Twitter RSS
Close

Palmeiras 1 x 0 Guarani – 20/02/2020

O jogador Dudu, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do Guarani FC, durante partida válida pela sétima rodada, do Campeonato Paulista, Série A1, na arena Allianz Parque. (Foto: Cesar Greco)

Com o objetivo de vencer e assumir a liderança provisória da chave, o Verdão recebeu o Bugre em casa, e fez uma boa partida com bastante movimentação e criação. O placar magro ficou por conta do goleiro adversário que fez várias defesas importantes, inclusive um pênalti batido por Dudu.

Depois de um primeiro tempo bastante intenso, o time diminuiu o ritmo na parte final, deu algumas chances ao Guarani, mas soube controlar bem o resultado para chegar a mais uma vitória e se manter 100% no Allianz Parque em 2020.

Com o tento, o Palestra chega a 16 pontos e assume provisoriamente a liderança do Grupo B e também a liderança geral do Campeonato Paulista. O Santo André, que tem 15 pontos, jogará no domingo contra o Red Bull Bragantino, em casa.

Jogo válido pela 7ª rodada do Paulistão 2020.

FICHA TÉCNICA

Local: Allianz Parque, São Paulo-SP
Data: 20/02/2020, quinta-feira
Hora: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Vinícius Furlan
Assistentes: Anderson José de Moraes e Gustavo Rodrigues de Oliveira
Público: 19.086 pagantes
Renda: R$ 1.011.248,14
Cartões amarelos: Igor Henrique, Deivid e Giovanni (GUA)
Gol: Dudu, aos 26 minutos do primeiro tempo

Palmeiras: Weverton; Gabriel Menino, Felipe Melo, Gomez e Viña (Victor Luis); Bruno Henrique, Zé Rafael e Raphael Veiga (Luan); Dudu, Willian e Luiz Adriano (Gabriel Veron)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Guarani: Jefferson; Pablo, Romércio, Bruno Silva e Thallyson; Deivid, Igor Henrique (Marcelo), Lucas (Juninho) e Lucas Crispim; Giovanni e Alemão (Matheusinho)
Técnico: Thiago Carpini

Lancenet!, Globo Esporte, Terra Esportes, Estadao.

Por Eduardo Luiz
20/02/2020, 23h22

Atacante também desperdiçou um pênalti; Palmeiras alcança a melhor campanha do Paulista e vira líder provisório do Grupo B com 16 pontos.

Com Raphael Veiga no lugar de Lucas Lima, Bruno Henrique na vaga de Patrick de Paula, e o retorno de Dudu, o Verdão iniciou o jogo tomando a iniciativa. Aos 6 minutos a primeira finalização: Bruno Henrique arriscou de fora da área, sem direção. No lance seguinte uma chance clara: Zé Rafael roubou a bola e tocou para o camisa 19 acertar o alvo, mas o chute saiu fraco.

A resposta do Guarani não demorou, mas a conclusão de Giovanni, aos 7 minutos, não levou perigo à meta de Weverton. Aos 12 Gabriel Menino e Willian trocaram de função: o atacante cruzou e o lateral não finalizou porque Bruno Silva se antecipou. Aos 15, de volta à ala, Menino cruzou forte demais e Luiz Adriano não alcançou. Num rápido contra-ataque a equipe de Campinas quase abriu o placar: Alemão deixou Gustavo Gómez e Felipe Melo no chão e só não correu para o abraço porque Weverton defendeu no susto.

O Verdão não se intimidou com a chance do adversário e seguiu em busca do gol. Aos 18 minutos Raphael Veiga levantou na área, Bruno Henrique ajeitou e Luiz Adriano cabeceou na trave. Aos 20, Dudu arriscou da entrada da área mas Romércio interceptou. Três minutos depois Zé Rafael sofreu falta a dois passos da área e Bruno Henrique cobrou por cima do travessão.

De tanto procurar o gol, o Palmeiras encontrou aos 26 minutos: Willian arrancou da intermediária, passou por dois marcadores e serviu Dudu; o camisa 7, que completava 300 partidas pelo Maior Campeão do Brasil, mostrou a categoria habitual ao tocar na saída do goleiro: 1 a 0.

A frente no placar, o Verdão não diminuiu o ritmo. Aos 29 minutos Viña experimentou da entrada da área, à esquerda do goleiro. Perdendo o jogo, o Guarani também não desanimou. Aos 32 minutos Thallyson bateu torto, para fora. O jogo era aberto. Aos 33 Dudu deu ótimo passe para Luiz Adriano, que parou em grande defesa de Jefferson.

Nos últimos minutos do primeiro tempo a equipe visitante finalizou mais duas vezes, ambas com perigo. Aos 37 Igor Henrique, de frente para o gol, bateu colocado e viu a bola passar perto do ângulo direito. Aos 43 Lucas Crispim tentou surpreender Weverton, que evitou o gol de empate dando um tapinha para escanteio.

Na saída de bola da etapa final o Palmeiras quase marcou um golaço. Dudu e Willian envolveram a defesa do Guarani com uma bela tabela; no final o camisa 29 tocou para Luiz Adriano, que chutou em cima do goleiro. Aos 6 minutos Bruno Henrique lançou Dudu, o atacante invadiu a área e foi atropelado por Romércio. Pênalti bem marcado mas desperdiçado por Dudu, que bateu mal.

Na cobrança de escanteio originado do pênalti defendido pelo goleiro, Felipe Melo foi no terceiro andar e escorou para fora. Aos 9 minutos, depois da cobrança de outro tiro de canto, Gómez também quase marcou de cabeça. A bola saiu rente ao travessão.

Passada a pressão do Verdão, o Guarani respondeu aos 12 minutos: Lucas Crispim tabelou com Giovanni e bateu de rosca. Weverton tirou com os olhos. Aos 18 Viña sentiu algo no joelho direito e foi substituído por Victor Luis.

Após um período sem emoção, a partida voltou a esquentar depois dos 25 minutos, quando o Guarani arriscou um chute com Igor Henrique. Aos 27 Luxa trocou Luiz Adriano por Gabriel Veron. Dois minutos mais tarde Bruno Henrique cobrou falta, Gómez ajeitou para Felipe Melo, que ajeitou para Willian ter o chute bloqueado por Alemão.

Aos 31 minutos Veron fez boa jogada pelo lado esquerdo do ataque e tocou para Victor Luis soltar a bomba, por cima do travessão. Aos 37 o comandante Palmeirense trocou Raphael Veiga por Luan, adiantando Felipe Melo para a volância.

Mesmo com uma formação em tese mais cautelosa, o Palmeiras continuou tentando aumentar a vantagem. Aos 43 minutos Gabriel Veron deixou seu marcador para trás e chutou de bico, para fora. No minuto seguinte outra chance com o camisa 47, que arrancou do campo de defesa e já dentro da área tentou o passe para Dudu ao invés de finalizar, e errou. E foi só.

Com a vitória no Allianz Parque o Verdão chega a 16 pontos e assume provisoriamente a liderança do Grupo B e também a liderança geral do Campeonato Paulista. O Santo André, que tem 15 pontos, jogará no domingo contra o Red Bull Bragantino, em casa.

Agora o Palmeiras entra em “férias forçadas”, já que o próximo compromisso está marcado apenas para o dia 29/2 contra o Santos, às 16h, no Pacaembu.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.