Twitter RSS
Close

Corinthians 2 x 2 Palmeiras – 17/02/2013

Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

Apesar do mando do rival e de termos saído atrás do marcador, conseguimos a virada e, se houvesse justiça no futebol, merecíamos a vitória.

De qualquer forma, o empate não foi de todo ruim. O torcedor segue com aquela incerteza do que será 2013.

Jogo válido pela 8ª rodada do Paulistão 2013.

Gols, melhores momentos.

FICHA TÉCNICA

Local: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data: 17/02/2012, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Rogério Batista do Prado (SP)
Assistentes: Anderson José Coelho e Ricardo Pavaenelli Lanutto (ambos de SP)
Assistentes adicionais: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza e Flávio Rodrigues Guerra (ambos de SP)
Público: 34.010 pagantes (total de 36.072 )
Renda: R$ 1.139.287,50
Cartões amarelos: Jorge Henrique, Emerson e Romarinho (Corinthians); Mauricio Ramos (Palmeiras)
Gols: Corinthians: Emerson, aos 17 minutos do primeiro tempo, e Romarinho, aos 26 minutos do segundo tempo.
Palmeiras: Vilson, aos 29 minutos do primeiro tempo, e Vinicius, aos 6 minutos do segundo tempo

Corinthians: Cássio; Alessandro (Romarinho), Gil, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Jorge Henrique e Danilo (Renato Augusto); Emerson e Guerrero (Alexandre Pato)
Técnico:Tite

Palmeiras: Fernando Prass; Weldinho, Henrique, Mauricio Ramos e Marcelo Oliveira; Vilson e Márcio Araújo; Souza, Wesley (Caio), Patrick Vieira (Charles) e Vinicius (Ronny)
Técnico: Gilson Kleina

Por Eduardo Luiz, da Redação PTD – 17/02/2013 – 17:51h.
Verdão merecia a vitória
Por Eduardo Luiz  [email protected]
Ao contrário do esperado, o clássico começou morno no Pacaembu, com as duas equipes se respeitando demais. O panorama só começou a mudar a partir dos 8 minutos, quando a bola sobrou para Jorge Henrique carimbar o travessão de Fernando Prass.

No minuto seguinte o Palmeiras puxou contra-ataque com Wesley, que preferiu finalizar ao invés de tocar para Souza, que estava livre de marcação. E isso se repetiria algumas vezes ao longo da etapa inicial…

Aos 15 minutos novamente o Corinthians chegou com perigo, dessa vez com Paulinho, que de cabeça mandou a bola por cima. Aos 17 o gol saiu. Fábio Santos cobrou falta cometida desnecessariamente por Maurício Ramos, Paulo André escorou e Emerson finalizou: 1 a 0.

O gol fez o time do técnico Tite partir em busca do segundo, e o mesmo não saiu por acaso. Aos 21 minutos Fernando Prass não conseguiu cortar cruzamento vindo da esquerda e a bola sobrou para Guerrero, que chutou na trave.

Quando todos esperavam o segundo gol do Corinthians, o Palmeiras reagiu. Aos 27 minutos Vinícius achou Patrick Vieira entrando na área, mas o meia finalizou fraco, nas mãos de Cássio. Aos 29, porém, o goleiro rival nada pôde fazer quando Wesley levantou na área para Vilson, de cabeça, decretar a igualdade: 1 a 1.

Com o empate, a equipe de Gilson Kleina se animou. Aos 34 minutos Patrick Vieira balançou as redes, mas estava em impedimento, bem assinalado pela arbitragem. Aos 37 Márcio Araújo experimentou de fora da área e fez Cássio trabalhar. Aos 41 Wesley finalizou da entrada da área, para fora; Souza, livre, era a melhor opção. No último lance de perigo do primeiro tempo foi a vez do ex-corintiano Welder exigir de Cássio uma boa defesa.

Na etapa final, sem mudanças, o Verdão voltou tomando a iniciativa. Aos 5 minutos Wesley arriscou de fora da área, para fora. Aos 7 o gol saiu. Wesley cobrou falta, Cássio falhou e Vinícius conferiu: 2 a 1.

A virada deu tranquilidade ao Palmeiras, que poderia ter chegado ao terceiro gol aos 13 minutos com Márcio Araújo se o árbitro não assinalasse uma falta inexistente de Ralf. Araújo sairia na cara do goleiro.

Perdendo o jogo, Tite apelou para a sorte e mandou Romarinho a campo. Na primeira finalização, aos 16 minutos, o atacante fez Prass trabalhar. Aos 19 Renato Augusto bateu colocado, à esquerda do camisa 25 Palmeirense.

Aos 24 minutos nova intervenção dos homens do apito a favor do Corinthians. Emerson deu um carrinho criminoso em Wesley e recebeu apenas cartão amarelo. Após a cobrança de falta, os mandantes puxaram contra-ataque e Romarinho bateu no canto esquerdo de Prass: 2 a 2.

Com o empate, o técnico Gilson Kleina trocou Vinícius por Ronny e Wesley por Caio, mas as mudanças não surtiram efeito. Já o Corinthians ainda tentou uma pressão, mas o que conseguiu de melhor foi uma bicicleta de Paulinho, aos 45 minutos, que Prass apenas observou sair. Com o empate o Palmeiras vai a 13 pontos e se mantém a frente do rival na classificação.

Agora o Verdão para por uma semana pois o próximo compromisso está marcado apenas para domingo que vem, dia 24, contra o União Barbarense, no Pacaembu. O jogo, válido pela nona rodada do Paulistão, será às 16h e pode marcar o retorno de Valdivia.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.