Twitter RSS
Close

Palmeiras 2 x 1 Vitória – 07/08/2016

28219274593_db72a2443b_o
O jogador Lucas Barrios, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do EC Vitória, durante partida válida pela décima nona rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, na Arena Allianz Parque (Foto: Cesar Greco).

Ótima vitória após a sequência de 3 resultados ruins. Temos a chance de conquistar o título simbólico do primeiro turno, caso a turma de Itaquera não vença amanhã por uma diferença de 3 ou mais gols.

O jogo foi relativamente tranquilo. Tivemos um pênalti perdido, um não marcado, abrimos 2 x 0 e a vitória estava bem encaminhada.

Na metade do segundo tempo relaxamos tanto que tomamos um gol de azar (contra) e parte da torcida já contava com a perda de 2 pontos. Para ser campeão não podemos tormar esses sustos.

Jogo válido pela 19ª rodada do Brasileirão 2016.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 2 X 1 VITÓRIA

LOCAL: Allianz Parque, São Paulo (SP)
DATA-HORA: 7/8/2016 – 16h
ÁRBITRO: Braulio da Silva Machado (SC)
AUXILIARES: Nadine Schramm Camara Bastos (Fifa-SC) e Helton Nunes (SC)
PÚBLICO/RENDA: 30.330 pagantes/R$ 1.975.055,20
CARTÕES AMARELOS: Zé Roberto e Tchê Tchê (PAL), Victor Ramos, Euller, Kanu e Marinho (VIT)
CARTÕES VERMELHOS: 
GOLS: Barrios (36’/1ºT) (1-0), Cleiton Xavier (4’/2ºT) (2-0), Thiago Martins (contra) (29’/2ºT) (2-1)

PALMEIRAS: Jaílson; Jean, Thiago Martins, Vitor Hugo e Zé Roberto; Tchê Tchê, Moisés e Cleiton Xavier (Allione, 24’/2ºT); Dudu, Erik e Leandro Pereira (Barrios, aos 25/’1ºT) (Rafael Marques, aos 5’/2ºT). Técnico: Cuca.

VITÓRIA: Fernando Miguel; Diego Renan, Victor Ramos, Kanu e Euller; José Welison (Serginho, aos 25’/2ºT), Willian Farias, Flávio (Vander, no intervalo) e Cárdenas (David, aos 36’/2ºT); Marinho e Kieza. Técnico: Vagner Mancini.

Verdão nunca perdeu para o Vitória como mandante em Brasileiros; confira

Angelo Salvioni
Departamento de Comunicação
06/08/2016 – 16:55h

Em confronto que vale a liderança e o título simbólico do primeiro turno do Campeonato Brasileiro 2016, Palmeiras e Vitória encerram a parte inicial do torneio neste domingo (7), às 16h, no Allianz Parque. O fator casa é altamente favorável aos palmeirenses na competição: o Verdão nunca foi derrotado pelos rubro-negros como mandante. Em 13 jogos, são nove vitórias palestrinas e quatro empates.

Vice-líder do campeonato, o Palmeiras já enfrentou o Vitória em três estádios paulistas com o mando de campo a seu favor pela competição nacional. No Palestra Italia foram oito jogos, com seis vitórias alviverdes e dois empates. A maior goleada pelo Brasileiro no estádio diante do rival ocorreu em 7 de agosto de 2008, quando Valdivia, Alex Mineiro e Sandro Silva escreveram a goleada por 3 a 0.

Já no Pacaembu, as equipes se enfrentaram quatro vezes pelo Brasileirão, com duas vitórias palmeirenses e dois empates. O último confronto entre os times ocorreu em 2014, e o Verdão venceu por 2 a 0 (gols de Lúcio e Henrique).

O terceiro estádio da lista contempla a decisão do Campeonato Brasileiro de 1993. Após vencer o rubro-negro por 1 a 0 em Salvador na partida de ida, o palco do duelo derradeiro foi o Morumbi, e o Palmeiras, com gols de Evair e Edmundo, sagrou-se campeão do torneio pela sétima vez na história.

No retrospecto geral, a vantagem alviverde frente ao Vitória é ampla: em 37 partidas, o Verdão venceu 20 vezes, empatou dez e perdeu apenas sete.

Pós-Jogo

Fonte: Verdazzo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.