Twitter RSS
Close

Palmeiras 2 x 0 São Paulo – 02/02/2014

03valdiviafestagolmarcellozambranainovafotogazeta
Futebol; Estadio Paulo Machado de Carvalho/Pacaembu /SP; data 02/02/2014; Na foto Valdivaia jogador do Palmeiras durante partida contra o Sao Paulo valido pela quinta rodada da primeira fase do Campeonato Paulista de 2014; Foto Marcello Zambrana/Inovafoto

Imbatível!

Mesmo sob alguma desconfiança de como seria o comportamento da equipe diante de “um time de série A”, jogamos bem e liquidamos o rival.

Mantemos os 100% de aproveitamento na competição e vamos melhorando o futebol apresentado. Estamos no caminho certo.

Jogo válido pela 5ª rodada do Paulistão 2014.

Gols, melhores momentos.

FICHA TÉCNICA

Local: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data: 02/02/2014
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Luis Flavio de Oliveira
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Carvalho Van Gasse
Público: 23.694 pagantes
Renda: R$ 911.880,00
Cartões amarelos: Leandro e Juninho (PAL); Luis Fabiano, Rodrigo Caio e Alvaro Pereira (SAO)
Gols: Valdivia, aos 22 minutos do primeiro tempo e Alan Kardec, aos 33 do segundo

Palmeiras: Fernando Prass; Wendel, Lúcio, Wellington (França) e Juninho; Marcelo Oliveira e Wesley; Mazinho (Diogo), Valdivia e Leandro (Marquinhos Gabriel); Alan Kardec
Técnico: Gilson Kleina

São Paulo: Rogério Ceni, Luis Ricardo, Rodrigo Caio, Antônio Carlos e Alvaro Pereira; Wellington, Maicon e Paulo Henrique Ganso (Ewandro); Ademilson, Luis Fabiano e Osvaldo (Jadson)
Técnico: Muricy Ramalho

Por Eduardo Luiz, da Redação PTD – 02/02/2014 – 18:51h.
Verdão bate o São Paulo no Pacaembu
Palmeiras joga bem e passa sem dificuldades pelo rival: 2 a 0, gols de Valdivia e Kardec.
O clássico começou morno no Pacaembu, com Palmeiras e São Paulo se respeitando demais e errando passes fáceis. No segundo minuto, Leandro pressionou a saída de bola do rival, desarmou Antonio Carlos e tocou para Valdivia, mas o chileno não conseguiu deixar Alan Kardec na cara de Rogério Ceni.

Com o passar do tempo os visitantes foram ficando com mais posse de bola, mas não conseguiam passar pela boa marcação exercida pelo Verdão, que passou a levar perigo nos contra-ataques. Aos 16 minutos Valdivia enfiou para Leandro bater forte e rasteiro no canto esquerdo, mas Rogério foi buscar.

Apenas a partir dos 20 minutos o time do técnico Gilson Kleina resolveu se impor, e não demorou para abrir o placar. Aos 22 Valdivia sofreu falta perto da área, Mazinho cobrou e o chileno, em posição legal, desviou de cabeça: 1 a 0. O gol inflamou o Verdão. Aos 25 minutos Mazinho arriscou da entrada da área mas parou no goleiro.

Talvez em função do calor, o Palmeiras resolveu diminuir o ritmo, mas até os 35 minutos fez isso bem, mantendo a posse de bola. Nos dez minutos finais o São Paulo voltou querer gostar do jogo, mas só criou uma situação de perigo, numa falta aos 45 minutos que o uruguaio Pereira cobrou baixo, na cabeça de Wendel. Na sequência o juiz encerrou o primeiro tempo no Pacaembu.

Mesmo sem mudanças, os dois times voltaram um pouco mais dispostos para o segundo tempo. Aos 7 minutos Mazinho cobrou falta de longe, ninguém desviou e a bola quase enganou Rogério Ceni.

Dos 5 em diante, até os 20 minutos, o que se viu em campo foi um festival de faltas duras e de passes errados. Dois Palmeirenses e dois sãopaulinos receberam cartão amarelo nesse período.

A partida só voltou a ganhar em emoção aos 31 minutos, depois que Rodrigo Caio agarrou Marquinhos Gabriel dentro da área (o meia substituiu Leandro). Pênalti ignorado pelo juiz. No minuto seguinte, porém, ele não pôde ajudar pois o mesmo Rodrigo Caio derrubou Alan Kardec na área; pênalti assinalado e convertido pelo camisa 14: 2 a 0.

Com a vitória assegurada, o Verdão tratou de colocar o rival na roda. Com mais posse de bola, o time de Kleina administrou a vantagem aos gritos de olé até o apito final do juiz. Com o resultado positivo, o Palmeiras vai a 15 pontos e segue sendo o time de melhor campanha do Paulistão.

O Verdão volta a campo na quarta-feira, dia 05, para enfrentar o XV de Piracicaba. O jogo será às 22h, na casa do adversário.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.