RSS
Close

Inter de Limeira 0 x 0 Palmeiras – 14/03/2019

O jogador Bruno Henrique, da SE Palmeiras, disputa bola com o jogador Thomaz, da AA Internacional-Limeira, durante partida válida pela décima rodada, do Campeonato Paulista, Série A1, no Estádio Major José Levy Sobrinho. (Foto: Cesar Greco)

Na expressiva marca de 2500 jogos disputados no Campeonato Paulista, o Palmeiras entrou em campo tentando uma vitória para assumir a liderança provisória da chave.

No entanto, o Verdão esbarrou na retranca dos mandantes, e em seus próprios erros, apesar de dominar completamente a partida.

Com um homem a mais praticamente durante todo o segundo tempo, o Palestra não conseguiu achar espaços para se aproximar da meta adversária.

Com o empate o Verdão chega a 19 pontos e iguala a pontuação do Santo André na liderança do Grupo B, mas fica atrás pelo número de vitórias: 6 a 5. A equipe do ABC ainda jogará na rodada, contra o Mirassol, fora de casa.

Jogo válido pela 10ª rodada do Paulistão 2020.

FICHA TÉCNICA

Local: Estádio Major José Levy Sobrinho, Limeira-SP
Data: 14/03/2020, sábado
Horário: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Vinícius Furlan
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Fabrício Porfirio de Moura
Cartões amarelos: Airton e Murilo Rangel (ITL); Marcos Rocha, Felipe Melo, Bruno Henrique, Ramires e Lucas Lima (PAL)
Cartões vermelhos: Airton (ITL); Marcos Rocha (PAL)

Inter de Limeira: Rafael Pin; Léo, João Victor, Jean Pablo e Jonathan (Lucas Balardin); Marquinhos, Thomaz (Nata) e Murilo Rangel (Daniel Vançan); Lucas Braga, Tcharlles e Airton
Técnico: Elano

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Felipe Melo, Vitor Hugo e Viña; Bruno Henrique (Patrick de Paula), Ramires (Zé Rafael) e Dudu; Willian, Rony e Luiz Adriano (Lucas Lima)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Lancenet!Globo EsporteTerra EsportesEstadao.

JOGO SERÁ O 2500º DA HISTÓRIA DO PALMEIRAS EM CAMPEONATO PAULISTA

O confronto com a Inter de Limeira será histórico, pois, ao entrar em campo, o Palmeiras atingirá a expressiva marca de 2500 jogos disputados no Campeonato Paulista. A estreia do Palestra Italia em estaduais foi no dia 13/05/1916, no empate contra o Mackenzie em 1 a 1 (Vescovini marcou o primeiro gol alviverde na competição). No total, são 1406 vitórias, 606 empates, 487 derrotas, 4978 gols marcados, 2619 gols sofridos e 22 títulos conquistados – os números não levam em conta as edições extra do Campeonato Paulista, disputadas em 1926 e 1938 e que tiveram o Verdão como campeão.

ALVIVERDE DEFENDE INVENCIBILIDADE DE 34 ANOS CONTRA A INTER DE LIMEIRA

O Palmeiras mantém uma série invicta que dura 34 anos contra a Inter de Limeira. O último revés foi na final do Paulista de 1986, por 2 a 1 – desde então, foram sete vitórias e nove empates em 16 jogos. As equipes se enfrentaram 41 vezes no total ao longo da história, com 17 triunfos do Verdão, oito do adversário e 16 empates (69 gols marcados e 42 sofridos).

O Palestra enfrentou a Inter de Limeira pela primeira vez em um amistoso no dia 14/12/1924, que terminou em vitória do Verdão por 2 a 1 (gols de Nigro e Amílcar Barbuy) no Estádio Municipal de Limeira. Já o duelo mais recente aconteceu em 19/01/2005, também em Limeira (SP), com goleada por 5 a 3 (tentos de Marcel, duas vezes, Ricardinho, Lúcio e Diego Souza).

O placar mais elástico do confronto aconteceu logo no segundo jogo entre as equipes, no dia 21/11/1943: placar de 8 a 1 a favor do Alviverde, com cinco gols de Caxambú, dois de Sá e um do uruguaio Villadoniga. O duelo valeu a taça Nossa Senhora das Dores e foi o primeiro do Palmeiras no Estádio Major José Levy Sobrinho, em Limeira (SP).

 

Por Eduardo Luiz

14/03/2020, 18h28

Jogando com 1 a mais por quase um tempo inteiro, time de Vanderlei Luxemburgo desperdiça muitas chances de gol e perde outra chance de ser líder.

O jogo começou quente no Limeirão. Logo na saída de bola Dudu foi desarmado, Ramires cometeu falta dura, a jogada prosseguiu e a Inter ficou pedindo pênalti que não aconteceu de Rony em Airton. Assim que a jogada acabou Ramires foi advertido com cartão amarelo. Na sequência foi a vez do próprio Airton receber cartão por fazer falta mais pesada em Viña.

Apenas a partir dos 10 minutos o Palmeiras começou a tentar jogar futebol, isso aconteceu quando Bruno Henrique enfiou para Luiz Adriano ajeitar para Dudu bater por cima, sem perigo. A equipe da casa respondeu aos 13 com Tcharles, mas o chute do atacante saiu sem direção.

Aos 18 minutos Willian trabalhou bem como meia e deu ótimo passe para Luiz Adriano, que chutou em cima de Rafael; no rebote Willian tinha o gol inteiro à disposição, mas isolou. Aos 26 Bruno Henrique tentou jogada ensaiada em cobrança de falta com Vitor Hugo, que escorou para Viña, mas a conclusão de cabeça do lateral saiu muito fraca.

Mesmo sem impor um ritmo forte, o Verdão controlava a partida e criava as principais oportunidades. Aos 34 minutos Dudu tabelou com Marcos Rocha e rolou para trás, para a chegada de Bruno Henrique, que parou em outra boa defesa do goleiro. No rebote, Rony se atirou na bola com o pé errado e perdeu outra chance de enfim fazer o primeiro gol pelo clube.

Nos últimos 15 minutos da etapa inicial cada time desperdiçou uma boa chance, a Inter aos 43 em rápido contra-ataque puxado por Tcharles e finalizado para fora por Murilo Rangel, e o Palmeiras aos 47 com Dudu, que acertou a trave após passe de Rony.

Com Zé Rafael e Patrick de Paula nos lugares de Bruno Henrique e Ramires, o Verdão voltou para o segundo tempo pressionando o adversário desde o minuto inicial. Dudu chutou colocado de fora da área e exigiu ótima defesa de Rafael. A jogada aconteceu após falta dura de Airton em Zé Rafael, que valeria o segundo cartão amarelo ao atacante rival.

A hora extra de Airton em campo, porém, não durou muito. Aos 7 minutos ele deu um chute no rosto de Viña e foi expulso direto. Na cobrança de falta, Dudu tentou direto e viu a bola sair perto do ângulo esquerdo do goleiro. Com 1 jogador a mais, aos 13 minutos Luxemburgo promoveu a última alteração: Luiz Adriano por Lucas Lima.

Aos 19 minutos o Palmeiras encurralou a Inter mas não conseguiu finalizar; a bola, então, sobrou para Patrick de Paula arriscar de fora da área, por cima do travessão. Aos 24 Zé Rafael tentou enfiar para Willian, a defesa interceptou e Lucas Lima bateu de primeira, mas novamente o goleiro evitou o gol.

Só dava Verdão. Aos 26 minutos Rony soltou a bomba da entrada da área e viu Rafael praticar linda defesa. Aos 30 Rony foi derrubado dentro da área e o árbitro mandou seguir, ignorando um pênalti claro. Aos 33 minutos, após rebote em cobrança de falta, a bola sobrou para Dudu, que bateu mal, para fora.

Apesar do nervosismo com as várias oportunidades desperdiçadas, o Palmeiras seguiu tentando o gol. Aos 35 Felipe Melo brigou pela bola dentro da área e ela sobrou para Vitor Hugo subir mais que o goleiro e escorar para fora. Aos 38 minutos Zé Rafael cobrou falta à direita do goleiro.

Nos últimos 10 minutos, contando os 5 de acréscimo, o time de Vanderlei Luxemburgo manteve a posse de bola, mas sem conseguir criar chances reais. No último lance, de maneira absolutamente desnecessária, Marcos Rocha cometeu falta dura e recebeu o segundo cartão, que o tira da próxima rodada.

Com o empate o Verdão chega a 19 pontos e iguala a pontuação do Santo André na liderança do Grupo B, mas fica atrás pelo número de vitórias: 6 a 5. A equipe do ABC ainda jogará na rodada, contra o Mirassol, fora de casa.

Sem o jogo de quarta-feira contra o Bolivar, pela Libertadores, o Palmeiras voltará a campo apenas às 16h do próximo domingo (22/3) para enfrentar o Corinthians, em Itaquera.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.