Twitter RSS
Close

Palmeiras 1 x 0 Atlético/PR – 21/08/2013

Vilson comemora o gol da vitória contra o Atlético-PR, nesta quarta-feira (Foto: Marcos Ribolli)

Dois times com séries de invencibilidade e em ótimos momentos. O duelo contra um adversário da série A e bem posicionado na tabela prometia muito.

O Palmeiras partiu para cima e com um gol logo aos três minutos abriu o placar. Segurou o resultado e a pressão e vai com vantagem para o jogo de volta.

Jogo de ida válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil 2013.

Gol, melhores momentos.

FICHA TÉCNICA

Local: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data: 21/08/2013, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Público: 20.856 pagantes
Renda: R$ 801.315,00
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE)
Cartões amarelos: Mendieta, Eguren e Alan Kardec (Palmeiras); Zezinho, Everton e Jonas (Atlético-PR)
Gol: Vilson, aos 3 minutos do primeiro tempo

Palmeiras: Fernando Prass; Luis Felipe, Vilson, Henrique e Juninho (Ronny); Márcio Araújo, Charles (Eguren), Wesley e Mendieta; Ananias (Serginho) e Alan Kardec
Técnico: Gilson Kleina

AtléticoPR: Weverton; Léo (Jonas), Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho; João Paulo, Zezinho, Everton e Elias (Ederson); Marcelo e Dellatorre (Felipe)
Técnico: Vagner Mancini

Vilson põe o Verdão em vantagem na Copa do Brasil
 Em bom jogo no Pacaembu, Palmeiras vence o Atlético-PR por 1 a 0 e agora depende de um empate para avançar às quartas de final.
Mesmo com o desfalque de Leandro, vetado no vestiário, o Palmeiras iniciou o jogo partindo para cima do Atlético-PR. O substituto do atacante, aliás, foi o autor da primeira oportunidade de gol. Aos 3 minutos Charles arriscou de canhota e Weverton espalmou, mandando para escanteio. Na cobrança de Mendieta, Vilson subiu mais que a zaga e abriu o placar: 1 a 0.

Só dava Verdão. Aos 5 Kardec tocou para Ananias que tentou girar e foi desarmado. A melhor opção seria tocar para Mendieta. Aos 7 minutos Juninho recebeu de Wesley mas furou na cara do goleiro. Alan Kardec esperava o passe.

Após o pressão Palmeirense, o Atlético-PR foi se soltando aos poucos. Aos 9 minutos Everton cruzou para Dellatorre cabecear com perigo, por cima. Aos 11 Manoel passou meio que sem querer por dois marcadores e arriscou de fora da área, também por cima.

Aos 22 minutos, já com o jogo equilibrado, os visitantes voltaram a assustar com Marcelo, que recebeu ótima assistência de Dellatorre e saiu na cara de Prass, mas o atacante chutou para fora, rente à trave direita. A resposta do Verdão não demorou. Aos 25 Mendieta tabelou com Wesley e a bola sobrou para Kardec, que chutou rasteiro, para fora.

Nos últimos 15 minutos da etapa inicial Palmeiras e Atlético-PR diminuíram o ritmo, mas conseguiram criar uma boa chance cada, o time de Kleina aos 30 com Mendieta; o paraguaio puxou um contra-ataque e finalizou da entrada da área, para fora. A equipe paranaense fez Prass trabalhar aos 34 após chute de Dellatorre.

No segundo tempo o panorama da partida pouco mudou, ou seja, o Verdão tentava administrar o resultado, se arriscando pouco, enquanto que o Atlético buscava o gol de empate, criando boas oportunidades.

A primeira chance, porém, foi alviverde. Aos 2 minutos Wesley cruzou para Ananias mas o atacante não conseguiu chegar para desviar. No lance seguinte os visitantes responderam com Ederson, mas o chute do rival foi bloqueado por Vilson. Aos 7 Everton arriscou de Longe e Prass foi buscar no ângulo.

O jogo era aberto. Aos 14 minutos o Palmeiras esboçou uma pressão que terminou num chute de Luis Felipe, interceptado pela zaga. Aos 19 Zezinho levantou, Dellatorre desviou e a bola sobrou para Ederson perder outra boa chance. Aos 22 Mendita cobrou falta e viu a bola passar perto do travessão.

Aos 24 minutos o Atlético chegou de novo com perigo; Marcelo cruzou e Dellatorre chegou chutando de primeira, para fora. A bola tirou tinta da trave esquerda de Prass. Aos 28 Alan Kardec recebeu de Mendita e finalizou de bico, com desvio, para fora. Pouco depois desse lance, Charles se queixou de dores e foi substituído por Eguren.

Nos 15 minutos finais da etapa final, diferentemente do primeiro tempo, o jogo pegou fogo, pois o Atlético se lançou de vez ao ataque em busca do gol de empate, dando espaços para o Verdão contra-atacar. Aos 38 Marcelo arriscou de fora da área, por cima. Aos 40 Mendieta tabelou com Kardec e finalizou de canhota; a bola entraria, mas Jonas salvou.

Aos 46, após segurar o ímpeto do Atlético, o Palmeiras teve uma última chance para aumentar o placar; Ananias fez boa jogada pela direita e cruzou para Ronny, mas o meia, que entrara minutos antes no lugar de Juninho, não alcançou. Logo depois o árbitro encerrou a partida, para alívio dos quase 23 mil Palmeirenses presentes ao Pacaembu.

O jogo de volta contra o Atlético-PR está marcado para quarta-feira da semana que vem (dia 28), às 21h50, na Vila Capanema. Qualquer empate classifica o Palmeiras para as quartas de final da Copa do Brasil.

Às 16h20 de sábado (dia 24) o Verdão vai a Minas Gerais para enfrentar o Boa Esporte, em jogo válido pela décima sétima rodada da Série-B.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.