Twitter RSS
Close

Mirassol 1 x 1 Palmeiras – 09/03/2019

O jogador Lucas Lima, da SE Palmeiras, em jogo contra a equipe do Mirassol FC, durante partida valida pela décima rodada, do Campeonato Paulista, Série A1, no Estádio José Maria de Campos Maia. Crédito: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Depois da vitória pela Libertadores no meio de semana, o Verdão voltou a campo para tentar uma vitória e garantir a classificação às quartas do estadual.

Sob um forte calor na cidade de Mirassol as duas equipes fizeram um primeiro tempo meio truncado. Os primeiros minutos foram dos mandantes. Depois o Palmeiras passou a dominar o jogo e criou algumas chances sendo a melhor com Borja e defendida com o ombro pelo goleiro.

Na segunda etapa emoção até os 10 minutos. Aos 5 o Palmeiras abriu o placar num pênalti sofrido por Borja e convertido por Gustavo Gomez. Aos 7 os donos da casa ficaram com um homem a menos e aos 9 empataram o jogo. Depois só deu Verdão mas nada objetivo.

A dificuldade do Palmeiras em furar retrancas é visível nesse início de temporada. Felipão precisa fazer mais experiências e trabalhar jogadas com seus atletas para reverter esse tipo de situação.

Na próxima terça-feira o Palestra volta a campo pela Libertadores contra o Melgar do Peru.

Jogo válido pela 10ª rodada do Paulistão 2019.

FICHA TÉCNICA

Local: Estádio Municipal de Mirassol, em Mirassol-SP
Data: 09/03/2019, sábado
Horário: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo
Assistentes: Anderson Jose de Moraes Coelho e Bruno Salgado Rizo
Público: 9.600 pagantes
Renda: R$ 585,1 mil
Cartões amarelos: Léo Baiano e Zé Roberto (MIR); Diogo Barbosa (PAL)
Cartão vermelho: Zé Roberto (MIR)
Gols: Palmeiras: Gustavo Gómez, aos 5 minutos do segundo tempo;
Mirassol: Carlão, aos 9 minutos do segundo tempo

Mirassol: Matheus Aurélio: Daniel Borges, Riccieli, Leandro Amaro e Alex Ruan; Léo Baiano, Simião (Yuri), Maílton; Zé Roberto, Rodolfo (Felipe Augusto) e Carlão (Sandoval)
Técnico: Moisés Egert

Palmeiras: Fernando Prass; Mayke, Gustavo Gómez, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Thiago Santos (Raphael Veiga), Moisés e Lucas Lima; Felipe Pires (Jean), Zé Rafael (Carlos Eduardo) e Borja
Técnico: Felipão

Jogo completo, PTD, ESPN, Lancenet!Globo EsporteTerra EsportesEstadaoFolha Online.

PALMEIRAS x MIRASSOL: ÚLTIMO ENCONTRO ENTRE AS EQUIPES

O Palmeiras encarou o Mirassol pela última vez no dia 10 de fevereiro de 2018, em partida válida pela primeira fase do Campeonato Paulista daquele ano. O jogo, disputado no estádio Municipal José Maria de Campos Maia, mesmo palco do duelo deste sábado (09), terminou com vitória do Maior Campeão do Brasil por 2 a 0. Os gols foram marcados pelos atacantes Miguel Borja e Dudu. Naquela oportunidade, a escalação foi Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins e Michel Bastos; Felipe Melo e Tchê Tchê (Thiago Santos); Dudu, Lucas Lima (Gustavo Scarpa) e Willian (Keno); Borja.

PALMEIRAS x MIRASSOL: RETROSPECTO DE JOGOS

Este será o 10º encontro entre Palmeiras e Mirassol ao longo da história. Nos outros nove disputados, foram cinco triunfos alviverdes, dois empates e duas vitórias da equipe do Leão – o Alviverde marcou 15 gols e foi vazado em 13 ocasiões. O primeiro confronto aconteceu em 26/01/2008 (empate por 2 a 2 na Arena Barueri), e o último foi em 10/02/2018 (vitória por 2 a 0 em Mirassol) – todos os duelos entre as equipes foram válidos pelo Campeonato Paulista.

Por Eduardo Luiz, da Redação PTD – 09/03/2019 – 18:22h.
Com 1 jogador a mais por 40 minutos, Palmeiras só empata com o Mirassol fora de casa

Time de Felipão sai na frente com de pênalti de Gómez e sofre o empate quando já tinha 1 a mais. Resultado adia classificação.

Repetindo apenas Gustavo Gómez e Borja do time que enfrentou o Junior Barranquilla na quarta-feira, o Palmeiras iniciou o jogo melhor que o Mirassol, embora a primeira oportunidade de gol tenha sido dos donos da casa: aos 3 minutos a bola sobrou para Rodolfo bater à direita de Fernando Prass.

Principal novidade do Verdão, Zé Rafael apareceu bem aos 11 minutos, quando deu belo passe de calcanhar para Lucas Lima cruzar fechado demais e acertar o travessão. O goleiro chegou a resvalar na bola. Aos 14 minutos Lucas Lima deu ótimo passe para Borja, que chutou em cima de Matheus Aurélio, desperdiçando a melhor chance do primeiro tempo.

Aos 21 minutos Alex Ruan passou por Thiago Santos e chutou para fora. Aos 23 Moisés arriscou de longe e errou o alvo por muito. Debaixo de muito sol, o jogo só voltou a esquentar nos últimos 5 minutos da etapa inicial. Aos 40 Lucas Lima cobrou falta e viu a bola tirar tinta do ângulo esquerdo. O Mirassol respondeu aos 45 num contra-ataque que terminou com Rodolfo chutando à esquerda de Prass.

Sem alterações, o Palmeiras voltou para o segundo tempo encurralando o Mirassol em seu campo de defesa. Aos 4 minutos Lucas Lima enfiou para Borja, que foi atropelado pelo goleiro. Pênalti corretamente assinalado pelo árbitro e convertido com frieza por Gustavo Gómez: 1 a 0.

Pouco depois do gol a situação do Mirassol em tese ficaria mais complicada. Aos 7 minutos Zé Roberto cometeu falta dura em Diogo Barbosa e como já tinha cartão amarelo, foi expulso. Aos 9 minutos, no entanto, os donos da casa chegaram ao empate aproveitando um vacilo do sistema defensivo alviverde, em especial de Diogo Barbosa e Mayke. Carlão recebeu de Rodolfo e fez 1 a 1.

O Verdão tentou não se abater. Aos 16 minutos Mayke cruzou, Borja tentou de bicicleta e a bola sobrou para Lucas Lima chutar por cima do travessão. Aos 18 o camisa 20 cobrou escanteio, Edu Dracena ganhou da defesa mas escorou para fora.

Mostrando valentia, o Mirassol quase virou aos 20 minutos em cobrança de falta de Maílton, mas Prass estava atento e fez grande defesa. Em busca do gol que valeria a classificação antecipada, Felipão mexeu duas vezes em dois minutos: aos 22 trocou Thiago Santos por Raphael Veiga, e aos 24 Zé Rafael por Carlos Eduardo.

Com mais posse de bola, o Palmeiras trocava passes próximo à área do Mirassol, mas sem conseguir infiltrar. Chutes de média distância, que poderiam ser uma alternativa, não eram tentados. Diante desse panorama, aos 33 minutos Scolari mexeu pela última vez: Jean entrou na vaga de Felipe Pires.

Aos 37 Raphael Veiga pegou sobra de uma cobrança de escanteio e levantou na área para Edu Dracena, que escorou por cima. A última chance clara de gol demorou a sair. Apenas aos 46 minutos o time conseguiu trabalhar bem a bola; Moisés recebeu de Jean e enfiou para Carlos Eduardo fechar os olhos e chutar forte, cruzado, para fora.

O empate em Mirassol leva o Palmeiras a 19 pontos; a equipe segue na liderança isolada do Grupo B, mas adia a chance de antecipar a classificação para as quartas de final do estadual.

Agora o Verdão volta o foco novamente para a Libertadores, pois na terça-feira (dia 12, às 19h15) recebe o Melgar, do Peru, no Allianz Parque.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.