Twitter RSS
Close

Palmeiras 1 x 0 Atlético/GO – 25/05/2013

68808
Tiago Real comemora o gol marcado contra o Atlético-GO. Foi o primeiro gol do Palmeiras na série B do Campeonato Brasileiro 2013. Foto: Epitácio Pessoa/Estadão

Vitória suada e brigada. Assim foi a estréia do Palmeiras na segundona de 2013.

O jogo foi ruim tecnicamente, mas isso pouco importa. Valem 3 pontos que nos aproximam do retorno à elite do futebol brasileiro.

Jogo válido pela 1ª rodada da série B do Brasileirão 2013.

Gol, melhores momentos.

FICHA TÉCNICA

Local: Novelli Júnior, Itu
Data: 25/05/2013, sábado
Horário: 16h20 (de Brasília)
Público: 4.612 pagantes
Renda: não informada
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (RJ)
Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Ivan Carlos Bohn (PR)
Cartões amarelos: Henrique e Ronny (Pal). Ernandes e João Paulo (Atl)
Gol: Tiago Real, aos 6 minutos do segundo tempo

Palmeiras: Bruno; Ayrton, Henrique, Maurício Ramos (André Luiz) e Juninho; Márcio Araújo, Charles e Tiago Real; Vinicius (Ronny), Leandro (Maykon Leite) e Kléber
Técnico: Gilson Kleina

Atlético-GO: Márcio; John Lennon (Caio), Ednei, Diego Giaretta e Leonardo; Dodó, Ernandes, Robston (Pituca) e João Paulo; Wiliam Barbio (Juninho) e Ricardo Jesus
Técnico: Valdemar Lemos

Por Eduardo Luiz, da Redação PTD – 25/05/2013 – 18:10h.
Lutador, Verdão estreia com vitória

O Palmeiras iniciou o jogo com o espírito que a Série-B exige: brigador. Logo no primeiro minuto Juninho descolou um bom cruzamento mas nem Kléber nem Leandro alcançaram. O Atlético-GO respondeu na sequência num chute de João Paulo que desviou em Juninho.

Melhor em campo, o Verdão voltou ao atque aos 4 minutos, em outra investida de Juninho; desta vez o lateral bateu cruzado e Márcio defendeu. Aos 9 Juninho cobrou falta, a bola passou por toda área e ficou com o goleiro.

Os visitantes só voltaram a levar perigo aos 14 minutos com Dodó, num chute cruzado que assustou Bruno. Aos 20 nova falta para o Palmeiras, e de novo Juninho cobrou mas outra vez ninguém apareceu para concluir. Aos 24 Vinícius fez boa jogada pela esquerda e tocou para Leandro, que finalizou fraco.

Aos 31 minutos João Paulo arriscou da entrada da área, a bola desviou em Maurício Ramos e saiu em escanteio. Aos 38 surgiu a melhor chance para o time do técnico Gilson Kleina abrir o placar: Leandro puxou contra-ataque, preferiu não tocar para Ayrton, que estava livre, e rolou para Kléber; o chute do camisa 9 parou em Márcio, e no rebote Leandro não aproveitou.

O gol do Verdão parecia maduro. Aos 41 minutos Ayrton cobrou escanteio na cabeça de Henrique, que escorou por cima. Três minutos depois Charles e Tiago Real tabelaram e o meia cruzou para Kléber, que dominou bonito mas finalizou feio, por cima. Logo depois o árbitro encerrou a etapa inicial em Itu.

No segundo tempo o Atlético voltou dando um susto. Aos 2 minutos William Barbio tabelou com João Paulo e surgiu livre na cara de Bruno, que fez milagre com o pé. Aos 6 a bola entrou, mas a favor do Palmeiras. Ayrton cruzou na cabeça de Tiago Real, que apenas deslocou o goleiro: 1 a 0.

O gol não abalou os visitantes. Aos 9 minutos Barbio tocou para Ricardo Jejus finalizar forte e rasteiro, mas Bruno estava atento. Para não deixar o rival crescer, o Palmeiras respondeu aos 12 com Tiago Real, num chute que desviou e saiu em escanteio.

O cronômetro não havia marcado nem 15 minutos e Kleina já tinha promovido duas alterações por lesão: Maurício Ramos por André Luiz e Vinícius por Ronny.

As mudanças não fizeram o Verdão piorar nem melhorar. Aos 15 minutos Ayrton lançou Leandro que finalizou com perigo, exigindo de Márcio uma boa defesa.  Aos 21 Leandro ajeitou para Charles soltar a bomba e parar no goleiro.

O Atlético-GO só voltou a atacar aos 29 minutos num chute de Leonardo que saiu por cima, sem direção. Aos 30 lance polêmico: Ayrton cobrou falta e a bola entrou, mas o árbitro anulou alegando que teria de ser em dois toques; os Palmeirenses viram um pequeno desvio de Márcio, o que validaria a jogada.

Sem o segundo gol, o Verdão seguiu tentando. Aos 31 minutos Maikon Leite substitutiu Leandro, e dois minutos mais tarde ele teria a melhor chance para ampliar; Charles lançou o camisa 7 que finalizou deslocando o goleiro, mas a bola acertou a trave, para desespero dos quase 5 mil torcedores presentes ao estádio Novelli Júnior, em Itu.

Dos 35 minutos em diante o Palmeiras decidiu segurar o resultado, chamando o Atlético para seu campo de defesa, e os visitantes tiveram boas oportunidades para empatar. Aos 42 Caio finalizou, a bola desviou e saiu. Aos 45 Leonardo bateu forte, cruzado, para fora.

Nos acréscimos o time conseguiu diminir a pressão e segurou o resultado até o apito final. Assim foi a estreia do Palmeiras na segundona, suada, mas vitoriosa.

Terça-feira (28/05) o Verdão enfrenta o Asa, às 21h50, em Arapiraca.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.