Twitter RSS
Close

Ponte Preta 1 x 0 Palmeiras – 08/07/2012

08072012PontePretaPalmeiras

Com o foco totalmente voltado para a finalíssima da Copa do Brasil na próxima quarta, fomos a campo com o time todo reserva e só perdemos por conta de uma falha grotesca do goleiro Deola.

O time até começou bem, mas depois do gol bisonho não tivemos forças para reagir.

A diretoria até tentou adiar a partida, mas não conseguiu. A derrota nos mantém com 5 pontos na zona do rebaixamento.

Que venha o título quarta-feira e depois buscar a reação.

Jogo válido pela 8ª rodada do Brasileirão 2012.

FICHA TÉCNICA

Local: Moisés Lucarelli, Campinas (SP)
Data: 08/07/2012
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Assistentes: Vicente Romano Neto (SP) e Alex Alexandrino (SP)
Renda: 65.935,00
Público: 5.271 pagantes
Cartões Amarelos: Ricardinho, Edson Bastos e Gerônimo (Pon); Román, Luiz Gustavo, João Denoni e Maikon Leite (Pal)
Gol: Ricardinho, aos 15 do primeiro tempo

Ponte Preta: Edson Bastos; Gerônimo, Ferrón, Thiago Alves e João Paulo; Renê Júnior, Baraka, Ricardinho, Marcinho (Somália) e Nikão (Luan); André Luís (Rodrigo Pimpão)
Técnico: Gilson Kleina

Palmeiras: Deola; Luiz Gustavo, Leandro Amaro, Román (Wellington) e Fernandinho; Patrik, Márcio Araújo, João Denoni e Felipe (João Arthur); Maikon Leite e Patrick Vieira (Caio)
Técnico: Felipão

Falha de Deola complica reservas em Campinas

Mesmo repleto de reservas e com três estreantes entre os profissionais (Patrick Vieira, Luiz Gustavo e João Denoni), o Verdão iniciou o jogo melhor que a Ponte Preta e criou logo de cara duas boas chances para abrir o placar, uma com Patrick Vieira e outra com Maikon Leite, mas as finalizações passaram perto da trave esquerda de Edson Bastos.

Também desfalcada, a Ponte reagiu rápido, e acabou sendo mais feliz. Aos 11 minutos André Luis girou pra cima de seu marcador e bateu para defesa de Deola. Aos 13 Ferron escorou por para fora uma conbrança de escateio. Aos 15 Román cometeu falta na entrada da área, Ricardinho cobrou e Deola espalmou para dentro da própria meta: 1 a 0.

O time jovem do Verdão ainda viria a perder aos 19 minutos uma das únicas peças experientes em campo; com uma lesão muscular, Román foi substituído por Wellington. Dos 20 aos 35 minutos a equipe comandada por Felipão voltou a cometer falhas bobas, principalmente na defesa com Leandro Amaro, mas dessa vez os mandantes não aproveitaram.

O Palmeiras só voltou a se oganizar nos minutos finais, quando criou duas chances para o empate. A primeira com Patrick Vieira, de cabeça, e a segunda com Baraka, que quase fez contra após cruzamento executado por Maikon Leite. Assim foi o primeiro tempo no estádio Moisés Lucarelli.

Na etapa final a Ponte voltou menos ofensiva, disposta a segurar a vantagem, enquanto que o Palmeiras pouco produzia para buscar o empate. Aos 8 minutos Patrick Vieira dominou e bateu para defesa tranquila de Edson Bastos.

Aos 9 minutos Felipão sacou o meia-atacante para promover a entrada de Caio. A intenção era usar o centroavante como referência, mas poucas jogadas de linha de fundo eram criadas. Aos 12 minutos João Denoni tentou colocado, mas o goleiro estava atento. Aos 15 Maikon Leite tabelou com Caio e bateu cruzado, para fora.

A Ponte reagiu logo em seguida com Nikão, que driblou Leandro Amaro e bateu por cima. Aos 18 Patrik recebeu bom passe na entrada da área mas desperdiçou a oportunidade ao bater completamente sem direção. Após o lance os dois times cairam de produção e a partida ficou morna. Nos minutos finais Felipão ainda arriscou um pouco mais ao mandar João Arthur a campo, mas nenhuma chance para o empate foi criada.

Com o resultado o Palmeiras se mantém com 5 pontos em 8 rodadas e segue na zona de rebaixamento do Brasileirão.

Agora é decisão! Quarta-feira, dia 11, o Verdão enfrenta o Coritiba podendo empatar ou até perder por 1 gol de diferença para ser campeão da Copa do Brasil. O jogo será às 21h50, no Couto Pereira.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.