Twitter RSS
Close

Cruzeiro 0 x 2 Palmeiras – 08/12/2019

O jogador Dudu, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do Cruzeiro EC, durante partida válida pela trigésima oitava rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, no Estádio Mineirão. Crédito: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

De forma vitoriosa o Palmeiras se despediu da competição e do ano de 2019 confirmando a 3ª colocação no Brasileirão (o Santos venceu e ficou em 2º).

O adversário estava extremamente pressionado e precisava vencer (além de contar com uma derrota do Ceará) para escapar da segundona.

O Palestra jogou tranquilo e construiu o placar de forma natural. Ambos os gols saíram no segundo tempo e o árbitro obrigou-se a terminar a partida aos 39′ da etapa complementar em função das confusões da torcida local nas arquibancadas.

O Verdão não fez por merecer mais do que uma terceira colocação. Teve um momento bom no final do primeiro semestre, mas a pausa para a Copa América acabou com o embalo Verde e passaram a vir apenas resultados ruins.

Jogo válido pela 38ª rodada do Brasileirão 2019.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 0 X 2 PALMEIRAS

ESTÁDIO: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
DATA/HORA: 08/12/2019 – 16h (de Brasília)
ÁRBITRO: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
ASSISTENTES: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Silbert Faria Sisquim (RJ)
ÁRBITRO DE VÍDEO: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)
CARTÃO AMARELO: Zé Rafael (PAL)
CARTÃO VERMELHO: –

GOLS: Zé Rafael 12’/2ºT (0-1) e Dudu 37’/2ºT (0-2)

CRUZEIRO: Fábio, Orejuela (Weverton 4’/2ºT), Cacá, Léo e Dodô; Ederson, Henrique, Jadson e Marquinhos Gabriel; Pedro Rocha (Maurício 14’/2ºT) e Ezequiel (Sassá intervalo). TÉCNICO: Adilson Batista.

PALMEIRAS: Weverton, Marcos Rocha (Mayke 36’/2ºT), Luan, Antônio Carlos e Diogo Barbosa; Matheus Fernandes e Bruno Henrique; Raphael Veiga (Willian 24’/2ºT), Lucas Lima e Zé Rafael (Gabriel Veron 21’/2ºT); Dudu. TÉCNICO: Andrey Lopes.

PTD, Lancenet!Globo EsporteTerra EsportesEstadaoFolha Online.

 

Por Eduardo Luiz, da Redação PTD – 08/12/2019 – 17:54h.

Verdão vence o Cruzeiro no Mineirão, rebaixa o adversário, e termina o Brasileiro em 3º

Zé Rafael e Dudu fizeram os gols da vitória fora de casa; jogo acabou antes do tempo regulamentar por falta de segurança.

Apenas com Antônio Carlos de novidade no time titular (no lugar de Edu Dracena), o Palmeiras iniciou o jogo tentando se aproveitar do nervosismo do Cruzeiro. Logo no primeiro minuto Marcos Rocha cobrou lateral e Léo só não fez gol contra porque Fábio se esticou todo para mandar para escanteio. Na cobrança de Dudu, Antônio Carlos ganhou da defesa pelo alto mas escorou mal, por cima do travessão.

Após as duas chances relâmpagos, o Verdão diminuiu o ritmo, mas também não permitiu à equipe mandante tomar as rédeas da partida. Aos 11 minutos Pedro Rocha experimentou um chute da entrada da área que desviou no ombro de Antônio Carlos e saiu em escanteio, que não resultou em nada. Aos 15 Zé Rafael recebeu pelo lado direito do ataque e chutou rasteiro, cruzado, mas Fábio evitou o gol com a ponta dos dedos.

Aos 21 minutos Marcos Rocha cobrou falta e Luan chegou atrasado. Aos 23 Jadson foi à linha de fundo e cruzou para Pedro Rocha, livre de marcação, isolar. Aos 34 Dudu arriscou de média distância, mas não conseguiu colocar força na bola, facilitando a vida de Fábio. Cinco minutos depois a última chance do morno primeiro tempo: Matheus Fernandes chutou de fora da área, à direita do goleiro.

Na etapa final, mesmo ciente da derrota parcial do Ceará, o Cruzeiro não conseguia levar perigo à meta do Palmeiras, que por sua vez voltou a tentar se aproveitar do nervosismo do adversário. Aos 5 minutos a bola sobrou para Marcos Rocha, que bateu cruzado, mas Cacá afastou.

Aos 8 minutos Dodô cruzou para Sassá cabecear nas mãos de Weverton. Aos 11 outra investida da equipe mineira, desta vez com Pedro Rocha, mas novamente sem qualquer perigo para o camisa 21 Palmeirense. Aos 12 minutos o Verdão trabalhou bem a bola e abriu o plcar: Dudu deu passe de calcanhar para Raphael Veiga cruzar para Zé Rafael chegar chutando: 1 a 0.

Com o Palmeiras a frente no placar, o auxiliar Andrey Lopes mexeu pela primeira vez aos 19 minutos, tirando o autor do gol para mandar a campo o garoto Gabriel Veron. A situação do Cruzeiro ficou ainda mais complicada após a notícia do empate do Ceará com o Botafogo.

Diante do abatimento do adversário, o Verdão controlava o jogo com extrema facilidade. Aos 25 minutos a segunda alteração: Veiga por Willian. Aos 35 Sassá arriscou da entrada da área, fácil para Weverton. Pouco depois Marcos Rocha pediu para sair; Mayke entrou em seu lugar. Aos 38 o Palmeiras fechou a tampa do caixão cruzeirense: Bruno Henrique cruzou e Dudu, de cabeça, mandou no ângulo direito de Fábio: 2 a 0.

Assim que saiu o segundo gol alviverde a torcida do Cruzeiro iniciou um quebra-quebra no Mineirão, fazendo o árbitro encerrar a partida aos 40 minutos por falta de segurança.

A vitória fora de casa levou o Palmeiras a 74 pontos, mas o vice-campeonato ficou com o Santos, de Jorge Sampaoli, que atropelou o VARmengo na Vila Belmiro por 4 a 0.

Agora o Verdão entra em férias. O clube ainda não divulgou detalhes da pré-temporada, mas o primeiro jogo de 2020 já está marcado, será em 15/01 contra o Atlético Nacional-COL, pela Florida Cup, nos Estados Unidos.

 

PG
J
V
E
D
GP
GC
SG
%
1
  Flamengo
90
38
28
6
4
86
37
49
78
2
  Santos
74
38
22
8
8
60
33
27
64
3
  Palmeiras
74
38
21
11
6
61
32
29
64
4
  Grêmio
65
38
19
8
11
64
39
25
57
5
  Athletico
64
38
18
10
10
51
32
19
56
6
  São Paulo
63
38
17
12
9
39
30
9
55
7
  Internacional
57
38
16
9
13
44
39
5
50
8
  Corinthians
56
38
14
14
10
42
34
8
49
9
  Fortaleza
53
38
15
8
15
50
49
1
46
10
  Goiás
52
38
15
7
16
46
64
-18
45
11
  Bahia
49
38
12
13
14
44
43
1
42
12
  Vasco
49
38
12
13
13
39
45
-6
42
13
  Atlético-MG
48
38
13
9
16
45
49
-4
42
14
  Fluminense
46
38
12
10
16
38
46
-8
40
15
  Botafogo
43
38
13
4
21
31
45
-14
37
16
  Ceará
39
38
10
9
19
36
41
-5
34
17
  Cruzeiro
36
38
7
15
16
27
46
-19
31
18
  CSA
32
38
8
8
22
24
58
-34
28
19
  Chapecoense
32
38
7
11
20
31
52
-21
28
20
  Avaí
20
38
3
11
24
18
62
-44
17
Libertadores
1º ao 4º
Pré-Libertadores
5º e 6º
Sul-Americana
7º ao 12º
Séria A
13º ao 16º
Série B
17º ao 20º

 

NÚMEROS DO PALMEIRAS NO CAMPEONATO
Jogos Pontos em casa Pontos fora Total
Turno: 19
23/27 = 85,18% 16/30 = 53,33% 39/57 = 68,42%
Returno: 19
20/30 = 66,66% 15/27 = 55,55% 35/57 = 61,40%
Total: 38
43/57 = 75,43% 31/57 = 54,38% 74/114 = 64,91%

 

QUEM MARCOU

Bruno Henrique: 10 gols
Dudu: 9 gols
Luiz Adriano: 6 gols
Zé Rafael, Willian e Deyverson: 5 gols
carpa: 4 gols
Felipe Melo, Gómez e Raphael Veiga: 3 gols
Veron e Marcos Rocha: 2 gols
Matheus Fernandes, Borja, Lucas Lima, Hyoran e Thiago Santos: 1 gol

 

POSIÇÃO DO PALMEIRAS A CADA RODADA
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19
1 4 2 1 1 1 1 1 1 1 1 2 2 2 3 5 3 3 2
3 4 7 10 13 16 19 22 25 26 26 27 28 29 30 30 33 36 39
20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38
2 2 2 2 3 2 2 2 2 2 2 2 2 2 3 3 3 3 3
42 45 46 47 47 50 53 54 57 60 63 66 67 68 68 68 68 71 74
azul Rodada cinza Posição verde Pontuação

 

REGULAMENTO

O campeonato será disputado em turno e returno entre 20 equipes, sagrando-se campeão o time com o maior número de pontos ao final da competição. Os 4 últimos serão rebaixados.

Critérios de desempate:

1º) maior número de vitórias;
2º)
 maior saldo de gols;
3º) maior número de gols pró;
4º)
 Confronto direto;
5º) Menor número de cartões vermelhos recebidos;
6º) Menor número de cartões amarelos recebidos;
7º)
 Sorteio.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.